Logistica Internacional - Logística Internacional. Movimentação de mercadorias. Modais de transportes.
12 pág.

Logistica Internacional - Logística Internacional. Movimentação de mercadorias. Modais de transportes.

Pré-visualização4 páginas
\ufffd\ufffd\ufffd\ufffd
\ufffd PAGE \* MERGEFORMAT \ufffd12\ufffd
LOGÍSTICA INTERNACIONAL
COMÉRCIO EXTERIOR BRASILEIRO E MODAIS DE TRANSPORTE
Cristiano Motta, Suelen Scarsi Minatto¹
Tutor Externo Willians Rossa²
	
RESUMO
A logística internacional é primordial para o desenvolvimento e crescimento das operações do comércio exterior. Diante disso, serão abordados neste trabalho, pontos muito relevantes relacionados à logística internacional. Deste modo, todo desenvolvimento foi embasado na definição de logística internacional, tendo como foco o papel e a importância da mesma para o comercio exterior. Ainda, tem-se como foco também a estrutura do comercio exterior brasileiro, enfatizando a logística portuária e aduaneira, bem como a movimentação de mercadorias. E por último, foram abordados os tipos de modais de transportes utilizados e suas vantagens e desvantagens. 
Palavras-chave: Logística Internacional. Movimentação de mercadorias. Modais de transportes.
1. INTRODUÇÃO
Num mercado cada vez mais competitivo, a logística internacional vem sendo um diferencial para ter evolução e crescimento nos negócios empresariais. E, ainda, para as empresas que buscam este diferencial, conseguem abranger um maior publico, e, por fim acabam tendo uma maior lucratividade.
Contudo, há vários fatores que influenciam para uma logística de sucesso, dentre eles, tem-se a modalidade de transporte, pois este fator é um dos principais fatores que influenciarão no custo da operacionalização, tornando-a viável ou inviável as operações de compra e venda internacional, gerando lucros ou prejuízos para as organizações. 
Diante disso, abordaremos sobre a logística internacional, bem como seu papel e a importância para o comercio exterior. Após será abordado sobre a estrutura do comércio exterior brasileiro e por fim será abordado sobre a movimentação de cargas e modais de transportes.
2. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA
2.1. LOGÍSTICA INTERNACIONAL
A logística tem como principal função fazer com que as mercadorias cheguem aos clientes no menor tempo e com o custo mais baixo possível. No entanto, deve-se estar atento a toda cadeia de fornecimento para obter sucesso. Para a logística de maneira geral, sua função principal vai muito além do que apenas transportar uma mercadoria, tornando-se necessário criar planejamentos organizacionais.
NUNES define logística como:
Logística é o processo de planejar, implementar e controlar os fluxos de produtos ou serviços, de informações e financeiro, desde a obtenção das matérias-primas, passando pela fabricação e satisfazendo os clientes em suas necessidades de tipo, tempo e lugar, através da distribuição adequada, com custos, recursos e tempos mínimos (NUNES, 2001, p. 56)
Desta forma, na logística internacional, devem ser levados em conta todos esses aspectos também e ainda devem ser acrescidos outros pontos de atenção, visto que envolve transporte interno e externo, há envolvimento de trâmites burocráticos para importação ou exportação de mercadorias, e ainda, faz-se necessário ter o controle e monitoramento de todo o percurso em que a mercadoria percorrerá.
WERNECK define logística internacional como:
A operação logística realizada internacionalmente funciona exatamente como transportes feitos nacionalmente, tratando-se de procedimentos de qualidade, pois se deve assegurar a entrega em perfeitas condições ao comprador, as fases de embalagem, movimentação e as demais fases do processo são as mesmas, porém utiliza-se de outros artifícios para que o transporte internacional aconteça (WERNECK, 2013).
Assim sendo, pode-se dizer que, a logística internacional tem como principal objetivo organizar as ações que ocorrem fora da empresa, a fim de melhorar a relação com os clientes, tornando-a mais eficiente e com maior margem de lucratividade para as organizações. 
