Conferência de Notas Fiscais ICMS
133 pág.

Conferência de Notas Fiscais ICMS


DisciplinaProjetos de Incentivos Fiscais2 materiais14 seguidores
Pré-visualização9 páginas
Conferência de Notas Fiscais 
do 
ICMS, IPI e ISS
 
Prof.ª: Marcia Rita Cruz
Janeiro/2018
1
MRCRUZ CONTABILIDADE
Expositor: Marcia Rita Cruz
Programa
1- ICMS
 Noções gerais do ICMS
 Legislação em âmbito Nacional
 Legislação em âmbito Estadual
 Conceito de Contribuinte
 Fato Gerador
MRCRUZ CONTABILIDADE
Expositor: Marcia Rita Cruz
2
Programa
1 - ICMS
 Base de Cálculo
 Alíquotas
 CFOP
 CST
 Documentos Fiscais
MRCRUZ CONTABILIDADE
Expositor: Marcia Rita Cruz
3
Programa
2 \u2013 IPI
 Noções gerais do IPI
 Legislação em âmbito Nacional
 Conceito de Contribuinte
 Não caracterização do fato gerador
 Equiparação a industrial
MRCRUZ CONTABILIDADE
Expositor: Marcia Rita Cruz
4
Programa
2 \u2013 IPI
 Base de cálculo
 Base de cálculo na importação
 Alíquotas
 CST-IPI
 CST-Pis/Cofins
MRCRUZ CONTABILIDADE
Expositor: Marcia Rita Cruz
5
Programa
3 \u2013 ISS
 Noções gerais do ISS
 Legislação em âmbito Nacional
 Legislação em âmbito Municipal
 Fato gerador
 Base de cálculo
 Base de cálculo na importação
 Alíquotas
 CEPOM 
MRCRUZ CONTABILIDADE
Expositor: Marcia Rita Cruz
6
1.1 \u2013 Noções Gerais do ICMS
O ICMS (Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços de Transportes Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação) é um imposto estadual, devido na circulação de mercadoria, ou seja, sem a necessidade de faturamento. Por isso, para que o ICMS seja devido não importa, se a empresa recebe algum dinheiro em troca, mas sim, simplesmente que haja a circulação da mercadoria.
MRCRUZ CONTABILIDADE
Expositor: Marcia Rita Cruz
7
 
