A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
11 pág.
apostila principal de introducao massoterapia

Pré-visualização | Página 1 de 6

ESCOLA DE MASSOTERAPIA SOGAB www.sogab.com.br 
Apostila Principal de Introdução à Massoterapia 
Prof.ª Roberta Merino Masina Roberta@sogab.com.br 
Prof.ª Keli Steffler keli@sogab.com.br 
1 
 
Apostila Principal de Introdução à Massoterapia 
 
A massagem consiste em um conjunto de manipulações, de movimentos leves ou com maior pressão, de 
acordo com a necessidade e objetivo desejado. Ela é utilizada para fins de prevenção e restauração do estado físico 
ou melhoramento estético, utilizada também em atletas antes e após a competição. Pode ser corporal e facial. A 
massagem deve ser realizada com cuidados, respeitando estruturas como a pele, vasos arteriais, venosos e 
linfáticos, e não deve provocar hematomas ou dor. 
As manipulações de massagem movimentam e ativam sistema muscular, nervoso e circulatório. Estimulam 
uma melhor nutrição dos tecidos e eliminação de toxinas, levando ao paciente um estado de bem estar e 
relaxamento. 
A massagem relaxante é uma terapia que tem sido bastante evidenciada como um artifício para o resgate 
do equilíbrio físico e psicológico. Através do toque suave a harmonioso do terapeuta, ela promove o auto-
conhecimento do paciente, resgatando sua auto-estima e auto-cuidado. É um momento de amplo relaxamento, alivia 
tensões físicas ocasionadas por má postura, sedentarismo e tensões do dia a dia. Durante a sessão o terapeuta 
induz o paciente ao silêncio, atenção ao seu próprio corpo e juntamente com o acompanhamento de música suave, 
ambiente tranqüilo e confortável o paciente terá um momento de profunda calma e descontração. 
Para que os benefícios da massoterapia sejam alcançados é importante que o profissional massoterapêuta 
detenha o conhecimento e acredite na técnica empregada. 
 
I) Histórico da Massoterapia 
 
A massagem no oriente já era conhecida antes de surgir a escrita, por seu valioso recurso natural e como 
meio de conservar a beleza e a saúde do corpo, mesmo sem os conhecimentos de anatomia e fisiologia humanos. 
Hipócrates, 460 a 370 a.C, pai da medicina na Grécia antiga, já indicava a massagem como recurso 
terapêutico quando bem aplicada. 
Abandonada por séculos, por tabus religiosos e perseguições, em 1510, Ambroise Parré foi o primeiro 
médico a escrever sobre massagem. Desde então a massagem voltou a ser usada, nos séculos XVI à XIX. 
No século XIX, surge o pai da ginástica sueca, Peter H. Ling, que a utilizou no desporto, no Instituto de 
Ginástica de Estocolmo, e observou seu valor como terapia de apoio. 
A partir de então a massagem foi difundida amplamente. 
 
II) Tipos de Massagem 
 
 Massagem oriental: Tuiná, Shiatsu, Do-In, Shantala, Ayurvédica, etc. 
 Massagem Ocidental: dividida em quatro grupos: 
1) Relaxante: massagem geral visa bem estar e relaxamente físico e psicológico. 
2) Terapêutica: massagem específica para tratamento de transtornos músculos esqueléticos, circulatórios, 
etc. (requer prescrição médica). 
3) Desportiva: Aplicada à atletas e desportistas, tem efeitos estimulantes (antes da competição), 
calmantes e desintoxicantes (após a competição). 
4) Estética: tem finalidades higiênicas, relaxantes e preventivas. Trata de manter a saúde e 
embelezamento das formas corporais. 
 
