A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
19 pág.
Aula 03

Pré-visualização | Página 1 de 1

IESPlan 
 FacPlan ENGENHARIA DE TRÁFEGO 
AULA 3 
ENGº CIVIL M.Sc. ANDRÉ DE OLIVEIRA NUNES 
MARÇO 2013 
 
 IESPlan 
 FacPlan 
ENGENHARIA DE TRÁFEGO 
ENGENHARIA DE TRÁFEGO 
 IESPlan 
 FacPlan ENGENHARIA DE TRÁFEGO 
Superelevação 
 
 
 
 IESPlan 
 FacPlan ENGENHARIA DE TRÁFEGO 
Superelevação 
 
 
 
Valores máximos admissíveis do coeficiente f 
 IESPlan 
 FacPlan ENGENHARIA DE TRÁFEGO 
Superelevação 
 
 
 
Raios que dispensam superelevação 
 IESPlan 
 FacPlan ENGENHARIA DE TRÁFEGO 
Raios mínimos de curva para projetos (m) 
 IESPlan 
 FacPlan ENGENHARIA DE TRÁFEGO 
Sistema Viário 
 
O conjunto estruturado de vias que servem a uma 
determinada região é conhecido como sistema viário e tem 
como funções básicas assegurar mobilidade e acessibilidade 
ao usuário. 
 
A Mobilidade está associada à idéia de facilidade de 
deslocamentos, seja em número de veículos em movimento, 
seja em termos das velocidades por eles praticadas. 
 
A Acessibilidade, por sua vez, traduz a proximidade entre os 
componentes do sistema viário e as origens e destinos dos 
deslocamentos. 
 
 
 
 
 IESPlan 
 FacPlan ENGENHARIA DE TRÁFEGO 
Classificação de vias 
 
• Quanto ao ambiente (urbano e rural); 
 
• Quanto à esfera administrativa (federal, estadual e 
municipal); 
 
• Classificação físico-operacional (expressa, fluxo ininterrupto 
e fluxo interrompido); 
 
• Classificação funcional. 
 
 
 IESPlan 
 FacPlan ENGENHARIA DE TRÁFEGO 
Classificação Funcional – “Hierarquização viária” 
 
 
 IESPlan 
 FacPlan ENGENHARIA DE TRÁFEGO 
Exemplo de sistema viário hierarquizado em área urbana 
 
 
•Segundo a situação, a 
hierarquização pode ser 
mais detalhada; 
 
•A hierarquização deve ser 
feita no planejamento 
urbano, com o intuito de 
balancear a qualidade de 
vida da população, a 
acessibilidade e a 
mobilidade da mesma. 
 
 IESPlan 
 FacPlan ENGENHARIA DE TRÁFEGO 
Limites de velocidade segundo o Código de Trânsito 
Brasileiro 
 
 Área urbana Área rural 
Categoria 
Velocidade máxima 
(km/h) 
Categoria Veículo 
Velocidade máxima 
(km/h) 
Via de trânsito 
rápido 
80 
Rodovia 
Automóveis e 
camionetas 
110 
Via arterial 60 
Ônibus e 
microônibus 
90 
Via coletora 40 Demais veículos 80 
Via local 30 Estrada Todos 60 
 IESPlan 
 FacPlan ENGENHARIA DE TRÁFEGO 
Veículo 
 
Os sistemas de tráfego incluem todos os tipos 
de veículo: automóveis, ônibus, caminhões, 
motocicletas, triciclos, bicicletas, carroças, 
metrôs, etc. 
 
Adoção de uma unidade veicular padrão: ucp 
(unidade de carro de passeio) que em qualquer 
situação corresponde ao automóvel. 
 
 
 IESPlan 
 FacPlan ENGENHARIA DE TRÁFEGO 
Categoria Tipo de Veículo 
N° de 
Eixos 
Rodagem 
Fator 
Multiplicador 
1 
Automóvel 
Caminhoneta 
Furgão 
2 Simples 1 
2 
Caminhão Leve 
Ônibus 
Caminhão Trator 
Furgão 
2 Dupla 2 
3 
Automóvel com Semi-Reboque 
Caminhoneta com Semi-Reboque 
3 Simples 3 
4 
Caminhão 
Caminhão Trator 
Caminhão Trator com Semi-Reboque 
Ônibus 
3 Dupla 3 
5 
Automóvel com Reboque 
Caminhoneta com Reboque. 
4 Simples 4 
6 
Caminhão com Reboque 
Caminhão Trator com Semi-Reboque. 
4 Dupla 4 
7 
Caminhão com Reboque 
Caminhão Trator com Semi-Reboque. 
5 Dupla 5 
8 
Caminhão com Reboque 
Caminhão Trator com Semi-Reboque. 
6 Dupla 6 
9 
Motocicletas 
Motonetas 
Bicicletas a motor. 
2 Simples 0,5 
 
 IESPlan 
 FacPlan ENGENHARIA DE TRÁFEGO 
Veículo 
 
Muitos são os elementos pertencentes ao 
veículo que tem relação direta com o tráfego 
externo. Os mais considerados para 
parametrização em estudos de tráfego: 
 
•Visibilidade; 
•Freios; 
•Aceleração. 
 
 
 
 
 
 IESPlan 
 FacPlan ENGENHARIA DE TRÁFEGO 
Visibilidade 
 
É considerada 
aquela permitida 
pelo pára-brisa e 
pelo vidro traseiro 
(através do espelho 
retrovisor) 
 
 
 
 
 
28,5 
31,5 
58 
12,2 
9,3 
5,7 o 
Figura 2 - A visibilidade permitida por 
automóveis 
o 
o 
o 
o 
 o 
 IESPlan 
 FacPlan ENGENHARIA DE TRÁFEGO 
Freios 
 
A taxa de desaceleração de um veículo durante a 
frenagem situa-se na faixa de 1 a 3 m/s² no início 
da frenagem e em até 3,5 m/s² próximo à parada. 
 
Valores acima destes causam desconforto para 
os ocupantes do veículo e quando a 
desaceleração é acima de 5 m/s² há o risco de 
acidentes por bloqueio de rodas. 
 
 
 
 
 IESPlan 
 FacPlan ENGENHARIA DE TRÁFEGO 
Freios 
 
Bloqueio de rodas: 
 
 
 
 
 
 
Figura 3 - Tendências de movimento de veículos cujo freio bloqueia rodas 
 IESPlan 
 FacPlan ENGENHARIA DE TRÁFEGO 
Freios 
 
Força de frenagem (parâmetros para veículos): 
 
 
 
 
 
 
Distância de frenagem: 
 
 
 
 
Distância de frenagem+Distância de desaceleração (freio)+PIEV = 
Distância de segurança para parada 
 P + P = F ttdd 
P = F 
 if2g
v
 = S
2
2gf
v
 = S
2
 IESPlan 
 FacPlan ENGENHARIA DE TRÁFEGO 
Aceleração 
 
Em termos de parâmetros de projeto, adotam-se 
usualmente os seguintes valores para aceleração: 
 
 
 TIPO DE VEÍCULO TAXA DE ACELERAÇÃO 
Automóveis médios 0,85 a 2,20 m/s² 
Automóveis esportivos 3,33 a 4,50 m/s² 
Veículos comerciais 0,21 a 0,56 m/s²