artigo daa biblioteca viva
112 pág.

artigo daa biblioteca viva


DisciplinaA Biblioteca Viva3 materiais61 seguidores
Pré-visualização25 páginas
BIBLIOTECA VIVA
FAZENDO HISTÓRIA COM LIVROS E LEITURAS
parceria:
1
BIBLIOTECA VIVA
FAZENDO HISTÓRIA COM LIVROS E LEITURAS
2
3
BIBLIOTECA VIVA
FAZENDO HISTÓRIA COM LIVROS E LEITURAS
parceria:
4
DIRETORIA EXECUTIVADIRETORIA EXECUTIVADIRETORIA EXECUTIVADIRETORIA EXECUTIVADIRETORIA EXECUTIVA
Diretor-presidente: Rubens Naves
Diretora Vice-presidente: Isa Maria Guará
Diretor-tesoureiro: Synésio Batista da Costa
CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃOCONSELHO DE ADMINISTRAÇÃOCONSELHO DE ADMINISTRAÇÃOCONSELHO DE ADMINISTRAÇÃOCONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO
Presidente: Carlos Antonio Tilkian
Secretário: Ismar Lissner
Membros efetivos: Aloísio Wolff, Audir Queixa Giovani, Carlos
Rocha Ribeiro da Silva, Daniel Trevisan, Emerson Kapaz, Guilherme
Peirão Leal, Hans Becker, José Berenguer, José Eduardo P. Pañella,
Lourival Kiçula, Maria Ignês Bierrenbach, Oded Grajew, Ricardo
Sayon, Sérgio E. Mindlin e Therezinha Fram
Membros suplentes: Antônio Carlos Ronca, João Nagano Júnior,
Márcio Ponzini, Natânia do Carmo Sequeira e Ricardo Vacaro
CONSELHO FISCALCONSELHO FISCALCONSELHO FISCALCONSELHO FISCALCONSELHO FISCAL
Membros efetivos: José Francisco Gresenberg Neto, Mauro
Antônio Ré e Vitor Aruk Garcia
Membros suplentes: Alfredo Sette, Érika Quesada Passos e Rubem
Paulo Kipper
CONSELHO CONSULTIVOCONSELHO CONSULTIVOCONSELHO CONSULTIVOCONSELHO CONSULTIVOCONSELHO CONSULTIVO
Presidente: Therezinha Fram
Vice-presidente: Isa Maria Guará
Membros efetivos: Aldaíza Sposati, Aloísio Mercadante Oliva,
Âmbar de Oliveira Barros, Antônio Carlos Gomes da Costa,
Araceli Martins Elman, Benedito Rodrigues dos Santos, Dalmo de
Abreu Dallari, Edda Bomtempo, Helena M. Oliveira Yazbeck,
Hélio Pereira Bicudo, Ilo Krugli, João Benedicto de Azevedo
Marques, Joelmir Beting, Jorge Broide, Lélio Bentes Corrêa, Lídia
Izecson de Carvalho, Magnólia Gripp Bastos, Mara Cardeal,
Marcelo Pedroso Goulart, Maria Cecília C. Aranha Lima, Maria
Cecília Ziliotto, Maria Cristina de Barros Carvalho, Maria Cristina
S.M. Capobianco, Maria Machado Malta Campos, Marlova
Jovchelovitch Noleto, Marta Silva Campos, Melanie Farkas, Munir
Cury, Newton A. Paciulli Bryan, Norma Jorge Kyriakos, Oris de
Oliveira, Pedro Dallari, Rachel Gevertz, Ronald Kapaz, Rosa Lúcia
Moysés, Ruth Rocha, Sandra Juliana Sinicco, Sílvia Gomara Daffre,
Tatiana Belinky, Valdemar de Oliveira Neto e Vital Didonet
SECRETARIA EXECUTIVASECRETARIA EXECUTIVASECRETARIA EXECUTIVASECRETARIA EXECUTIVASECRETARIA EXECUTIVA
Gerente Executiva Operacional: Ely Harasawa
Gerente Executivo de Relacionamento: Luis Vieira Rocha
Área Administrativo-Financeira: Victor Alcântara da Graça
Área de Comunicação: Ricardo Prado
Área de Informação: Walter Meyer Karl
Área de Mobilização e Políticas Públicas: Itamar Batista Gonçalves
Área de Captação de Recursos: Lygia Fontanella-Deadman
Área de Planejamento e Avaliação: José Cláudio Barros
Assessoria da Presidência: Ana Maria Wilheim
BIBLIOTECA VIVA: FAZENDO HISTÓRIA COM LIVROS E LEITURASBIBLIOTECA VIVA: FAZENDO HISTÓRIA COM LIVROS E LEITURASBIBLIOTECA VIVA: FAZENDO HISTÓRIA COM LIVROS E LEITURASBIBLIOTECA VIVA: FAZENDO HISTÓRIA COM LIVROS E LEITURASBIBLIOTECA VIVA: FAZENDO HISTÓRIA COM LIVROS E LEITURAS
A presente publicação foi concebida pela equipe do Programa
Biblioteca Viva, parceria da Fundação Abrinq e Citigroup.