III) Requisitos para Massoterapia 
 
Autopreparação 
O profissional deve começar a preparação de si mesmo bem antes do contato com o modelo/paciente. 
Atenção com a aparência pessoal, higiene e manicure são importantes. Como o contato irá ocorrer inevitavelmente, 
o profissional deve usar roupa protetora que é lavada facilmente e que permite liberdade de movimento enquanto 
mantém a decência. Cabelos longos devem ser presos para que não entrem em contato com o indivíduo e, da 
mesma maneira, colares ou outros adereços que possam balançar devem ser retirados assim como o relógio de 
ESCOLA DE MASSOTERAPIA SOGAB www.sogab.com.br 
Apostila Principal de Introdução à Massoterapia 
Prof.ª Roberta Merino Masina Roberta@sogab.com.br 
Prof.ª Keli Steffler keli@sogab.com.br 
2 
 
pulso. Anéis devem ser tirados já que podem causar desconforto para o profissional quando realizar algumas 
manipulações e para o modelo/paciente durante a maioria das manipulações. Alianças estreitas podem ser uma 
exceção a essa regra – desde que não cause desconforto a ninguém. Mãos bem-cuidadas e macias com unhas 
curtas e limpas são essenciais. 
A limpeza é importante, portanto lave as mãos antes e depois de cada tratamento. Mantenha as mãos 
quentes sempre usando água quente para lavá-las, e manter as mãos cobertas quando estiver na rua no frio 
também ajuda. 
A amplitude de movimento de todas as articulações do antebraço e mãos deve ser completa. Se você tem 
mãos rígidas, faça uma série de exercícios de alongamento visando aumentar sua amplitude de movimento mais 
importantes são: 
- Completa abdução/extensão do polegar para dar uma garra ampla – um palmo. 
- Flexão e extensão dos punhos 
- Pronação e supinação completas das articulações rádio-ulnares. 
 
Relaxamento 
O contato da mão relaxada é o contato no qual a mão ajusta-se ao contorno do segmento. A posição de 
repouso natural da mão humana é com os dedos e o polegar um pouco afastados e muito levemente flexionados em 
cada articulação e pode ser facilmente ajustada para permitir contato com segmentos corporais de qualquer 
tamanho. O movimento coordenado e integrado de seu corpo é essencial para o desempenho confortável e 
prolongado das manipulações de massagem sem fadiga e estresse físico no profissional. 
 
O Ambiente 
A área de tratamento deve ser bem aquecida e ventilada, mas não com corrente de ar. Cuidados de higiene 
e biossegurança devem ser preservados. 
A maca de altura ajustável é mais útil, do tipo que tem um mecanismo de elevação em cada extremidade e 
uma seção removível para acomodar o nariz quando o modelo/paciente está deitado em prono. A cama deve ser 
coberta com um cobertor se ela for feita de material “frio”, com um lençol de algodão no topo. 
 Não deve ser um ambiente carregado de objetos e enfeites, pois além de darem um aspecto carregado 
ao ambiente, dificultam a higienização do local. Aromatizadores de ambientes como incensos e sprays devem 
respeitar o gosto do paciente, pois não são todas as pessoas que os apreciam. 
 Música calma e relaxante complementam satisfatoriamente um ambiente propício ao relaxamento. 
 
 Palpação e Desenvolvimento da Percepção Sensorial 
A palpação é uma habilidade adquirida pela prática. Ela requer que suas mãos estejam relaxadas, em 
contato firme, porém confortáveis e cientes do que está sob elas. O termo mãos pensantes implica que sua mente 
está imaginando as estruturas que suas mãos estão sentindo e está pronta para identificar a estrutura e informar 
sobre as alterações do estado da estrutura. 
 
Exame de Segmento 
Antes de realizar a massagem em um modelo ou em um paciente que você irá tratar, você deve examinar a 
parte na qual vai trabalhar. No caso de um paciente, você, é claro, realizou exame e avaliação completos para que 
fique ciente dos problemas que o paciente apresenta. 
Trabalhando sobre um modelo ou paciente, ajustando-o como descrito anteriormente, você deve agora 
examinar a parte que deseja massagear: 
- Olhe para o estado da pele observando secura, oleosidade, umidade, pilosidade e integridade assim você 
observa equimoses, abrasões e lacerações. Olhe também o estado dos tecidos subcutâneos, se há edema ou 
excesso de vermelhidão. 
- Sinta: Corra sua mão ao longo da extensão da parte em cada aspecto. Pense enquanto você faz isso e 
observe não só a temperatura de cada área, o grau de tensão muscular e a postura articular, mas também qualquer 
retração à medida que áreas dolorosas ou sensíveis são tocadas. Faça observações mentais para que as áreas de 
problema possam ser abordadas