Etiopatogênese das lesões
2 pág.

Etiopatogênese das lesões


DisciplinaPatologia Humana423 materiais3.205 seguidores
Pré-visualização1 página
Provocadas por agressões\u2192
Resultado da lesão/doença depende:\u2192
Intensidade
Tempo de ação
Capacidade de reação do organismo
LESÕES E DOENÇAS
Lesões sem causa conhecida: criptogenética, idiopática\uf0de
Mecanismo das agressões:\uf0de
Redução de oxigênio
Radicais livres
Anormalidades (DNA e proteínas)
Resposta imune
Transtornos metabólicos
Hipóxia - pouco oxigênio\u2192
Anóxia - nenhum oxigênio\u2192
Isquemia - fluxo sanguíneo cortado ou diminuído\u2192
Dependendo da intensidade e duração: degeneração/morte celular\u2192
Células procuram se adaptar (proteínas de adaptação)\u2192
Proteínas de adaptação faz com que as células diminuam seu metabolismo\u2192
Hipóxia Transitória:\uf0de
Pouco tempo sem perfusão (alguns minutos)\u2192
Torna as células mais resistentes\u2192
Expressam proteínas de adaptação \u2192
Hipóxia muito longa:\uf0de
Reperfusão rápida demais agrava a lesão\u2192
As células começam a morrer por falta de oxigenação\u2192
Resposta Imunitária\uf0de
Mecanismo de defesa mais importante\u2192
Reparo das lesões\u2192
Morfologicamente:
Manifesta-se pela reação inflamatória\u2192
Principais alvos: agentes infecciosos, moléculas endógenas alteradas ou 
expressadas de forma errada pelo DNA
\u2192
Resposta imune alterada: ataca tecidos/órgão saudáveis\u2192
Agentes Físicos\uf0de
1.
Lesões traumáticas, abrasão, laceração, contusão, corte, perfuração, 
fratura.
\u2192
Todos os agentes de força mecânica vão desenvolver uma inflamação\u2192
Força mecânica
2.
Suportamos melhor o aumento da pressão que sua diminuição\u2192
Síndrome da descompressão (mergulhadores)\u2192
\u2192 Descompressão rápida demais causa entupimento de vasos sanguíneos, no 
coração causa infarto, no pulmão causa problemas e morte 
Variações da pressão atmosférica
Interrupção da chegada de 
oxigênio no tecido
\u2192
Vai existir hipóxia ou anóxia, 
porque é o sangue que leva o 
oxigênio para as células
\u2192
Isquemia
Na síndrome da descompressão os gases que
Ficam dissolvidos no plasma retornam a sua 
forma de gás quando há variação brusca da 
pressão. Isso faz com que eles se tornem 
gases dentro do organismo, causando sérias 
complicações.
Etiopatogênese das lesões
quinta-feira, 23 de agosto de 2018
10:57
 Página 1 de Patologia 
3.
\u2192 Mudança de altitude causa algumas dificuldades 
\u2192 Sem risco de embolia
\u2192 Indivíduo não adaptado tem dificuldade de respirar
Indivíduo adaptado não tem dificuldades em respirar\u2192
\u2192 A adaptação às grandes altitudes nada mais é que a produção de mais 
hemácias para transportar o oxigênio de maneira mais eficiente
\u2192 Aumento do hematócrito (quantidade de hemácias circulantes)
Efeitos de grandes altitudes
4.
\u2192 Explosão
\u2192 Lesa principalmente os órgãos ocos (estômago, pulmão)
\u2192 O ar dos órgãos ocos também é deslocado e pode acontecer do órgão 
estourar
\u2192 Lesão por deslocamento abrupto do ar, água ou corpo sólido
Variações súbitas de pressão
5.
Organismo suporta melhor a diminuição da temperatura que o aumento\u2192
Frio:\uf0de
\u2192 Local: hipóxia, vasoconstrição, diminuição da circulação naquele local
\u2192 Sistêmico: hipotermia (temp. abaixo de 35°C)
\u2192 Em situações de frio extremo o corpo concentra o calor nos órgãos do 
tronco, nesse momento as extremidades corporais não são vitais.
Calor\uf0de
\u2192 Local: queimaduras e choques 
\u2192 Sistêmico: hipertermia (acima e 40°C)
Calor muito intenso mata as células \u2192
Trabalhar em locais muito quentes\u2192
Fazer exercícios num dia muito quente\u2192
Variação de temperatura
6) Corrente Elétrica
\u2192 As lesões podem ser muito diferentes
\u2192 Correntes alternadas tem um potencial lesivo maior
Duração do choque também influencia na lesão (quanto maior o tempo 
pior será a lesão)
\u2192
Fulguração - pessoa vive após receber a corrente de um raio\u2192
Fulminação - pessoa morre após receber a corrente de um raio\u2192
7) Radiação
\u2192 Luz solar: amplo espectro de radiação 
\u2192 Raios UVA e UVB: causam lesões agudas e crônicas 
\u2192 UVC: absorvidos na camada de ozônio
Lesões agudas: hipertermia e insolação (causadas por radiação 
infravermelha)
\u2192
\u2192 Lesões crônicas: envelhecimento acelerado e lesões proliferativas -
neoplasias
Lesões crônicas aparecem por exposição contínua ao sol\u2192
Os raios que causam o envelhecimento também causam o câncer.\u2192
Som8)
\u2192 Ruídos fortes e altos lesam as células ciliadas
\u2192 Perda da acuidade auditiva
Som muito forte e intenso faz as células ciliadas perderem a capacidade 
de vibrar
\u2192
\u2192 Perda da acuidade auditiva pode evoluir para a perda auditiva
Causam hipertermia
Choque hipovolêmico nas 
queimaduras faz a água do sangue 
evaporar e assim diminui o volume 
do sangue
 Página 2 de Patologia