PROJETO TCC . MODELO
10 pág.

PROJETO TCC . MODELO


DisciplinaMetodologia6.257 materiais13.988 seguidores
Pré-visualização2 páginas
FACULDADE DAMÁSIO
nome aluno
PROJETO DE TCC
DANO MORAL NO PROCESSO DO TRABALHO
COMPETENCIA DA JUSTIÇA DO TRABALHO
PETROLINA - PE
2018
nome do aluno
DANO MORAL NO PROCESSO DO TRABALHO.
Projeto para desenvolvimento do Trabalho de Conclusão de Curso, como requisito para a obtenção de nota parcial no curso de Pós -Graduação em Direito do Trabalho e Processo do Trabalho correspondente ofertado pela faculdade Damásio.
Orientador: Prof. 
 
Petrolina - pe
9
2018
SUMÁRIO
 
1. IDENTIFICAÇÃO DO PROJETO ........................................................................... 3
2. DELIMITAÇÃO DO TEMA ...................................................................................... 3
3. JUSTIFICATIVA ..................................................................................................... 3
4. FORMULAÇÃO DO PROBLEMA ........................................................................... 4
5. HIPÓTESE ............................................................................................................. 4
6. OBJETIVO .............................................................................................................. 5
7. EMBASAMENTO TEÓRICO/JUSTIFICATIVA.........................................................6
8. METODOLOGIA ......................................................................................................6
9. ESTRUTURAÇÃO DO TCC ....................................................................................7
10. CRONOGRAMA ....................................................................................................8
11. BIBLIOGRAFIA ..................................................................................................... 9
1. IDENTIFICAÇÃO DO PROJETO
TÍTULO: DANO MORAL NO PROCESSO DO TRABALHO
AUTOR (a): 
ÁREA DE CONCENTRAÇÃO: PÓS GRADUAÇÃO DAMÁSIO
LINHA DE PESQUISA: DIREITO DO TRABALHO E PROCESSO DO TRABALHO
DURAÇÃO: 120 DIAS
INÍCIO: 26/07/2018
TÉRMINO: 06/11/2018
2. TEMA: DANO MORAL NO PROCESSO DO TRABALHO
3. JUSTIFICATIVA:
Diante de um dispositivo que é emprestado do código do processo civil e que se faz necessário no direito e processo do trabalho, visto ser uma frequente situação encontrada nos ambientes de trabalhos e até mesmo na exploração excessiva do trabalhador causando uma má qualidade de vida, um constrangimento e até mesmo uma mudança de comportamento psicológica dos trabalhadores. 
Para tanto, o conteúdo aqui a ser tratado, irá proporcionar um amplo conhecimento sobre o tema e suas consequências além de instruir em qual momento e situação esse dispositivo pode ser aplicado do direito do trabalho.
Nesse contexto, a proposta de trabalho científica visa apresentar conceitos, definições e ferramentas necessárias às utilizações desse tão importante meio de defesa e ao mesmo tempo um meio de desestimular a coação e ações que caracterizem o Dano Moral.
4. FORMULAÇÃO DO PROBLEMA
Como é possível minimizar os impactos negativos do Dano Moral frente as relações de trabalho em quando dividem os mesmos espaços empregador e empregado? Como o empregado irá interpretar que tal violação enseja uma reparação para o mal causado e onde buscar a reparação?
5. HIPÓTESEs
Em muitas empresas a adoção da mudança de comportamentos já é bem visíveis graças as campanhas dos fóruns das justiças do trabalho em todo país e também as jurisprudências edificando nesse sentido, a fim de coibir esse tipo de mal-estar enfrentado pelos trabalhadores, parte mais frágil e constrangedora,
 É possível que frente a essas mudanças ocorram reações positivas do mercado de trabalho. Essa mudança na empresa em análise fez com que a confiabilidade do empregador diante das normas que a impõem, fosse vista sob o aspecto positivo para ambos os lados, assim não sairia prejudicando os negócios e a relação contratual. 