Princípios constitucionais aplicáveis ao ICMS
Os Princípios Constitucionais Tributários são elencados na Seção II do Capítulo I do Título VI, \u201cDas Limitações do Poder de Tributar\u201d \u2013 artigos 150 a 152 da Constituição Federal de 1988.
MRCRUZ CONTABILIDADE
8
Expositor: Marcia Rita Cruz
Vejamos a seguir alguns desses princípios:
Legalidade \u2013 Nenhum tributo será instituído, nem aumentado, a não ser por meio de lei
......................................................................
\u201cArt. 150 \u2013 Sem prejuízo de outras garantias asseguradas ao contribuinte, é vedado à União, aos Estados, ao Distrito Federal e aos Municípios:
I - exigir ou aumentar tributo sem lei que o estabeleça;
Anterioridade \u2013 Nenhum tributo será cobrado, em cada exercício financeiro, sem que a lei que o instituiu ou aumentou tenha sido publicada antes do seu início
\u201cArt. 150. Sem prejuízo de outras garantias asseguradas ao contribuinte, é vedado à União, aos Estados, ao Distrito Federal e aos Municípios:
..............................................................
III - cobrar tributos:	
..............................................................
b) no mesmo exercício financeiro em que haja sido publicada a lei que os instituiu ou aumentou\u201d;
..............................................................
Obs. Essa regra não se aplica aos seguintes impostos: II, IE, IPI e IOF, conforme disposto no §1º do art. 153 da CF/88.
Observado a exceção prevista no §1.º do artigo 153
.......................................................................
Art. 153 \u2013 Compete à União instituir impostos sobre:
.......................................................................
§ 1º É facultado ao Poder Executivo, atendidas as condições e os limites estabelecidos em lei, alterar as alíquotas dos impostos enumerados nos incisos I, II, IV e V.
.......................................................................
 I \u2013 Imposto de Importação - II;
II \u2013 Imposto de Exportação \u2013 IE;
IV \u2013 Imposto sobre Produtos Industrializados \u2013 IPI;
V \u2013 Imposto sobre Operações Financeiras \u2013 IOF.
Anterioridade Nonagesimal ou Noventena \u2013 Incluído pela Emenda Constitucional 42/2003. 
Nenhum tributo será cobrado antes de 90 dias da publicação da lei que o instituiu ou majorou.
"Art. 150 - ......................................
III - ....................................
c) antes de decorridos noventa dias da data em que haja sido publicada a lei que os instituiu ou aumentou, observado o disposto na alínea b."
Exemplo : 
Lei 7.508, de 30 de dezembro de 2016
DOE de 30/12/2016
Art. 1º - Ficam alterados os incisos VI, VIII, XX e XXII do art. 14 da Lei nº 2.657, de 26 de dezembro de 1996, que passam a vigorar com as seguintes redações:
\u201cArt.14.(...)
" VI - em operação com energia elétrica:
a) 18% (dezoito por cento) até o consumo de 300 quilowatts/hora mensais;
b) 27% (vinte e sete por cento) quando acima do consumo estabelecido na alínea "a" até o consumo de 450 quilowatts/hora mensais;
c) 28% (vinte e oito por cento) quando acima de 450 quilowatts/hora mensais;
d) 6% (seis por cento) quando utilizada no transporte público eletrificado de passageiros.
(...)
VIII - na prestação de serviços de comunicação: 28%;
(...)
XX - em operação com álcool carburante: 30%;
(...)
(...)
XXII - em operação com cerveja e chope: 18%;
(...)
Art. 5º - Esta Lei entrará em vigor na data de sua publicação, produzindo efeitos após decorridos 90 (noventa) dias da mesma e enquanto perdurar o estado de calamidade pública financeira de que trata a Lei Estadual nº 7483, de 08 de novembro de 2016.
Rio de Janeiro, em 30 de dezembro de 2016.
LUIZ FERNANDO DE SOUZA
Governador
Igualdade ou Isonomia \u2013 É o princípio da isonomia jurídica, ou princípio pelo qual todos são iguais perante a lei.
Art. 150. Sem prejuízo de outras garantias asseguradas ao contribuinte, é vedado à União, aos Estados, ao Distrito Federal e aos Municípios:
I \u2013 (...)
II - instituir tratamento desigual entre contribuintes que se encontrem em situação equivalente, proibida qualquer distinção em razão de ocupação profissional ou função por eles exercida, independentemente da denominação jurídica dos rendimentos, títulos ou direitos;
Capacidade Contributiva \u2013 prevista no §1.º do artigo 145, encontra-se uma disposição sobre a necessidade de respeitar, sempre que possível, a capacidade econômica dos contribuintes, de forma a graduar a carga imposta sobre eles. 
No ICMS, além do regime geral de apuração, que se aplica de maneira uniforme, existem tratamentos especiais para determinados contribuintes.
\u201cArt. 145. (...)
(...)
§ 1º Sempre que possível, os impostos terão caráter pessoal e serão graduados segundo a capacidade econômica do contribuinte, facultado à administração tributária, especialmente para conferir efetividade a esses objetivos, identificar, respeitados os direitos individuais e nos termos da lei, o patrimônio, os rendimentos e as atividades econômicas do contribuinte\u201d.
A Emenda Constitucional 42/03, ao introduzir a previsão de lei complementar para definir tratamento diferenciado e favorecido para as microempresas e empresas de pequeno porte, relativamente ao ICMS e para as contribuições sociais, reafirma este princípio. 
Conceitos relativos ao ICMS
ICMS \u2013 o imposto sobre operações relativas à circulação de mercadorias e sobre prestações de serviços de transporte interestadual, intermunicipal e de comunicação, é de competência dos Estados e do Distrito Federal, ainda que as operações e as prestações se iniciem no exterior. (art.155,II da C.F./88)
Ficando o transporte intramunicipal a cargo dos municípios \u2013 ISS.
 
Alguns Conceitos
1 \u2013 imposto: espécie de tributo, de competência estadual;
2 \u2013 operação: é qualquer negócio jurídico ou ato material, que consiste na imediata realização de vontade, no caso a de promover a circulação da mercadoria;
 
3 \u2013 circulação: é a passagem das mercadorias de uma pessoa (física ou jurídica) para outra;
4 \u2013 mercadoria: mercadoria, todo e qualquer bem móvel, novo ou usado, produto in natura, acabado ou semi-acabado, matéria-prima, produto intermediário, material de embalagem ou de uso e consumo e, ainda, o destinado à utilização em caráter duradouro ou permanente, na instalação, exploração ou equipamento do estabelecimento;