A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
249 pág.
Nessahan Alita   Como lidar com mulheres (Ed. 2008)

Pré-visualização | Página 6 de 50

encont re i em nossa l íngua um equiva len te ma is ameno. Seu s ign i f icado p rec iso , 
aqui , é o de s implesmente cont ra r ia r as convicções femininas a re spe i to do belo ou do cor re to e 
nunca , jama is , o de ameaçá- la ou expô- la a qua isquer pe r igos rea is ou imaginá r ios . Es ta 
cont rad ição deve t e r sempre um resu l tado f ina l bené f ico ou inofens ivo à mulher e nunca 
p re jud ic ia l . Tra t a-se de a lgo semelhante ao que fazem os men inos por ins t in to para impress ionar 
as mulheres na escola quando s imulam que i rão comer sapos , lagar t ixas e tc . Elas gr i tam, 
cor rem. . . e r iem. No f i lme “Conselhe i ro Amoroso” (TENNANT, 2001) , com Wi l l Smi th , a 
“horro r ização” cal cu lada e inofens iva é descr i ta pe lo te rmo “choque” , igua lmente propenso a 
más in te rpre tações , e há um exemplo mui to in te ressan te a respe i to . 
7
 E por tanto não es ta rão sendo s inceros e nem verdade i ros . 
8
 Sem exagero . 
9
 Lévi es tá apenas descrevendo o processo da sedução/conquis ta , t a l como se dá na v ida rea l , 
independentemente do perpe t rador te r ou não escrúpulos , e não recomendando que se cause 
p re juízos emocionais à pessoa seduz ida . Em out ras pa lavras , es tá a f i rmando que aque le que va i 
seduzi r impress iona o ps iquismo da pessoa dese jada , de forma boa ou má , i nofens iva ou 
p re jud ic ia l . 
 23
por meio da abnegação e do perdão; a seguir , a vaidade secreta lhes dirá que ser ia 
encantador conquis tar o amor de um Lovelace, amá-lo e lhe res is t i r ; ao dizer que 
quisera amá-lo, enrubesce, renuncia a i sso mil vezes mais e acaba por amá-lo mil vezes 
mais ; poster iormente, quando chega o momento supremo, se esquece de res is t i r - lhe." 
(LÉVI, 1855/2001, p. 337) 
"Poder-se ia d izer que o amor , sobretudo na mulher , é uma verdadeira 
a lucinação. A despei to de um outro motivo insensato, e la se decidirá com frequência 
pelo absurdo. Ludibr iar Gioconda devido a um tesouro escondido? Que horror! Pois 
bem, se é um horror , por que não real izá- lo? É tão agradável fazer-se de vez em quando 
um pequeno horror!" (LÉVI, 1855/2001, p. 338) 
Lévi se refere a um pequeno (e portanto inofensivo) horror. Sua 
explicação auxilia a entender porque o sexo feminino se sente tão atraído 
por certos homens maus e perversos. Eles as impressionam fortemente, 
muito mais do que certos homens bons. Para superá-los, você deve dominar 
esta habilidade e utilizá-la para o bem, da forma correta. Se utilizá-la para 
o mal, atrairá más conseqüências para si. 
Algumas mulheres costumam mostrar-se inicialmente abertas mas, 
após o contato, ficam mudas para nos desconcertar, observando como 
saímos desta situação embaraçosa e se divertindo às nossas custas. Neste 
caso, seja curto e direto10 em seus comentários, tomando a iniciativa de 
terminar a conversa antes de ficar com cara de tacho. Se estiver ao telefone, 
tome a iniciativa de desligar; se estiver conversando cara a cara, tome a 
iniciativa de terminar o diálogo e vá embora sem olhar para trás. Adie as 
investidas para outro dia, dando-lhe uma boa lição. Isso irá impressioná-la. 
Normalmente, nos contatos seguintes a lição surte efeito e a torna mais 
amável. .. Não faça as investidas enquanto a guarda estiver fechada11. 
A conquista de uma dama possui etapas que vão desde o momento em 
que ainda não a conhecemos até as fases em que temos que reconquistá-la 
 
