Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
23 pág.
Apostila   Oficina de artesanato

Pré-visualização | Página 1 de 5

Oficina de Capacitação de Artesanato
Acessórios e Artefatos de Moda -Peças de decoração – Lembrancinhas 
Professora: Tânia Collyer
2016
Sumário
Matéria prima Natural e Sua fonte de Extração
Matéria Prima Natural e Exploração Consciente
Desenvolvimento Sustentável
Artesanato X Identidade Cultural
A Atividade Artesanal e o Processo de Desenvolvimento do Artesanato Brasileiro
Design Sustentável e Artesanato
Iconografia do Cerrado
Conhecendo a Matéria Prima Natural
Fauna e Flora da Região
Biojoia
Reciclagem x Reutilização associado ao Artesanato
A Atividade Artesanal
Agregando Valor ao produto Artesanal
Pensando na Embalagem diferenciada
Pensando na Forma de Comercialização
Empreendedorismo x Cooperativismo
Painel de Inspirações 
Matéria prima Natural e Sua fonte de Extração.
“Explorar a natureza de forma consciente e socialmente correta é fundamental para que as futuras gerações possam também usufruir de todos os recursos que ela proporciona.”
A forte relação que os seres humanos mantêm com a natureza é vivenciada de um modo especial por aqueles que dela recolhem a matéria prima para o seu trabalho. Constante fonte de inspiração para alguns artistas a natureza é tema recorrente de suas criações e deste universo rico em vidas e formas. Com os recursos que o meio ambiente nos proporciona pode-se, através da pesquisa e exploração consciente, criar peças que venham valorizar a cultura local contribuindo para um diferencial no mercado nacional associado a um olhar estético do designer.
O trabalho proposto é a pesquisa de materiais naturais, que se relacione com identidade cultural da região, nas suas mais diversas formas, a confecção, o design, a sociedade de consumo, e os processos de desenvolvimento do artesanato brasileiro a partir de uma reflexão e da intervenção de designers associado ao uso do fazer manual, desencadeando na criação de novas formas e movimentos para o desenvolvimento de acessórios e artefatos de moda e objetos de decoração.
O desenvolvimento e a confecção de produtos utilizando a matéria prima local, como a palha do buriti, alguns minerais, sementes de plantas e plumagens de aves brasileiras, nos permitirão produzir para o mercado consumidor, produtos de alta qualidade. 
Dentro desse contexto entra o trabalho artesanal associado a orientação do designer, criando objetos artísticos sem descaracterização da matéria prima original.
A atividade artesanal, um sistema produtivo de baixa complexidade se comparado ao setor industrial, abrange todo um processo de desenvolvimento de produto, desde a sua conceituação até a sua inserção no mercado. O desafio está em conciliar as necessidades do consumidor atual em termos de custos, qualidade, acesso etc. com os aspectos que mais caracterizam a produção artesanal: a identidade dos produtos.
Matéria Prima Natural e Exploração Consciente
A matéria prima natural sempre fez parte da história do homem. Desde a era primitiva o homem retira da natureza matéria para seu sustento tanto na forma utilitária como na forma decorativa. Ele aprendeu a viver com os recursos que a natureza lhe proporcionou; dela tirou alimento, material para construção, vestimenta, remédios etc. Com o tempo, aprendeu a transformar a matéria prima e suprir suas maiores necessidades. A exploração dos recursos naturais atualmente causam muita preocupação, não só a nível nacional, mas também global, pelo grau de importância que esses recursos naturais possuem para o planeta. Há muito tempo são retirados recursos naturais para comercialização sem nenhuma preocupação com o ambiente das futuras gerações.  É possível explorar a natureza sem agredir o meio ambiente? 
Há muitas formas de gerar o desenvolvimento econômico de uma localidade usufruindo conscientemente da natureza. Por exemplo: o estado do Amazonas é um dos locais onde existe a intensa produção de artigos feitos com materiais naturais. E essa produção proporciona aos moradores dessas localidades muitas oportunidades de negócios, porém é necessário que exista um controle e equilíbrio dessa exploração para que futuramente a natureza continue proporcionando os recursos para nosso planeta. A busca pelo desenvolvimento de uma região é o desejo e um anseio de seus dirigentes e pela comunidade, mas não se torna algo tão fácil, uma vez que se deve procurar o desenvolvimento para a região sem que possa trazer agressão ao meio-ambiente. É partindo desta questão que empreendedores e instituições buscam alternativas de desenvolvimento sustentável.
Desenvolvimento Sustentável
Conceito
 
