SOCIOLOGIA JURÍDICA   Slid
9 pág.

SOCIOLOGIA JURÍDICA Slid

Disciplina:<strong>sociolo</strong>3 materiais
Pré-visualização1 página
SOCIOLOGIA JURÍDICA
EQUIPE: :
Edineia
 Gracinda
Wander
EFICÁCIA DA NORMA JURÍDICA
A eficácia é o nível de cumprimento da norma tendo em conta as relações sociais a elas referentes.

Uma norma é considerada socialmente eficaz quando é observada por seus destinatários, apresentando os efeitos esperados quando de sua aplicação, seja porque impediu a instalação do conflito ou quando a sua violação é efetivamente punida pelo Estado.

2
 EFICÁCIA JURÍDICA
Do preceito (ou primária) a que decorre do respeito espontâneo à norma.

Da sanção (ou secundária) a que resulta da intervenção repressiva do Estado.
 EFICÁCIA DA NORMA JURÍDICA EM HANS KELSEN
 Hans Kelsen =>  (2000a, p.55) faz uma diferenciação bem marcada entre a eficácia de uma norma jurídica ou de um ordenamento jurídico de sua validade. Inicialmente, porque a eficácia pertence ao mundo de ser enquanto a validade, como exposto anteriormente, pertence à ordem do dever- ser.
TRÊS DIMENSÕES DA NORMA JURÍDICA
Para a socióloga Ana Lucia Sabadell, as repercussões sociais de uma norma jurídica formalmente válida ocorrem em três dimensões:

Quanto aos efeitos da norma

Quanto à eficácia da norma

Adequação Interna da norma
QUANTO AOS EFEITOS DA NORMA
Qualquer repercussão social provocada pela norma constitui um efeito social.

 Exemplo:
 Uma lei estadual estabelece um aumento de 
50% dos impostos a serem pagos por empresas de capital estrangeiro. Algumas empresas decidem mudar-se para outros estados onde a tributação é menor. Não se trata de descumprimento da lei, apenas um dos seus efeitos.

QUANTO À EFICÁCIA DA NORMA
É o grau de cumprimento da norma na prática.

Exemplo:

 Se todos os condutores de veículos que ultrapassem o limite de velocidade nas estradas brasileiras forem efetivamente punidos, então é possível afirmar que as normas em questão são plenamente eficazes.

7
ADEQUAÇÃO INTERNA DA  NORMA
É a capacidade da norma de atingir a finalidade social estabelecida pelo legislador.

 Exemplo:

 A lei que prevê a responsabilidade do empregador em caso de acidente de trabalho. O empregador tem o dever de indenizar os empregados vítimas de tais acidentes (responsabilidade objetiva). Para prevenir-se de eventuais gastos, muitos empresários estabelecem contratos com seguradoras.

8
FIM