UNICESUMAR ATIVIDADE 2   SSOC   QUESTÃO SOCIAL NA CONTEMPORANEIDADE
5 pág.

UNICESUMAR ATIVIDADE 2 SSOC QUESTÃO SOCIAL NA CONTEMPORANEIDADE


DisciplinaQuestão Social na Contemporaneidade19 materiais184 seguidores
Pré-visualização2 páginas
15/08/2018 Unicesumar - Ensino a Distância
1/5
ATIVIDADE 2 - SSOC - QUESTÃO SOCIAL NA CONTEMPORANEIDADE - 2018C1
Período:10/08/2018 22:30 a 17/08/2018 23:59 (Horário de Brasília)
Status:ABERTO
Nota máxima:0,50
Gabarito:Gabarito será liberado no dia 19/08/2018 00:00 (Horário de Brasília)
Nota ob\ufffdda:
1ª QUESTÃO
Não se deve reduzir as políticas sociais apenas ao ângulo da reprodução da exploração capitalista. Deve-se
considerar a realidade da correlação das forças sociais que existem e, atém mesmo, da contradição existente
do próprio sistema.
  
SIKORSKI, Daniela; CUNHA, Maria Cristina Araújo de Brito. Questão Social na
Contemporaneidade. Maringá: Unicesumar, 2016.
 
 Assinale a alternativa que apresente como se deve compreender a ação do Estado na elaboração de políticas
sociais.
ALTERNATIVAS
As ações não podem ser concebidas apenas como ações autônomas e beneficentes do Estado, tais ações revelam,
muitas vezes, o resultado de concretas, prolongadas e, muitas vezes, violentas demandas das classes populares.
As ações do Estado na elaboração das políticas sociais são práticas filantrópicas e caritativas de atendimento das
necessidades emergenciais da classe trabalhadora.
As ações do Estado não podem ser concebidas como práticas que envolvem relações de poder e conflito de
interesses, pois todas as medidas criadas pelo Estado têm a adesão total da classe trabalhadora.
As ações do Estado são concebidas como medidas de controle e manutenção da classe trabalhadora a partir de
práticas arbitrárias e antidemocráticas.
As ações do Estado não podem ser concebidas apenas como ações autônomas e beneficentes, mas as ações são
resultados da diminuição da desigualdade social e da divisão social da riqueza socialmente produzida.
2ª QUESTÃO
A questão social e suas múltiplas manifestações são fruto das contradições entre as classes sociais: burguesa
X proletária, próprias da sociedade capitalista, com as sequelas que aparecem na constituição do
capitalismo monopolista.
SIKORSKI, D.; CUNHA, M. C. A. de B. Questão social na contemporaneidade. Maringá: UniCesumar,
2016 (adaptado).
Com base nas informações apresentadas e nos conhecimentos sobre questão social, analise as afirmações a
seguir:
I. A questão social está diretamente relacionada com o processo de formação e desenvolvimento da classe
trabalhadora e sua inserção no contexto político.
 II. A questão social não se refere as desigualdades geradas pelo modo de produção capitalista.
 III. As expressões da questão social, na realidade brasileira, evidenciam-se no capitalismo concorrencial.
É correto o que se afirma em:
ALTERNATIVAS
15/08/2018 Unicesumar - Ensino a Distância
2/5
I, apenas.
III, apenas.
I e II, apenas.
II e III, apenas.
I, II e III, apenas.
3ª QUESTÃO
Sabe-se que a questão social, ao ser reconhecida como uma demanda política e social ao ser publicizada,
busca seu enfrentamento com ações públicas. Na contemporaneidade, esse quadro se agudiza na década
de 1990, em especial com a precarização do trabalho.
SIKORSKI, D.; CUNHA, M. C. A. de B. Questão social na contemporaneidade. Maringá: UniCesumar,
2016 (adaptado).
Com base nesse contexto, assinale a alternativa que apresenta como o Estado interveio na questão social
nos anos 1990:
ALTERNATIVAS
O ideário neoliberal constituiu um importante passo no avanço das políticas públicas, configurando o fortalecimento
do Estado Mínimo.
A Reforma do Aparelho do Estado reduziu sua responsabilidade à frente da questão social, com a descentralização
no processo de operacionalização das políticas sociais.
A retirada do Estado em ações públicas foi uma estratégia social para reduzir a organização e manifestação da classe
trabalhadora, por melhores condições de trabalho e vida.
O afastamento do Estado no planejamento e gerenciamento das políticas públicas culminou na emergência do
Serviço Social como profissão para atender a questão social.
O enfrentamento da questão social nos anos 1990 foi permeado de ações filantrópicas, em especial de cunho
religioso, transferindo, dessa forma, a obrigação do Estado em atender os direitos sociais.
4ª QUESTÃO
A gênese da questão social, no Brasil, está associada ao processo de industrialização e urbanização do país.
Ela foi vista, por muito tempo, como questão de polícia, pois não considerava os reais motivos das
manifestações oriundas dos movimentos sociais.
SIKORSKI, D.; CUNHA, M. C. A. de B. Questão social na contemporaneidade. Maringá: UniCesumar,
2016 (adaptado).
A questão social, enquanto caso de polícia, apontava alguns pontos. Sobre eles, relacione as colunas que
seguem:
(1) Intervenção repressiva
 (2) A pobreza não foi problematizada
 (3) Ser pobre 
(  ) Ameaça a classe dominante.
 (  ) Polícia Civil e Militar.
 (  ) 1930.
A sequência correta é:
ALTERNATIVAS
15/08/2018 Unicesumar - Ensino a Distância
3/5
1, 2, 3.
3, 2, 1.
3, 1, 2.
2, 1, 3.
1, 3, 2.
5ª QUESTÃO
O modo de produção capitalista se desenvolveu pelo processo de compra e venda de mercadorias, a força
de trabalho se tornou uma mercadoria.  O operário se torna mais _____________  quanto mais riqueza produz,
quanto mais _____________ a produção em poderio e em extensão. O operário converte-se em mercadoria
cada vez mais _____________ à medida que cria mais mercadorias. O valor crescente do mundo das coisas
determina a proporção direta da _____________ do mundo dos homens. O trabalho produz não só
mercadorias; se produz a si mesmo e ao operário como mercadorias e o faz na proporção em que produz as
mercadorias em geral.
  
