A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
ANATOMIA DENTAL

Pré-visualização | Página 1 de 1

ANATOMIA DENTAL - CARACTERISTICAS DE CADA DENTE
Incisivos centrais superiores(11 ou 21)
Coroa mais volumosa que o lateral; raiz cônica, volumosa e relativamente curta; fossa lingual rasa e ampla; cíngulo não muito evidente; linha do colo frequêntemente entra pra direção do 1/3 médio da coroa na face mesial; visto por vestibular o 1/3 distal é mais arredondado e o 1/3 mesial é mais reto; raiz não distaliza.
Incisivos laterais superiores( 12 ou 22)
- coroa menos volumosa; Raiz cônica, menos volumosa e relativamente longa; fossa lingual estreita e mais profunda; na face lingual pode apresentar um forame cego, próximo ao cíngulo; arredondado nas faces mesial e distal, por vista vestibular.
Incisivos centrais inferiores(31 ou 41)
-coroa menor que o lateral, mais alongada; face vestibular inclinada para a lingual; visto por vestibular ou por lingual os 1/3 mesial e distal são retos ou quase paralelos; fossa lingual rasa e curta; Raiz achatada no sentido mésio-distal e discretíssimo desvio distal, menor e mais achatada.
Incisivos Laterais inferiores( 32 ou 42)
-coroa mais volumosa que o central; face vestibular inclinada para a lingual; face lingual mais alargada e mais escavada; desvio da face incisal para distal; raiz achatada no sentido mésio-distal e desvio distal mais acentuado, raiz maior e mais volumosa.
Caninos superiores(13 ou 23)
-Distância mésio-distal acentuada, coroa mais volumosa; cíngulo proeminente, pode ocorrer forame cego; na face lingual é evidente as cristas marginais; raiz cônica, muito longa e com sulcos proximais discretos; mais arredondado ou abaulado no terço distal da coroa.
Caninos inferiores( 33 ou 43)
-Distância mésio-distal menor, coroa mais alongada; cíngulo menos marcado, sem forame cego; reto no 1/3 mesial da coroa e arredondado no 1/3 distal; possui 1 cúspede, com a aresta mesial menor que a distal; raiz mais achatada, sulcos mésio-distais evidentes.
Primeiro pré-molar superior( 14 ou 24)
-Mais volumoso na face vestibular, possui 2 cuspedes, sendo que a CV >CL ou CP, a margem mesial formada pela crista marginal mesial é mais alta que a distal, na face oclusal são evidentes os sulcos principal e secundários, de oclusal pra mesial em direção a raiz pode ocorrer um pequeno sulco que não termina em foceta. Possui 2 raízes com tronco radicular pouco mais espesso, no tronco encontra-se frequentemente um sulco amplo antes da bifurcação das raízes.
Primeiro pré-molar inferior (34 ou 44)
Mais volumoso na face vestibular doque a face lingual, cúspede V muito maior doque a cúspede L( às vezes essa cuspede se reduz a um tubérculo), margem mesial é mais alta, na cúspede V a aresta mesial é menor que a distal; a face oclusal possui a ponte de esmalte ( uma elevação de esmalte que liga uma cúspede a outra)evidente ou com um sulco principal marcando-a, quando possui ponte de esmalte há duas fóssulas entre a ponte sendo a mesial mais alta e menos profunda, quando não ocorre ponte apresenta apenas uma fóssula, possui 1 raiz podendo ou não distalizar apicalmente, e possui um sulcamento não muito evidente mesial na raiz.
Segundo pré-molar superior(15 ou 25)
Face V menos volumosa doque as do 24 e 14, possui duas cúspedes sendo semelhantes em suas alturas, sulcos primcipais e secundários não evidentes na face oclusal se reduzindo apenas a uma fossula central, uma raiz com achatamento mésio -distal, margem mesial mais alta.
Segundo pré-molar inferior (35 ou 45)
Possui a face V mais volumosa( porém com pouca diferença)que a L, por vista lingual o 1/3 distal é mais arredondado ou abaulado, pode ter de duas a três cúspede( quando 2 uma V e outra L de tamanhos aproximados; quando 3 uma V e duas L sendo a ML mais volumosa que a DL), face oclusal em Y com sulcos principais e secundários evidentes, uma só raiz e é pouco frequente a distalização apical.
Primeiro molar superior( 16 ou 26)
Possui face V menos volumosa q a L, possui 4 cuspedes 2 V e 2 L, possui ponte de esmalte entre as cuspedes ML e DV, possui um protuberância de esmalte denominada de tubérculo de Carabelli ou Tubérculo Anômalo na cuspede ML, na face oclusal encontra-se um sulco principal em forma de L na mesial e em meia-lua pra distal, possui 3 raízes sendo 2 V ( proximas no 1/3 apical da raiz)e 1 P ou L ( afastada das V no 1/3 cervical da raiz e tendendo a se aproximar apicalmente, margem mesial mais alta.
Primeiro molar inferior(36 ou 46)
 
Pentacuspidado pois possui 5 cúspedes sendo 3 V ( a maior é a mesial e a menor sendo a distal) e 2 L( sendo mais alta e mais volumosa a mesial), possui 2 raízes destalizadas com tronco radicular pequeno, face oclusal em W , sulco principal e secundários bastante evidentes
Segundo molar superior ( 17 ou 27)
Possui face V mais volumosa q a L, possui 4 cuspedes 2 V e 2 L, não possui ponte de esmalte entre as cuspedes ML e DVou bastante sulcada, não possui um protuberância de esmalte denominada de tubérculo de Carabelli ,na face oclusal encontra-se um sulco principal em forma de L na mesial e em meia-lua pra distal e um sulco reto ligando-os, possui 3 raízes sendo 2 V ( distanciando no 1/3 apical da raiz)e 1 P ou L ( afastada das V no 1/3 cervical da raiz e um pouco mais alta) , margem mesial mais alta.
Segundo molar inferior( 37 ou 47)
Possui 4 cúspedes sendo a ML a mais alta e volumosa das 4, face oclusal em cruz com um sulco principal de M para D e outro de V pra L, na face vestibular o sulco termina em foceta vestibular, possui 2 raízes 1 M e outra D todas distalizadas e a margem mesial é mais alta que a distal.
FONTE: http://luizeshow.blogspot.com/2010/11/resumo-pratica-de-anatomia-dental.html?m=1