A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
AV1 e Av2 História dos povos indigenas e afrodescendentes

Pré-visualização | Página 1 de 1

Avaliação: CEL0032_AV1_201201705576 » HISTÓRIA DOS POVOS INDÍGENAS E AFRO-DESCENDENTES
	Tipo de Avaliação: AV1 
	Aluno: RAMON LEONEL DE SOUZA 
	Professor:
	RODRIGO PEREZ OLIVEIRA
	Turma: 9004/BC
	Nota da Prova: 6,0 de 8,0         Nota do Trab.: 0        Nota de Partic.: 2        Data: 29/09/2014 10:01:38 
	
	 1a Questão (Ref.: 201201906379)
	1a sem.: Aula 1
	Pontos: 0,5  / 0,5 
	O primeiro grupo que os portugueses tiveram contato, que ficou conhecido como tupi-guarani graças às semelhanças linguísticas observadas, abarcava uma série de sociedades que vivia na extensa região litorânea desde São Vicente (no sul) até o Maranhão. São grupos deste troco linguístico os grupos apresentados abaixo, EXCETO:
		
	
	Nagôs
	
	Tupinaê
	
	Guarani
	
	Tupiniquins
	
	Tupinambás
	
	
	 2a Questão (Ref.: 201201906380)
	1a sem.: Aula 1
	Pontos: 0,5  / 0,5 
	Dentre os tupi-guaranis, a sociedade tupinambá acabou tornando-se uma das mais conhecidas, graças ao intenso contato com os portugueses durante os séculos XVI e XVII. O historiador Stuart Schwartz salientou que os tupinambás viviam em aldeias que possuíam de quatrocentos a oitocentos indivíduos. Tais aldeias eram divididas em unidades familiares que viviam em até oito malocas. As unidades familiares, por sua vez, estavam estruturadas:
		
	
	De maneira que era impossível determinar, dado seu atraso político e social.
	
	Pelo parentesco familiar e obedeciam à divisão sexual do trabalho: grosso modo, aos homens cabia as atividades de caça, pesca e de guerra, e às mulheres o cuidado com a agricultura e com a casa.
	
	Pelo parentesco familiar e obedeciam à divisão social do trabalho: algumas castas tem a função de guerrear, outras castas a função de coleta e uma terceira faz os trabalhos de ordem religiosa.
	
	Pela hierarquia política, determinada pelo sangue, sendo que as mulheres, que não tinham função econômica eram separadas para serem entregues aos maridos no casamento.
	
	Pela propriedade coletiva sem divisão específica do trabalho: uma comunidade em que todos eram iguais em uma sociedade unida e igualitária
	
	
	 3a Questão (Ref.: 201202022592)
	sem. N/A: A escravidão no Brasil
	Pontos: 0,5  / 0,5 
	A utilização do trabalho escravo foi uma das principais características da colonização portuguesa na América. Diante dessa afirmação, analise as opções abaixo e assinale a correta.
		
	
	Durante toda a colonização, ou seja, entre os séculos XVI e XIX, a estrutura produtiva esteve baseada exclusivamente no trabalho indígena.
	
	A colonização portuguesa teve a sua estrutura produtiva baseada na escravização das mulheres.
	
	Durante toda a colonização, ou seja, entre os séculos XVI e XIX, a estrutura produtiva esteve baseada exclusivamente no trabalho do negro africano.
	
	Nas primeiras décadas da colonização, a escravidão do índio foi fundamental para a consolidação da empresa mercantil na América Portuguesa.
	
	O índio jamais foi escravizado na América Portuguesa.
	
	
	 4a Questão (Ref.: 201201906397)
	3a sem.: Aula 3
	Pontos: 1,0  / 1,0 
	Se estabelecermos uma comparação do modelo de escravidão indígena e africana no século XVI no Brasil podemos afirmar que eram:
		
	
	No século XVI não há escravidão negra no Brasil 
	
	Semelhantes 
	
	A indígena era mais branda que a africana 
	
	Muito diferentes 
	
	A africana era mais branda que a dos índigenas 
	
	
	 5a Questão (Ref.: 201201821511)
	3a sem.: Mão de Obra
	Pontos: 0,0  / 1,0 
	Sobre a importância da mão de obra indígena, podemos afirmar que:
		
	
	A troca da mão de obra indígena pela africana foi o fator que possibilitou a introdução da lavoura açucareira no Brasil pois os índios não se adaptaram a este tipo de atividade.
	