2.1.1 QUAL O PAPEL DA LOGÍSTICA INTERNACIONAL E SUA IMPORTÂNCIA PARA O COMÉRCIO EXTERIOR
	A logística internacional é um elo essencial para que ocorra o crescimento do comércio exterior. Todavia, as empresas precisam estar sempre com um diferencial competitivo para se destacar no cenário mercadológico. Entretanto, ter a logística internacional aplicado a empresa, permite com que a mesma faça negociações internacionais e assim realize venda de produtos, permitindo assim, a exportação de produtos para fora do país.
Segundo Cunha:
A logística internacional é uma ferramenta imprescindível para a expansão do comércio exterior mundial, uma vez que pode ser utilizada estrategicamente como um diferencial competitivo nas negociações internacionais, e não somente como um mero instrumento operacional.(CUNHA, 2013)
Pela mesma razão, é de suma importância que a empresa ao optar por aplicar a logística internacional como seu diferencial, entenda primeiramente como funciona a logística de seu país, pois isso permitirá com que ela analise e crie estratégias para lidar com as dificuldades a que virá encontrar em negociações internacionais.
Nesse sentido, fazer com que toda operação da logística internacional aconteça com eficácia é papel fundamental para obter a credibilidade com os parceiros/clientes, desta forma, isso permitirá uma maior expansão nas operações de comércio exterior (importação e exportação), permitindo-se assim haver uma maior flexibilidade nas negociações, tanto de preço, como de prazos.
	Desta forma, é evidente a importância que a logística internacional trás para o crescimento de uma empresa, pois ajuda a aumentar a lucratividade, visto que todo este processo faz com que a empresa tenha uma organização mais eficiente, a qual permitirá redução de erros e também fará com que o processo aconteça num intervalo de tempo reduzido.
	Nota-se que logística internacional tem papel fundamental nas operações de comércio exterior, e que, com a crise em que vivemos atualmente, muitas empresas estão tendo como \u201calternativa\u201d a exportação de seus produtos para outros países, visto que está sendo uma das maneiras para melhorar esta situação, mesmo que tenha custo maior de impostos/taxas aduaneiras imediatos.
Segundo LOPEZ:
Do ponto de vista da economia nacional, o principal motivo para exportar é obter recursos para pagamento das importações necessárias à sua vida econômica. Ao exportar, além de o país obter divisas, alcança maior produtividade, com retorno imediato para o próprio mercado internacional, em termos de preço e qualidade, e gera novos empregos. (LOPEZ, 2000, p.16)
	Desta forma, é primordial que as empresas tenham um olhar diferenciado em seus processos logísticos, vistos que é necessário ter algum diferencial para se tornar cada vez mais competitivo no mercado de trabalho.
Para MENDONÇA e KEEDI:
O comércio exterior é a atividade de compra, troca e venda de bens e serviços, bem como a circulação de capitais entre países. Nesta atividade estão inseridos todos os seres humanos, isoladamente ou através de empresas, associações, países, ou qualquer outra forma em que se possa empregá-la e praticá-la, representando maior ou menor importância no contexto da economia de um país. O comércio exterior é, sem dúvida, um diferencial na relação entre os povos, já que sua concretização traz benefícios àqueles que os praticam. (MENDONÇA e KEEDI,1997, p.21)
	Assim, para obter-se um grande crescimento nas operações de comercio exterior, é necessária uma visão ampla do negócio, não apenas ter a visão do transporte. É preciso ir além, visto que a logística internacional é uma área bem abrangente e com tamanha complexidade.
	Portanto, para alcançar o sucesso nas operações de comercio exterior, é necessário que alguns fatores sejam analisados na logística internacional, como por exemplo, ter uma relação afinada e clara com os clientes, monitorar a movimentação da mercadoria ate a entrega ao cliente final, providenciar despacho aduaneiro, embalar e enviar o material adequadamente conforme cada carga, escolher a melhor modalidade de envio, entre outros.
2.2. COMÉRCIO EXTERIOR