Nesse contexto, a aplicação do poder judiciário atribuir ao processo do trabalho a possibilidade de processar e julgar as causas que tem como tema o DANO MORAL em que diz respeito ao ambiente de trabalho, o que solucionam e esgotam todos os dissídios relacionados ao trabalho em uma só jurisdição, ou seja, Justiça do Trabalho.
6. OBJETIVO
5.1. OBJETIVO GERAL	
Avaliar o comportamento não só dos juristas como da sociedade no modo geral, por se tratar de um dispositivo que está ao alcance de qualquer trabalhador para o momento em que precisar. Aumentar as ferramentas do marketing podem influenciar diretamente numa aplicação de alteração de marca e determinar o posicionamento mercadológico da empresa após esta mudança.
 5.2 \u2013 OBJETIVOS ESPECÍFICOS 
Identificar e mostrar a importância do dispositivo no Direito e Processo do Trabalho.
Determinar como parâmetro que os dispositivos utilizados de outras fontes tornam o nosso Processo do Trabalho cada vez mais necessitado de uma norma própria para processar e julgar, ou seja, um Código de Processo do Trabalho e atualizado.
Estruturar informações que possam ser base para identificar o posicionamento dos Juristas e Doutrinadores do trabalho.
Avaliar as informações obtidas a fim de utilizá-las para a composição de um parecer sobre os impactos causados pelo DANO MORAL.
Indicar em qual lei, código ou dispositivo é possível encontrar a matéria o qual trata esse tão relevante tema.
Mostrar a sociedade que a lei existe e que está ao alcance para punir e inibir a prática de tal ato dentro do trabalho.
7. EMBASAMENTO TEÓRICO/justificativa
Embora tamanha evolução dos direitos trabalhistas, na prática ainda existe maus tratos na relação de trabalho, antigamente eram mais do que notórios a pratica do Dano Moral nas relações de trabalho frente a escravidão, onde seus Senhores submetiam seus escravos ao trabalho desumano, excessivo e totalmente fora das estruturas hoje previstas em lei. Apesar de estarmos vivendo a era digital, da informatização, de trabalho intelectual, trabalhos realizados a distância, ainda assim, existe a pratica do Dano Moral nas Relações do trabalho.
Podemos observar nos fóruns da Justiça do Trabalho, empregados que ainda reclamam danos sofridos pelos seus patrões, grande parcela desses trabalhadores nem sequer tem sua carteira assinada, sofre grandes constrangimentos e nada podem fazer na iminente possibilidade de perder o emprego, são praticamente reféns do seu próprio trabalho, o que leva a entender que os direitos dos trabalhadores ainda não são resguardados, uma vez que ainda vivemos uma crise de desemprego e consequentemente financeira.
.
Tal problemática é enfrentada para saber exatamente quais ferramentas o trabalhador encontrará, nas relações de trabalho, para reparar o dano, o trabalho excessivo, o constrangimento sofrido frente a empresa. Assim tem-se a necessidade de debater mais sobre o assunto, afim de realizar simpósios e palestras aos trabalhadores no modo geral.
A ausência do conhecimento básico dos direitos e deveres dos trabalhadores deixa inerte a possibilidade de inibir as empresas pela pratica do ato desumano, precisa-se esclarecer que o tema aqui tratado é sim tema a ser Processado e Julgado também nas relações de trabalho e não só nas relações civis como muitos imaginam. Diga-se de passagem é um dos mais corriqueiros nas lides que envolve a relação entre empregador e empregado.
8. METODOLOGIA
Neste trabalho utilizou-se a metodologia da leitura de bibliografias acadêmicas, além das normas vigentes, livros de Direito do Trabalho e Processo do Trabalho, direcionando a pesquisa para as áreas do Direito Processual na tentativa de tornar evidente e acessível a possibilidade de levar para o campo da Justiça do Trabalho conteúdos que comumente eram só vistos em áreas diversas desta. Sendo este com uma análise geral de como as empresas vem agindo com seus empregadores e com a utilização de pesquisa de campo através de questionários direcionados
Zaulena
Zaulena fez um comentário
gostei muito
0 aprovações
Carregar mais