Slides de Aula EAD
45 pág.

Slides de Aula EAD

Pré-visualização3 páginas
Introdução à Educação 
a Distância
Prof. Bruno César
\uf0a7 Conhecer os aspectos sociais, culturais e históricos que estão presentes na 
Educação a Distância, como modalidade de ensino; as diferentes ferramentas
e formas de ensino-aprendizagem, mediadas pelas Tecnologias de Informação 
e Comunicação.
Objetivo geral
\uf0a7 Apresentar as diferenças entre o estudar presencialmente \u2013 prática culturalmente 
consolidada em nossa sociedade e em sistemas educacionais \u2013, como 
desenvolver e produzir conhecimento em ambientes virtuais e digitais, por meio 
de ferramentas e tecnologias de comunicação. 
\uf0a7 Realizar um exercício de autoconhecimento e compreensão da Educação a 
Distância (EaD) das diversas formas de utilizar as ferramentas de estudo 
e comunicação. 
\uf0a7 Descrever algumas das regras e preceitos que envolvem 
o AVA Blackboard (Ambiente Virtual de Aprendizagem), 
bem como estudar e estabelecer vínculos de 
relacionamento com os atores envolvidos no cenário 
educativo da EaD.
Justificativa
Fundamentos da Educação a Distância (EaD):
\uf0a7 o que é Educação a Distância;
\uf0a7 histórico da Educação a Distância; 
\uf0a7 políticas públicas para Educação a Distância no Brasil.
Trajetória a ser trilhada: o que é EaD?
Universidade Paulista e UNIP EaD:
\uf0a7 histórico da Universidade Paulista e UNIP EaD; 
\uf0a7 cursos de Ensino Superior ofertados a distância; 
\uf0a7 Ambiente Virtual de Aprendizagem; 
\uf0a7 atores da Educação a Distância.
Trajetória a ser trilhada: esta é a UNIP EaD!
Ferramentas para estudar virtualmente:
\uf0a7 como escrever, pesquisar e desenvolver atividades na web;
\uf0a7 leituras e análises dos conteúdos digitais; 
\uf0a7 avaliação à autoavaliação da aprendizagem.
Trajetória a ser trilhada: aproveitar o mundo digital 
\uf0a7 Idade Antiga (Grécia e Roma): 
envio de cartas e manuscritos 
que traziam informações pessoais e 
coletivas, transmitindo informações 
científicas e instrução.
\uf0a7 Idade Média (Alemanha): surgimento 
da imprensa e distribuição de conteúdos 
via papel, substituindo os manuscritos.
Educação a Distância: primórdios
Fonte:<https://goo.gl/j36IkI>
\uf0a7 Séculos XIX/XX: cursos livres de formação curta (idiomas, atividades domésticas 
etc.). Uso de cartas para interação.
\uf0a7 Séculos XX/XXI: inserção do rádio (Rádio 
Sociedade do Rio de Janeiro), televisão 
(Telecurso 2000), telefone e... internet.
\uf0a7 Internet: unifica os meios de 
disseminação de informações num 
único suporte (tela digital). O Youtube é um 
exemplo de tutoriais e manuais digitais.
Educação a Distância: primórdios
Fonte: https://goo.gl/hVe7HA
Moore (2008) \u2013 a EaD é dividida em
cinco gerações:
\uf0a7 primeira: comunicação textual estrita 
(correspondência); 
\uf0a7 segunda: rádio e televisão disseminando 
saberes e conteúdos;
\uf0a7 terceira: universidades abertas e treinamentos 
para empresas ou pessoas de uma 
determinada localidade;
Educação a Distância: primórdios
Fonte: https://goo.gl/IRFfqm.
Moore (2008) \u2013 a EaD é dividida em cinco gerações:
\uf0a7 quarta: interação a distância em tempo real, 
usando áudio e videoconferência;
\uf0a7 quinta: o ensino e o aprendizado online, 
em classes e universidades virtuais, baseadas 
em recursos mediáticos. 
Educação a Distância: primórdios
Fonte: http://www e DiY
Fonte: https://goo.gl/hNtydp
A respeito da EaD e a partir dos preceitos de Moore (2008), qual afirmação é 
incorreta? 
a) A primeira geração é marcada pelo uso da correspondência e pela troca de 
textos impressos. 
b) A segunda fase emprega a radiodifusão (rádio e televisão) para disseminar 
saberes e conteúdos.
c) A terceira geração consiste em empregar práticas pedagógicas repetitivas e 
cansativas (\u201ccopiar a lousa\u201d).
d) A quarta fase possibilita a interação a distância em 
tempo real, em cursos de áudio e videoconferência.
e) A quinta etapa consiste em \u201censino e aprendizado 
online\u201d, apoiado em recursos mediáticos (\u201chttp://www\u201d).
