A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
249 pág.
Nessahan Alita   Como lidar com mulheres (Ed. 2008)

Pré-visualização | Página 1 de 50

1
O SOFRIMENTO AMOROSO DO HOMEM - VOLUME I 
Como Lidar com Mulheres 
Apontamentos sobre um Perfil Comportamental Feminino nas 
Relações Amorosas com o Homem 
 
Por Nessahan Alita em março de 2005 
 
 
Dados para citação: 
 
ALITA, Nessahan (2005). Como Lidar com Mulheres: Apontamentos sobre um Perfil Comportamental 
Feminino nas Relações Amorosas com o Homem. In: O Sofrimento Amoroso do Homem - Vol. I. Edição 
virtual independente de 2008. 
 
Resumo: 
 
A arte de lidar com as mulheres no amor exige do homem um estado interior apropriado, que lhe 
permita resistir aos encantos e fascínios femininos, e um conhecimento estratégico, que permita desarticular 
trapaças amorosas e tentativas de indução de apaixonamento. 
 
Palavras-chave: 
 
artimanhas manipulatórias femininas - defesa emocional - sofrimento amoroso - paixão - masculinidade 
 
 2
ATENÇÃO! 
Este é um livro gratuito. Se você pagou por ele, você foi roubado. 
Não existem complementos, outras versões e nem outras edições autorizadas ou que estejam sendo 
comercializadas. Todas as versões que não sejam a presente estão desautorizadas, podendo estar adulteradas. 
Você NÃO TEM PERMISSÃO para vender, editar, inserir comentários, inserir imagens, ampliar, 
reduzir, adulterar, plagiar, traduzir e nem disponibilizar comercialmente em nenhum lugar este livro. 
Nenhuma alteração do seu conteúdo, linguagem ou título está autorizada. 
Respeite o direito autoral. 
 
Advertência 
 
Esta obra deve ser lida sob a perspectiva do humor e da 
solidariedade, jamais da revolta. 
Este livro ensina a arte da desarticular e neutralizar as 
artimanhas femininas no amor e como preservar-se contra os danos 
emocionais da paixão, não podendo ser evocado como incentivo ou 
respaldo a nenhuma forma de sentimentos negativos. Seu tom 
crítico, direto, irônico e incisivo reflete somente o apontamento de 
falhas, erros e artimanhas. 
Esta obra não apoia a formação de nenhum grupo sectário. As 
artimanhas aqui denunciadas, desmascaradas e descritas 
correspondem a expressões femininas, inconscientes em grande 
parte, de traços comportamentais comuns a ambos os gêneros. O 
perfil delineado corresponde somente a um tipo específico de mulher: 
aquela que é regida pelo egoísmo sentimental. O autor não se 
pronuncia a respeito do percentual de incidência deste perfil na 
população feminina dos diversos países. 
O autor também não se responsabiliza por más interpretações, 
leituras tendenciosas, generalizações indevidas ou distorções 
intencionais que possam ser feitas sob quaisquer alegações e nem 
tampouco por más utilizações deste conhecimento. Aqueles que 
distorcerem-no ou utilizarem-no indevidamente, terão que responder 
sozinhos por seus atos. 
O autor é um livre pensador e não possui compromissos 
ideológicos com nenhum grupo político, religioso, sectário ou de 
outro tipo. 
 3
COMO LIDAR COM MULHERES 
APONTAMENTOS SOBRE UM PERFIL COMPORTAMENTAL FEMININO 
NAS RELAÇÕES AMOROSAS COM O HOMEM 
 
Por Nessahan Alita em março de 2005 
 
 
" ' D á -me t u a p e q u en a v e rda d e , mu l h e r ! ' - e u 
d i s se . E a p eq u en a v e lh a mu l h e r fa lo u a s s i m: 
' F re q ü en t a s a s mu l h e re s? Nã o t e e sq u eç as d o 
aç o i t e ! ' A ss i m fa l a va Za ra t us t r a . " (N ie t z sc he ) 
 
“E u t o rn e i a v o l t a r -me e d e t e r mi n e i e m me u 
co ra ç ão sa b e r , e i n q u i r i r , e b u sc a r a s a b ed o r i a 
e a r az ão , e co n h e c e r a l o uc u ra d a i mp ie d a de e 
a do i d i c e d o s d e sv a r i o s . E eu a ch e i u ma c o i sa 
ma i s a ma rg a d o q u e a mo r t e : a mu l h e r c u j o 
co ra ç ão sã o re d e s e l a ç o s e c u ja s mã o s sã o 
a t a d u r a s ; q u em fo r b o m d i an t e d e D e u s 
e s ca p a rá d e l a , ma s o p e c a d o r v i r á a s e r p r e so 
p o r e l a " (E c l e s i a s t e s , 7 : 25 -2 6 ) 
 
 
 
 
 4
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
As críticas aqui contidas não se aplicam às mulheres sinceras. 
 