Coordenação: Ely Harasawa
Parceria técnica: A Cor da Letra
Equipe A Cor da Letra: Cíntia Carvalho, Márcia Wada, Patrícia
Bohrer Pereira Leite, Amanda Leal de Oliveira, Alcione Ribeiro
O projeto Biblioteca Viva teve, desde a sua criação, a colaboração
voluntária de muitos profissionais. Todos contribuíram com a
implantação do projeto, com novas idéias e aprendizados. Além
destas pessoas, que seriam muitas para citarmos aqui,
gostaríamos de agradecer, principalmente, aos que fizeram parte
da equipe técnica do projeto, formando mediadores, elaborando
textos e documentando:
 \u2022 Lia Zatz (de 1994 a 1997)
 \u2022 Maria da Graça Segolin (de 1994 a 1996)
 \u2022 Marlene Goldenstein (de 1995 a 1997)
 \u2022 Ilan Brenman (de 1998 a 2002)
 \u2022 Tatiana Wexler (de 1999 a 2003)
 \u2022 Claudia de Lima Brandão (de 2000 a 2001)
 \u2022 Silvia Meireles (de 2000 a 2003)
 \u2022 Angélica Paulilo Ferroni (de 2001 a 2004)
 \u2022 Paola Oveermer Lemos (de 2001 a 2004)
Texto: Cíntia Carvalho, Márcia Wada, Patrícia Bohrer Pereira Leite,
Michiko S. de Carvalho e Harue Ohara Avritscher
Edição: Ricardo Prado e Fernanda Favaro (Área de Comunicação
da Fundação Abrinq)
Revisão: Renato Potenza Rodrigues
Fotos: Arquivo do Projeto Biblioteca Viva, Jonathan Nóbrega,
Tatiana Wexler
Projeto Gráfico: Rogério Alberini
Impressão: Margraf
5
Apresentação
O escritor e professor emérito da Unicamp Rubem Alves costuma dizer em suas conferências
para professores que a educação teria completado sua missão se conseguisse despertar o prazer de
ler nas crianças. E faz um adendo que, em geral, provoca incômodos na platéia: \u201cInfelizmente, a
escola estraga o gosto pela leitura\u201d. Isso porque, segundo suas palavras, \u201ca leitura deveria ser uma
coisa solta, vagabunda, sem ter de fazer relatório\u201d. Tanto que o escritor tem aconselhado prefeituras
a criarem \u201cconcertos de leitura, como existem os de piano\u201d, que não tivessem outro intuito senão o
de entreter os sentidos e atiçar a imaginação \u2013 algo que os bons textos são capazes de fazer.
Pois o Programa Biblioteca Viva da Fundação Abrinq, que teve o patrocínio do Banco Citibank e
a execução do Centro de Estudos, Pesquisa e Assessoria A Cor da Letra, procura atender a essa
reflexão. Desde sua criação, em 1994, por um grupo de escritores de literatura infanto-juvenil, essa
iniciativa buscou abrir as portas da consciência de crianças, adolescentes e educadores para as
infinitas possibilidades que o prazer da leitura desperta. Possibilidades de conhecer outros lugares,
de mergulhar no íntimo das pessoas, de presenciar como nasce uma paixão ou como um esperto
detetive monta um quebra-cabeça a partir de poucas pistas.
Mas para que esse intento pedagógico seja alcançado é aconselhável que possamos aprender as
lições de quem tomou a iniciativa de espalhar livros em espaços tão variados como parques
públicos, creches ou abrigos para adolescentes que entraram em conflito com a lei. Da experiência
de uma década do Programa Biblioteca Viva nasceram muitas aprendizagens, que aqui se
encontram sistematizadas, seja na forma de reflexão, seja em depoimentos.
A Fundação Abrinq pretende, com esta publicação, partilhar esses saberes adquiridos com a
experiência do Biblioteca Viva com quem acredita, como nós, que a leitura é essencial para apurar
nossa \u201cleitura do mundo\u201d, que viver em um mundo sem livros não teria a menor graça e que quem
ainda não sabe disso precisa abrir os olhos. Ou melhor, os livros...
Rubens Naves
Diretor-presidente da Fundação Abrinq
6
7
Índice
Introdução ................................................................................................................................................................ 9
Parte I: Os espaços da leitura ............................................................................................................................ 15
Parte II: Embasamento teórico ......................................................................................................................... 31
Parte III: Como implantar o projeto em sua instituição ............................................................................ 67
Bibliografia da publicação ................................................................................................................................... 96
Sugestão de bibliografia...................................................................................................................................... 99
Sugestão de acervo de literatura ....................................................................................................................