SIKORSKI, Daniela; CUNHA, Maria Cristina Araújo de Brito. Questão Social na
Contemporaneidade. Maringá: Unicesumar, 2016.
 
 Diante do exposto, assinale a alternativa que preencha as lacunas corretamente.
ALTERNATIVAS
Pobre, aumenta, barata, desvalorização.
Rico, aumenta, barata, desvalorização.
Pobre, diminui, barata, desvalorização.
Pobre, aumenta, cara, desvalorização.
Pobre, aumenta, barata, valorização.
6ª QUESTÃO
Existem vários tipos de alienação: religiosa, filosófica, política e sócio-econômica. Marx (2003),  a partir das
suas obras e inúmeras críticas à alienação, aponta que essa é revestida de várias formas; ou seja a alienação
social e econômica pode ocorrer por diversos meios.
  
SIKORSKI, Daniela; CUNHA, Maria Cristina Araújo de Brito. Questão Social na
Contemporaneidade. Maringá: Unicesumar, 2016.
 
 Sobre essa questão, leia as afirmativas:
 
I. A alienação social e econômica acontece por meio da separação entre o homem e o trabalho que
desempenha na sociedade, quando este o priva do processo de decisão de como e o que fazer.
 II. A alienação social e econômica acontece quando o homem é apartado do produto de seu trabalho,
quando isso acontece ele se torna impossibilitado de exercer controle sobre o que é feito, sobre o que é
resultado de seu trabalho, caracterizando, assim, a exploração.
 III. A alienação social e econômica acontece quando o homem, por meio do processo competitivo, se afasta
de seus iguais.
 IV. A alienação social e econômica acontece quando o homem passa a ter consciência de si e para si na
sociedade capitalista. 
 
É correto o que se afirma em:
15/08/2018 Unicesumar - Ensino a Distância
4/5
ALTERNATIVAS
I, II, III e IV.
I, III e IV, apenas.
I, II e III, apenas.
II, III e IV, apenas.
I e II, apenas.
7ª QUESTÃO
A questão social varia de acordo com a sociedade, por exemplo, a questão da habitação tem
particularidades em cada país, podendo variar em número, intensidade e gravidade, assim como também
variam as formas de enfrentar a questão.
 
SIKORSKI, Daniela; CUNHA, Maria Cristina Araújo de Brito. Questão Social na
Contemporaneidade. Maringá: Unicesumar, 2016.
 
 Assinale a alternativa que contenha a discussão que envolve a nova questão