10
 Sem ser agress ivo e nem descont ro lado . 
11
 I s so se r ia asséd io . Inves t i r cont ra a guarda fechada de uma mulher é o mesmo que tenta r 
fo rçar sua vontade ou vio len ta r seu l i v re a rb í t r io , a lgo de tes tável e que tem como e fe i to a 
ave rsão. 
 24
continuamente nos casamentos ou em outras relações duradouras. Em todas 
as fases é preciso driblar as resistências12 e devolver-lhe as conseqüências 
de suas próprias decisões. A passagem das fases poderia ser sintetizada 
mais ou menos dividida como segue: 
1. Cumprimente sutilmente toda mulher interessante que passar por 
você e te olhar. Uma delas irá te responder. Quando uma dama o 
olha, há uma fração de segundo em que você deve cumprimentá-
la. Se esperar muito, perderá a chance. O momento de 
cumprimentá-la é o momento em que paira na mente feminina 
uma dúvida resultante do estado de surpresa. Você pode também 
ignorar a presença da beldade em um primeiro momento, por um 
bom tempo, e surpreendê-la com um olhar fixo nos olhos 
acompanhado por um cumprimento quase imperceptível antes da 
recuperação da surpresa. 
2. Estabeleça o contato como se não desse muita importância para o 
fato. 
3. Olhe fixamente nos olhos, demonstrando poder. 
4. Fale em tom de comando protetor. 
5. Fale pouco, deixe que ela fale. 
6. Aproxime-se para beijá-la. Se ela desviar o olhar, pare e tente 
outro dia. Se não desviar, continue. 
 
12
 Não ins is t indo cont ra as mesmas e buscando caminhos a l te rna t ivos . 
 25
3. Cuidados a tomar quando lidamos com mulheres espertinhas que 
tentam trapacear no amor 
Obs. 1. Nunca ut i l ize es tes conhecimentos para o mal (seduzir vár ias ao mesmo tempo, 
enganar jovens virgens, seduzir menores de idade etc .) . Não queira bancar o “macho-
alfa” garanhão que come todas pois o des t ino deste é ser assassinado, contrair doenças 
venéreas ou tornar-se impotente em todos os sent idos , inclusive o sexual , e ser 
subst i tuído por machos-beta em ascensão. 
 
Obs. 2 . Estas informações visam apenas ajudar os bem intencionados que são 
desfavorecidos na acirrada competição pelas fêmeas e não est imular a promiscuidade 
masculina. Se você as ut i l izar de forma errada, a culpa será toda sua. 
 
1. Nunca tente beijá-la se o olhar for desviado durante sua 
aproximação. 
2. Excite sua imaginação fazendo-a pensar constantemente em 
você, preferencialmente como um homem absolutamente 
diferente dos outros1. 
3. Impressione-a fortemente sem se exibir. 
4. Seja misterioso. 
5. Oculte a intenção sexual até o momento de “dar o bote”. 
6. Conduza a conversa na direção dos problemas emocionais dela e 
não dos seus. Não fale sobre coisas idiotas. 
7. Espere pacientemente que a confiança vá se instalando2. 
8. Tenha regularidade nas freqüência das conversas. 
9. Deixe-a definir a duração da conversa e dos intervalos entre uma 
conversa e outra. 
10. Jamais demonstre pressa ou urgência sexual. 
 
1
 Sem enganá- la , con tudo. Adqui ra verdade i ramente es tas carac te r ís t icas . 
2
 E não a t ra içoe . Es te ja à a l tura da conf iança que lhe fo r depos i tada para manter a razão do seu 
lado caso e la a t r a içoe os seus sen t imentos . 
 26
11. Deixe-a falar sobre sexo, caso queira, e demonstre grande 
conhecimento a respeito. 
12. Torne-a dependente de suas conversas. 
13. Concorde com ela muitas vezes mas não sempre. 
14. Não monopolize a conversa. Deixe-a falar à vontade. Você 
apenas deve ouvir e tanger os assuntos nas direções que 
interessam, estimulando a continuidade da fala para não deixá-la 
sem assunto. 
Importante: É fundamental perceber o tipo e a profundidade das aberturas 
dadas para fazer as investidas de acordo. Uma investida além ou aquém do 
permitido resulta em fracasso. 
 
 27
4. Como sobreviver no difícil jogo