Dedico este livro às pessoas que sofrem na busca incansável 
pela sinceridade no amor.
 5
Índice 
 
 Introdução 
1.Caracter ís t icas do fa lsamente chamado "sexo frági l" 
2. As e tapas do trabalho de encantamento de mulheres refratár ias e arredias 
3. Cuidados a tomar quando l idamos com mulheres esper t inhas que tentam trapacear no 
amor 
4. Como sobreviver no difíci l jogo das forças magnét icas da sedução que envolvem 
fêmeas trapaceiras 
5. Sobre o desejo da mulher 
6. As tor turas ps icológicas 
7. A ul trapassagem das defesas emocionais 
8. Porque não devemos discut ir e nem polemizar 
9. Sobre a impossibi l idade de dominar o "sexo frági l" 
10. A al ternância 
11. Porque elas nos observam 
12. Como l idar com mulheres que fogem 
13. A impossibi l idade de negociação 
14. Porque é necessár io ocul tar nossos sentimentos e nossa conduta 
15. O miserável sent imento da paixão 
16. Os tes tes 
17. O círculo socia l es túpido 
18. Porque é importante sermos homens decididos 
19. Como destroçar os joguinhos emocionais 
20. Sobre o t ipo de segurança buscada 
21. As ment iras 
22. A infidel idade 
23. A infant i l idade 
24. Observando-as com real ismo 
25. Apris ionando-as a nós pelos sent imentos 
26. A i lusão do amor 
27. Como ser fascinante 
28. Ao te lefone 
29. Anexos 
 Conclusões 
 Referências bibl iográficas /Epígrafes /Fi lmes mencionados/Sugestões bibl iográficas 
 6
Introdução 
Neste trabalho retratarei o lado negativo, a face obscura e destruidora 
do feminino, a qual infelizmente corresponde nos decadentes dias atuais à 
uma boa parte das mulheres existentes. Não abordarei seu lado divino e 
celestial, o qual é igualmente verdadeiro, mas apenas o aspecto negativo, o 
qual deve ser vencido para que a mulher nos entregue voluntariamente as 
chaves do paraíso. Somente por uma questão de foco, apenas esse lado 
estará sendo criticado. 
Aquele que abrir este livro deve ter sempre em conta o fato de que 
estou descrevendo um tipo específico de mulher – a trapaceira amorosa 
espertinha – e de que as características apontadas são, na maioria das vezes, 
inconscientes. Os indícios desta inconsciência são as fortes reações 
femininas de resistência contra todas as tentativas de comunicar-lhes esta 
realidade: indignação, surpresa, fúria ou a negação sumária. Não estou me 
ocupando neste livro com as mulheres sinceras e tudo o que explico, detalho 
e descrevo não passa de uma de uma grande hipótese e nada mais. Não se 
trata de uma verdade absoluta e imutável que não possa ser questionada ou 
da qual seja proibido duvidar. Descrevo aqui a forma feminina assumida por 
características humanas pertinentes a ambos os sexos. Se não me ocupo com 
a forma masculina assumida por tais características em sua manifestação, é 
simplesmente por não ser a meta deste livro e também porque já foram 
escritos muitíssimos livros a respeito. Espero não ter que repetir isso um 
milhão de vezes. Já estou cansado de tanto reforçar estes pontos. 
 A habilidade em lidar com o lado obscuro das mulheres consiste na 
assimilação de um conjunto de conhecimentos que quase chegam a 
constituir uma ciência. Discordo dos pensadores que as consideraram 
incompreensíveis. 
As mulheres são seres deliciosamente terríveis, de dupla face, que 
nos aliviam as dores e, ao mesmo tempo, nos fazem sofrer terrivelmente. 
 7
Algumas vezes, atormentam-nos, com seus jogos contraditórios e 
incoerências, nos levando à loucura. Quando as vencemos, elas nos 
presenteiam com os segredos maravilhosos e delícias que reservam aos