A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
34 pág.
Aula_05.ppt

Pré-visualização | Página 1 de 3

CONTABILIDADE INTERNACIONAL
Aula 5 – Imobilizado (IAS 16), Leasing (IAS 17)
Prof. Nylvandir LIBERATO
Tema da Apresentação
Imobilizado (IAS 16), Leasing (IAS 17) – AULA 5
CONTABILIDADE INTERNACIONAL
Prof. Nylvandir LIBERATO
Nesta aula veremos: 
Como o IAS 17 normatiza o registro contábil e a divulgação de operações relacionadas ao arrendamento mercantil; 
Por que esta norma deve ser adotada pelos arrendadores e pelos arrendatários em sua plenitude;
Como adotar a norma IAS 16 e estabelecer os procedimentos contábeis para os itens do ativo imobilizado.
Tema da Apresentação
Imobilizado (IAS 16), Leasing (IAS 17) – AULA 5
CONTABILIDADE INTERNACIONAL
Prof. Nylvandir LIBERATO
Introdução
 O IAS 16 apresenta os principais procedimentos contábeis para os itens do ativo imobilizado para que os usuários reconheçam a informação e possam compreender os investimentos da entidade, bem como suas variações.
É preciso entender que no país existem as normas das agências reguladoras nacionais e como diferem das regras internacionais expostas no IAS 17.
 
Tema da Apresentação
Imobilizado (IAS 16), Leasing (IAS 17) – AULA 5
CONTABILIDADE INTERNACIONAL
Prof. Nylvandir LIBERATO
Introdução
 A legislação tributária possui grande influência sobre a matéria de arrendamento mercantil no Brasil, é preciso conhecer os principais aspectos dos dois tipos de leasing existentes no país: o financeiro e o operacional e as divergências que eles apresentam do padrão apresentado pelo IASB. 
 
Tema da Apresentação
Imobilizado (IAS 16), Leasing (IAS 17) – AULA 5
CONTABILIDADE INTERNACIONAL
Prof. Nylvandir LIBERATO
IAS 16 – Imobilizado
 Responsável por regulamentar os procedimentos contábeis para o imobilizado, possibilitando a compreensão da informação acerca do ativo fixo pelos usuários da informação contábil;
As principais características da norma relacionam-se ao reconhecimento, tratamento, tratamento dos custos iniciais e subsequentes, bem como o cálculo da depreciação e perdas por impairment. 
 
Tema da Apresentação
Imobilizado (IAS 16), Leasing (IAS 17) – AULA 5
CONTABILIDADE INTERNACIONAL
Prof. Nylvandir LIBERATO
IAS 16 – Imobilizado
 As orientações do IAS 16 são aplicáveis a todo imobilizado, exceto a:
Aqueles classificados como mantidos para a venda de acordo com o IFRS 5;
Ativos biológicos de acordo com o IAS 41;
Aos direitos de exploração mineral, reservas minerais e semelhantes de acordo com a IFRS 6.
 
Tema da Apresentação
Imobilizado (IAS 16), Leasing (IAS 17) – AULA 5
CONTABILIDADE INTERNACIONAL
Prof. Nylvandir LIBERATO
Terminologias empregadas
Tema da Apresentação
Imobilizado (IAS 16), Leasing (IAS 17) – AULA 5
CONTABILIDADE INTERNACIONAL
Prof. Nylvandir LIBERATO
Terminologias empregadas
Tema da Apresentação
Imobilizado (IAS 16), Leasing (IAS 17) – AULA 5
CONTABILIDADE INTERNACIONAL
Prof. Nylvandir LIBERATO
Reconhecimento de um ativo imobilizado
 Um ativo deve ser reconhecido quando forem prováveis os benefícios econômicos futuros associados que fluirão para a entidade, e os custos desse ativo puderem ser confiavelmente mensurados. 
não há valor para que os ativos sejam reconhecidos como imobilizados;
porém a norma permite que a empresa agregue itens insignificantes individualmente, para que seja aplicado o critério do reconhecimento aos itens agregados.
 
Tema da Apresentação
Imobilizado (IAS 16), Leasing (IAS 17) – AULA 5
CONTABILIDADE INTERNACIONAL
Prof. Nylvandir LIBERATO
Reconhecimento de um ativo imobilizado
 Para classificação no passivo, não são consideradas as peças de reposição e manutenção contabilizadas como despesa, porém no caso de peças para reposição sobressalentes e que a empresa pretende usar em mais de um período ou que tenham conexão como o ativo fixo, deverão ser consideradas imobilizado.
A aquisição de equipamentos que possam ajudar no caso de segurança ou questões ambientais não aumentam os benefícios econômicos do imobilizado, porém podem aumentar os benefícios futuros que a empresa não teria sem a sua aquisição.
 
