Fichamento  ética protestante e o espírito capitalista (Bem simples)
3 pág.

Fichamento ética protestante e o espírito capitalista (Bem simples)


DisciplinaHistória do Pensamento Econômico1.039 materiais8.747 seguidores
Pré-visualização1 página
Fichamento: ética protestante e o espírito capitalista 
 
O que é o capitalismo 
 
Max Weber traz nesse livro uma visão diferente de Marx sobre o capitalismo. 
Para Weber combater o senso comum, traz primeiramente conceitos do que 
não é o capitalismo. Capitalismo não sinônimo de ambição e cobiças, antes 
mesmos de sociedades serem capitalista já havia esse sentimento entre os 
indivíduos. Para ele é uma forma universal de modernização e racionalização do 
mundo. O capitalismo envolve a busca por lucro mas de uma forma diferente de 
outras épocas, é a busca por um lucro permanente e renovado, numa ação 
cuidadosamente calculada com a utilização de recursos e serviços pessoais e 
balanços da empresa, tendo a percepção que se pararem de buscar o lucro, irão 
falir. Traz também o desenvolvimento de títulos negociáveis, a racionalização da 
especulação, a busca por constante eficiência e produtividade para manter a 
empresa (não visa apenas o lucro) 
 
Para que esse sistema funcione é preciso uma administração complexa, que 
faça balanços racionalizando a busca pelo lucro, analisando o que entra, o que sai, 
usando a contabilidade que para ele é fundamental, administrando a mão de obra, 
que deve ser livre (mão de obra escrava seria menos eficiente), utilização de 
elementos da ciência moderna. Essa combinação dos citados acima seria uma 
forma de racionalizar a economia, o mundo e a busca de lucro. Para ele o 
capitalismo surge a partir do espírito capitalista que tem como a frase \u201ctempo é 
dinheiro\u201d 
 
A sociedade capitalista 
 
A sociedade capitalista é dividida em três classes sociais, quando Weber fala 
em estratificação social existe para ele a sociedade de castas, que é uma 
sociedade em que a posição social que o indivíduo nasce, será ocupada pelo resto 
de sua vida. A sociedade de ordens, a mobilidade social é muito pequena, porém 
chega a existir, por meio de casamento ou bom desempenho na guerra. Nessa 
sociedade a posição social depende dos privilégios, na idade moderna por exemplo 
podia acontecer de um burguês ter mais dinheiro que um nobre, porém o nobre está 
classificado acima do burguês. E as sociedades de classes que é a capitalista, em 
que a posição social depende de sua posição no mercado. 
 
Desenvolvimento da ciência, desencantamento do mundo e a ideia do 
progresso 
 
 Para ficar mais claro esse tópico cabe a utilização de uma citação de Max 
Weber: 
 
\u201cA ciência é uma vocação organizada em disciplinas especiais ao                   
serviço de uma auto clarificação e de um conhecimento de factos                     
inter-relacionados. Não é o dom de graça de adivinhos e profetas que                       
dispensam valores sagrados e revelações, nem sequer corresponde à                 
contemplação de sábios e filósofos sobre o sentido do Universo.\u201d 
 
Diferente de outros, Weber não crê que estamos vivendo num permanente 
progresso, numa escada a caminho da sociedade perfeita. 
 
 
 
Como surgiu o capitalismo 
 
Para Weber o capitalismo surgiu por diversos fatores, entre eles a conduta 
racional prática, um espírito econômico, uma ética capitalista, o espírito do 
capitalismo, uma tendência para desenvolver o capitalismo econômico 
O texto Clássico de Benjamin Franklin resume bem essa ética capitalista, 
esse texto diz que tempo é dinheiro, ou seja repensar o tempo gasto vadiando 
enquanto poderia estar trabalhando, crédito é dinheiro, portanto pagar contas em 
dia além de transmitir confiança, evita pagamento de juros. Também se refere-se a 
não se acomodar com o que tem, buscar querer mais, querer a pobreza para ele era 
pecado. Para Weber esse pensamento é o que gera o capitalismo. 
Essa ética capitalista esteve presente nos países protestante capitalista 
(Calvinistas) especialmente a Holanda, EUA, e a Inglaterra que ele cita bastante. 
Então essa ética capitalista que gerou capitalismo. 
 
Como surgiu a Ética capitalista? 
 
A origem da ética capitalista foi a ética puritana Calvinista. Para os 
Calvinistas todos seres humanos estão predestinados a ir para céu ou inferno, um 
\u201ccritério\u201d para saber se era predestinado a ir para o céu era sucesso econômico com 
base em seu esforço era sinônimo de bênção divina assim como a resistência ao 
pecado. Portanto fazia com que as pessoas trabalhasse para enriquecer, ao mesmo 
tempo em que renuncivam os prazeres mundanos. Utiliza-se o dinheiro conquistado 
para ganhar mais dinheiro. Tentando mostrar que era abençoado e predestinado a ir 
para o céu. A falta de vontade de trabalhar é um sinal de de falta da graça divina. 
Ou seja homem que com trabalho duro obtinha riqueza era o preferido por Deus. 
Assim como a ostentação da riqueza (gasto com luxo) eram desprezados pela ética 
calvinista. Tais valores permaneceram porém desligado da religião. Portanto valores 
que regem mesmo que a pessoa não seja religiosa. Valores fundamentais para a 
ética capitalista e do capitalismo.