	O período de sua utilização foi muito curto pois eles eram preguiçosos não se adptando assim a lógica da lavoura açucareira.
	
	O conhecimento do território e o fato do indígena considerar o trabalho na gricultura humilhante tornaram inviável sua escavização.
	
	Os índios foram os primeiros escravos da lavoura açucareira e, mesmo após a introdução dos escravos africanos eles permaneceram escravizados.
	
	A troca da mão de obra africana pela indígena aconteceu por que os africanos eram mais adaptáveis ao trabalho na lavoura açucareira e à escravidão por serem menos rebeldes do que os índios.
	
	
	 6a Questão (Ref.: 201201906487)
	4a sem.: aula 5
	Pontos: 1,0  / 1,0 
	As fugas que pretendiam negar a escravidão tinha como fim:
		
	
	Uma tentativa de subir para os morros e favelas, reduto onde eram protegidos.
	
	Uma alternativa de virar escravo de ganho na cidade.
	
	Uma tentativa de alcançar uma vida diferente com um novo senhor.
	
	Uma alternativa para viver fora do cativeiro.
	
	Uma alternativa tentando se alistar no exército brasileiro.
	
	
	 7a Questão (Ref.: 201202008108)
	sem. N/A: AULA 2
	Pontos: 0,5  / 0,5 
	Explique por que a Coroa portuguesa só foi se preocupar, de fato, com suas terras americanas a partir de 1530.
		
	
	Porque em 1529 os portugueses acharam ouro na região do atual estado Minas Gerais;
	
	Porque a partir de 1530, a concorrência do comércio do Índico trouxe inúmeros prejuízos aos portugueses, que também começavam a ter suas terras americanas invadidas por outras nações europeias;
	
	Porque era necessário acabar com a resistência dos índios que haviam se unido na Confederação dos Tamoios.
	
	Porque com o início da União Ibérica a Espanha exigiu a ocupação do território brasileiro e a definição das fronteiras com as colônias espanholas;
	
	Porque o rei português nomeou Tomé de Souza governador geral e este embarcou para o Brasil em 1530;
	
	
	 8a Questão (Ref.: 201201906485)
	4a sem.: Aula 5
	Pontos: 1,0  / 1,0 
	Sobre as fugas da escravidão podemos identificar tipos específicos como: 
		
	
	Fugas para tentar retornar a África, com barcos e que todas fracassaram.
	
	Fugas de negros para as florestas, passando a viver em comunidades indígenas.
	
	Fugas de índios para as cidades e denunciarem a escravidão ilegal.
	
	Fugas que tinham por objetivo a reivindicação escrava por melhores condições.
	
	Fugas para as Igrejas, considerados territórios sagrados e quem lá estivesse não podia ser resgatado.
	
	
	 9a Questão (Ref.: 201202022598)
	sem. N/A: A escravidão no Brasil
	Pontos: 0,0  / 1,0 
	Entre as opções abaixo, assinale aquela que apresenta um exemplo de revolta negra contra a escravidão que aconteceu no Brasil.
		
	
	Revolta de Tupac Amaru.
	
	Revolução Pernambucana.
	
	Inconfidência Mineira.
	
	Revolta Haitiana.
	
	Revolta dos Malês.
	
	
	 10a Questão (Ref.: 201201871802)
	5a sem.: Cultura africana
	Pontos: 1,0  / 1,0 
	Os africanos eram trazidos ao Brasil e tentavam manter alguns traços de sua cultura, ainda que misturados aos elementos da cultura hegemônica europeia. Esse processo é denominado: 
		
	
	resistência adaptativa 
	
	degeneracionismo
	
	hibridismo
	
	assimilacionismo
	
	contaminatio