Tema da Apresentação
Imobilizado (IAS 16), Leasing (IAS 17) – AULA 5
CONTABILIDADE INTERNACIONAL
Prof. Nylvandir LIBERATO
Reconhecimento do ativo imobilizado: Custo de Aquisição
 O registro inicial deve ser efetuado ao custo de aquisição, considerando:
Preço de compra, incluindo impostos de importação e outros não recuperáveis, bem como a exclusão de descontos comerciais e o reembolso;
Frete para colocar o ativo no local de operação;
Estimativas para desmontar, remover e restaurar o local de instalação do ativo sem obrigação gerada na aquisição do ativo.
 
A troca de um ativo não monetário ou a combinação de ativos monetários e não monetários, o ativo adquirido deve ser mensurado pelo valor justo.
Tema da Apresentação
Imobilizado (IAS 16), Leasing (IAS 17) – AULA 5
CONTABILIDADE INTERNACIONAL
Prof. Nylvandir LIBERATO
Reconhecimento do ativo imobilizado: Custo de Aquisição
 Além disso, são considerados como custos diretamente ligados ao imobilizado e que deverão compor valor de aquisição dos ativos daquele grupo:
Benefícios a empregados;
Custos de preparação do local;
Custos de testes;
Custos de empréstimos;
Honorários profissionais.
 
A diferença entre o valor à vista e o valor pago deverá ser reconhecida como despesa financeira
Tema da Apresentação
Imobilizado (IAS 16), Leasing (IAS 17) – AULA 5
CONTABILIDADE INTERNACIONAL
Prof. Nylvandir LIBERATO
Reconhecimento do ativo imobilizado: Custo de Aquisição
 Não são exemplos de valores que devem ser incorporados
Despesas pré-operacionais;
Introdução de um novo produto ou serviço;
Promocionais ou de propaganda;
Mudança para uma nova localização ou nova classe de clientes;
Gerais e administrativas;
Ociosidade;
De realocar ou reorganizar parte ou todas as operações da empresa;
Perdas operacionais.
 
Tema da Apresentação
Imobilizado (IAS 16), Leasing (IAS 17) – AULA 5
CONTABILIDADE INTERNACIONAL
Prof. Nylvandir LIBERATO
Modelo de reavaliação
 Após o reconhecimento inicial, o ativo pode ser mensurado pelo modelo do custo ou ainda o modelo da reavaliação, sendo que, o modelo selecionado a empresa deverá ser aplicado a toda classe de ativo, com itens semelhantes, como por exemplo, terrenos, máquinas, aeronaves, móveis e utensílios entre outros de natureza comum.
  
Tema da Apresentação
Imobilizado (IAS 16), Leasing (IAS 17) – AULA 5
CONTABILIDADE INTERNACIONAL
Prof. Nylvandir LIBERATO
Modelo de reavaliação
 O modelo de custo é aquele em que o ativo é mantido ao valor de custo menos a depreciação além das perdas por impairment reconhecidas;
No modelo de reavaliação o ativo é mantido ao valor reavaliado, ou seja, o valor justo menos a depreciação acumulada e as perdas por impairment reconhecidas. 
  
Tema da Apresentação
Imobilizado (IAS 16), Leasing (IAS 17) – AULA 5
CONTABILIDADE INTERNACIONAL
Prof. Nylvandir LIBERATO
Modelo de reavaliação
 O valor justo pode ser definido, no caso de não haver embasamentos para sua definição, como base de mercado;
Na contabilização da reavaliação, a depreciação acumulada deve ser restabelecida proporcionalmente de forma que o valor do ativo, menos a depreciação acumulada, na data da reavaliação, iguale-se ao valor reavaliado e ser eliminada contra o valor contábil bruto do ativo.
  
Tema da Apresentação
Imobilizado (IAS 16), Leasing (IAS 17) – AULA 5
CONTABILIDADE INTERNACIONAL
Prof. Nylvandir LIBERATO
IAS 17 – Arrendamento (Leasing)
Normatiza o registro contábil e a divulgação de operações relacionadas a arrendamento mercantil. Esta norma deve ser seguida tanto por arrendadores quanto por arrendatários em sua completude.
Devido a grande influência do fisco, as empresas no Brasil, terminam por divergir das normas internacionais emanadas pelo IASB.
 
Tema da Apresentação
Imobilizado (IAS 16), Leasing