Apostila ADM GERAL e PUBLICA
166 pág.

Apostila ADM GERAL e PUBLICA


DisciplinaAdministração Geral e Pública220 materiais920 seguidores
Pré-visualização47 páginas
Professor José Wesley 
1 
 
ADMINISTRAÇÃO GERAL 
 
 
TEORIAS ADMINISTRATIVAS 
 
Escola Clássica 
 
Juntamente com o crescimento e a maior complexidade das organizações e também com o aparecimento da 
produção em massa, as teorias administrativas também surgiram no final do século XIX. 
 
Teorias baseadas nas tarefas e na estrutura organizacional foram desenvolvidas por dois grandes nomes 
TAYLOR e FAYOL, os quais compõem a abordagem clássica da administração. A Teoria da Burocracia 
também pertence à Escola Clássica. 
 
Para não esquecer: 
 
Administração CienTífica \u2013 TAYLOR \u2013 Centrado nas Tarefas 
 
1. ADMINISTRAÇÃO CIENTÍFICA - Foi formulada pelo engenheiro 
americano Frederic Taylor (1856-1915) 
 
Preocupava-se exclusivamente com a racionalização do trabalho no dia-a-dia das fábricas. 
Diferenciou gerentes e trabalhadores de linha. Cabe apenas aos gerentes pensar e definir o método de 
trabalho, enquanto aos trabalhadores de linha caberia a execução daquilo que foi planejado pelos gerentes. 
Trabalho pautado em um conjunto de movimentos repetitivos que culminam na máxima eficiência 
nas operações realizadas. Taylor preocupou-se com a melhor maneira de realizar as tarefas. 
 
Atenção!!! 
 
Administração científica de que a melhoria da eficiência do trabalhador provoca a melhoria em toda a 
organização baseou-se no modelo de eficiência industrial apresentado por Taylor, que foi, por sua vez, influenciado 
cientificamente pelo modelo termodinâmico de eficiência de uma máquina térmica proposto por Carnot. 
 
Atribuições e responsabilidades da gerência segundo o estudo chamado Shop Management (Administração 
de Operações Fabris \u2013 1903): 
 
1. Principio de Planejamento: Acabar com o empirismo e com a improvisação do funcionário. 
Substituir a improvisação pela ciência. 
 
2. Princípio do preparo: selecionar cientificamente os trabalhadores de acordo com suas aptidões e 
treiná-los para produzirem mais e com qualidade, de acordo com o que foi planejado. Preparar máquinas 
e equipamentos, bem como o leiaute dos objetos, materiais. 
 
3. Princípio do Controle: observar se o trabalho está sendo executado de acordo com as normas 
estabelecidas e segundo o plano previsto. A gerência deve apoiar os trabalhadores, para que eles possam 
executar suas tarefas da melhor forma. 
Professor José Wesley 
2 
 
 
4. Princípio da Execução: distribuir as atividades e o dever de prestar contas (responsabilidade), para 
que a execução do trabalho seja exatamente da maneira como foi planejado 
 
(CESPE \u2013 Técnico Administrativo \u2013 ICMBIO 2014) A abordagem clássica da administração é um dos 
marcos para o entendimento de como as teorias organizacionais evoluíram. Outras contribuições teóricas 
complementares, tais como a teoria da burocracia e de sistemas, também contribuíram para entender o 
processo. Com relação às diversas teorias organizacionais, julgue os itens que se seguem. De acordo com 
Henri Fayol, planejamento, preparo, controle e execução são as funções universais da administração. 
(ERRADO) 
 
 
 
Estudo de tempos e movimentos 
 
1. Eliminação do desperdício de esforço humano e de movimentos inúteis. 
2. Adaptação dos trabalhadores à tarefa. 
3. Facilidade no treinamento dos trabalhadores, melhoria da eficiência e do rendimento da produção pela 
especialização das atividades. 
4. Distribuição uniforme do trabalho para que não haja períodos de falta ou de excesso de trabalho. 
5. Definição de métodos e normatização para a execução do trabalho. 
6. Estabelecer uma base uniforme para salários eqüitativos e prêmios de produção. 
 