Interatividade
Práticas durante o século XX: 
\uf0a7 cursos livres de instituições norte-americanas, 
oferecendo formação técnica em atividades do 
comércio e da indústria; 
\uf0a7 discussões da oferta de cursos de Direito 
(1920 \u2013 SP) e Radiodifusão de conteúdos 
(Roquette-Pinto \u2013 RJ);
\uf0a7 institutos técnicos, como o Universal Brasileiro e 
Monitor (1940/1950 \u2013
São Paulo e Rio de Janeiro).
Educação a Distância no Brasil: é legal?
Fonte: https://goo.gl/81GLNl.
Práticas variadas durante o século XX 
\uf0a7 Surgimento do Programa Nacional de Teleducação (Prontel), pelo Ministério da 
Educação e Cultura (MEC), organizando diversos programas de EaD, no 
território brasileiro.
\uf0a7 Formação continuada de professores, em âmbito público (federal, estadual e 
municipal) e privado, desde os anos 1960/1970. O boom de tais atividades ocorre 
nos anos 1990, em diante.
\uf0a7 Entre 1992 e 1994, o surgimento da Coordenadoria 
Nacional de Educação a Distância (MEC) e do Sistema 
Nacional de Educação a Distância amadurecem um 
plano governamental para implementação da EaD
em nosso país.
Educação a Distância no Brasil: é legal?
Práticas variadas durante o século XXI: 
\uf0a7 A partir de 2004/2005 (dez anos depois), o artigo 80, da LDB, por meio do 
Decreto 5.622/05, legaliza a Educação a Distância como modalidade de ensino. 
\uf0a7 Em 2006, pelo Decreto 5.800/06, o Sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB) 
começa a operar, oferecendo cursos de graduação em todo território brasileiro.
\uf0a7 Nessa mesma década, diversas instituições de ensino 
superior privadas e comunitárias começam a desenvolver 
atividades a distância, dentre elas a Universidade 
Paulista/UNIP EaD.
Educação a Distância no Brasil: é legal?
A UNIP faz parte do Grupo Objetivo, atuante 
nas áreas de Educação e Mídia, em território 
nacional. Assim:
\uf0a7 1972: Instituto Unificado Paulista (IUP), 
como Pedagogia, Comunicação Social 
(Jornalismo), Psicologia e Letras, reconhecidos 
pelo Decreto Federal nº 77.546/76. 
\uf0a7 Anos depois, outros cursos e institutos 
foram autorizados pelo MEC: Instituto de 
Ensino de Engenharia Paulista (IEEP \u2013 1975), 
Instituto de Odontologia Paulista (IOP \u2013 1981).
Universidade Paulista: sua história
Fonte: goo.gl/8jIV03
Fonte: goo.gl/FQeQYQ
\uf0a7 09/11/1988: publicação da Portaria Ministerial 
nº 550, autorizando o funcionamento da UNIP, 
pelos cursos do IUP, IOP e IEEP.
\uf0a7 A UNIP é multicampi, atendendo em 12 unidades 
na cidade de São Paulo. 
\uf0a7 No estado de São Paulo, 14 cidades são atendidas, 
como Sorocaba, Campinas, Ribeirão Preto, 
Araçatuba, Santos, Bauru, São José dos Campos 
e demais localidades. 
\uf0a7 Manaus, Brasília e Goiânia 
são capitais que também 
têm campi da UNIP. 
Universidade Paulista: sua história
Fonte: goo.gl/N5A3dU
O Grupo Objetivo sempre utilizou ferramentas de comunicação a distância:
\uf0a7 as primeiras transmissões foram das aulas 
do Curso Pré-Vestibular Objetivo, para 
diversas unidades paulistas, via satélite;
\uf0a7 posteriormente, a reprodução de palestras e 
eventos, que ocorrem em seus campi, para 
todas as unidades da UNIP (Ciclo de Palestras);
Universidade Paulista: sua história
Fonte: https://goo.gl/f4moH3
\uf0a7 uso da televisão aberta, como Vestibulando e Vestibulando Digital;
\uf0a7 uso de materiais multimídia, como DVDs interativos para o Colégio Objetivo e 
Sistema Objetivo de Ensino;
\uf0a7 produção de jogos interativos, para 
Educação Básica (Colégio Objetivo) e 
Superior (UNIP \u2013 Simuladores de Jogos 
e Brinquedoteca);
Universidade Paulista: sua história
Fonte: https://goo.gl/I6QHBr
\uf0a7 com o conhecimento adquirido e desenvolvido no ambiente digital, houve o 
crescimento do interesse de nosso corpo discente dos conteúdos disponibilizados 
em ambiente digital; 
\uf0a7 assim, houve a necessidade e a 
possibilidade de ampliar