Desenvolvimento sustentável significa obter crescimento econômico necessário, garantindo a preservação do meio ambiente e o desenvolvimento social para o presente e gerações futuras. 
 
Portanto, para que ocorra o desenvolvimento sustentável é necessário que haja uma harmonização entre o desenvolvimento econômico, a preservação do meio ambiente, a justiça social (acesso a serviços públicos de qualidade), a qualidade de vida e o uso racional dos recursos da natureza (principalmente a água)
No Brasil, assim como nos outros países emergentes, a questão do desenvolvimento sustentável tem caminhado de forma lenta. Embora haja um despertar da consciência ambiental no país, muitas empresas ainda buscam somente o lucro, deixando de lado as questões ambientais e sociais. Ainda é grande no Brasil o desmatamento de florestas e uso de combustíveis fósseis. Embora a reciclagem do lixo tenha aumentado nos últimos anos, ainda é muito comum a existência de lixões ao ar livre. A poluição do ar, de rios e solo ainda são problemas ambientais comuns em nosso país.
Artesanato X Identidade Cultural
Identidade Cultural
Conceito: ´É o sentimento de identidade de um grupo ou cultura, ou de um indivíduo, na medida em que ele é influenciado pela sua cultura ou a um grupo a que pertença. É um conjunto vivo de relações sociais e patrimônios simbólicos historicamente compartilhados que estabelece a comunhão de determinados valores entre os membros de uma sociedade.
O artesanato, como forma de expressar a identidade cultural de uma região ou de um povo, valorizou os costumes e a matéria-prima, e faz parte de uma grande cadeia produtiva para a economia de uma região. Pode-se considerar que esse tipo de produção informal agregada à gestão de um designer são opções estratégicas para reduzir a pressão social causada pelo desemprego e como forma de resgatar a cultura de uma região. 
Atualmente, o “fazer manual” está valorizado. O artesanato é a contrapartida à massificação e uniformização de produtos globalizados. Os consumidores têm buscado peças diferenciadas e originais em todos os segmentos. (SEBRAE, 2004).
O propósito desse trabalho envolve o artesanato contemporâneo ou conceitual com design diferenciado que propõe a criação de produtos, com motivos, inspirações iconográficas e materiais, com identidade da região dentro do município de São Miguel do Araguaia. Através da capacitação e orientação, é possível despertar o senso de estética e o interesse pelo fazer manual. Além de criar uma nova oportunidade para o comercio local e turístico, influenciada pelas tendências pelas expressões artísticas.
Registre-se que a capacidade de inovar, buscando a matéria prima local, é um instrumento capaz de contribuir para o comércio interno e externo da região. Com especial atenção para a preocupação de não desvirtuar a essência do produto original, deformando valores e tradições, deturpando a percepção de identidade cultural e principalmente com uma extração ecologicamente correta.
A Atividade Artesanal e o Processo de Desenvolvimento do Artesanato Brasileiro
A atividade do artesão consistia em dominar todo o processo produtivo, da concepção ao produto acabado e à sua comercialização. Com a criação de novas ferramentas o artesão foi se aperfeiçoando, favorecendo a qualidade de seus produtos e estabelecendo formas mais estruturadas de trabalho.
O artesanato foi sem dúvida uma grande contribuição para o desenvolvimento
Página12345