Observe que neste modelo de pensamento a responsabilidade pela distribuição das tarefas é exclusiva dos 
gerentes, LOGO cabe aos operários apenas a execução fiel daquilo que foi definido pelo gerente 
 
A IDÉIA QUE PREVALECE AQUI é a de que as pessoas trabalhavam exclusivamente para ganhar um 
salário e visavam recompensas maiores em dinheiro. Logo tinha-se o conceito de homem econômico (homo 
economicus). 
 
Um dos papeis cruciais dos gerentes era manter os operários livres das interferências externas que 
provocassem paralisação das atividades. 
 
Esta teoria se caracteriza pelo modelo de sistema fechado, pois analisa apenas o ambiente interno da 
empresa sem nenhuma preocupação com o ambiente externo. 
 
A Administração Científica considera as organizações como um sistema fechado. Ela não considera as 
variáveis extrínsecas (ambientais, econômicas, políticas e sociológicas). 
 
Pode-se então afirmar que é uma estrutura mecanicista, ou seja, considera a organização como um sistema 
estático como uma máquina. Nesta teoria não se consideram as organização informais, ou seja, não se 
valorizam as pessoas, os relacionamentos. O indivíduo era considerado como um recursos, ocu seja, uma 
\u2015coisa\u2016 sem capacidade de pensar, mas que devia apenas executar aquilo que lhe fosse determinado. 
 
 
 
 
 
 
Professor José Wesley 
3 
 
ATENÇÃO 
 
1.2 FORDISMO 
Henry Ford foi um seguidor de Taylor e destacou-se devido a produção em massa. Tornou os 
carros produtos de consumo. Através da forte mecanização do trabalho enfatizava a produção em 
massa de produtos padronizados 
 
Organização vista de baixo para cima 
 
(CESPE \u2013 Administrador \u2013 SUFRAMA 2014) Considerando a evolução da administração, julgue os itens a 
seguir. Evidencia-se a influência da abordagem clássica da administração por meio da administração 
científica em uma organização concebida de baixo para cima e dos cargos para o sistema de produção 
(CERTO) 
 
 
2. TEORIA CLÁSSICA - Foi formulada pelo engenheiro francês Henry 
Fayol (1841-1925) 
 
Segundo esta teoria a divisão do trabalho organizacional deveria ser realizada no topo da organização e teria 
algumas funções básicas: 
 
Técnica, Comercial, Financeira, Segurança e Contábil. 
 
 
Para FAYOL administrar era: prever, organizar, comandar, coordenar e controlar 
 
Dentre os princípios de FAYOL, incluem-se: 
 
1. a divisão do trabalho, como já era preconizada por Taylor na administração científica 
2. a unidade de comando e direção; 
3. a centralização; 
4. a preocupação com a remuneração dos empregados 
5. manutenção da ordenação dos materiais no local de trabalho 
 
IMPORTANTE!!! 
 
Observe que Taylor e Fayol preocupavam-se com a racionalização do trabalho, com a eficiência na 
realização das tarefas, isso através da organização do processo de trabalho. 
 
Consistia em cronometrar os movimentos dos trabalhadores e dividi-los nas tarefas que realizava. Taylor 
chamava isto de unidade básica de trabalho. 
 
Após cronometrar os tempos das unidades básicas de trabalho ele encontrava a melhor maneira de executá-
las, racionalizando o processo produtivo. 
 
 
 
 
 
Professor José Wesley 
4 
 
Os 14 princípios gerais da administração segundo FAYOL 
 
1. Divisão do trabalho: é a especialização das pessoas e das atividades em busca de maior eficiência. 
2. Autoridade e Responsabilidade: a autoridade é o direito de dar ordens e a responsabilidade é o dever 
de prestar contas. 
3. Disciplina: Refere-se ao respeito aos acordos realizados, depende da obediência, energia. 
4. Unidade de Comando: Cada empregado deve se reportar a um único e exclusivo chefe. 
5. Unidade de Direção: Um plano e uma cabeça para cada conjunto de atividades que tenham o mesmo 
objetivo 
6. Subordinação do interesses individuais aos gerais 
7. Remuneração de Pessoal: a retribuição feita aos empregados deve ser justa e promover a satisfação 
dos mesmos. 
8. Centralização: Refere-se à concentração de autoridade nos níveis mais altos da hierarquia da