A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
168 pág.
Direito Penal II   Teoria de Pena   completo

Pré-visualização | Página 1 de 40

9Módulo I	�
9Funções da pena	�
91.	Observações preliminares	�
102. FUNÇÕES DA PENA	�
102.1. Discurso oficial:	�
102.1.1. Pena como retribuição da culpabilidade e prevenção especial e geral	�
112.1.2. A pena como prevenção especial	�
112.1.2.1. Prevenção especial negativa:	�
112.1.2.2. Prevenção especial positiva:	�
112.1.3. Pena como prevenção geral	�
112.1.3.1.	Prevenção geral negativa:	�
122.1.3.2.	Prevenção geral positiva:	�
122.1.4.	As teorias unificadas	�
122.2. O discurso crítico da teoria criminológica da pena	�
122.2.1. A crítica materialista/dialética:	�
15MÓDULO II Sistemas prisionais e garantias constitucionais relacionadas a aplicação da pena	�
15SISTEMAS PRISIONAIS (Séc. XIX)	�
15Garantias constitucionais relacionadas à aplicação da pena	�
15a) Responsabilidade penal pessoal	�
16b) Individualização da pena	�
17c) Limitação das penas	�
18d) Direitos dos presos	�
19ESPÉCIES DE PENA	�
19a) Previsão constitucional	�
19b) Previsão legal (CP art. 32)	�
21MÓDULO III Regimes de cumprimento de pena	�
21Regras do regime fechado	�
24Transferência para estabelecimento penal federal de segurança máxima (Lei 11.671/2008)	�
26Regime disciplinar diferenciado (LEI 10.792/2003)	�
26Regras do regime semi-aberto	�
27Observações	�
28Regras do regime aberto	�
30Regime especial	�
33MÓDULO V Direitos do preso	�
33Previsão legal – Lei de Execução penal	�
33Rol de direitos (art. 41 da LEP)	�
38Trabalho do preso	�
39Remição	�
42Detração	�
43Prisão especial	�
45Previsão específica no Estatuto da Ordem dos Advogados do Brasil	�
48MÓDULO VI FIXAÇÃO, PROGRESSÃO E REGRESSÃO DE REGIME	�
48Forma de fixação de regime	�
48Progressão de regime	�
48Redação originária	�
49Redação Atual	�
49Crimes hediondos	�
49Previsão constitucional	�
49Lei 8.072/90	�
49Redação original	�
49Decisão primeira do STF	�
50Decisão atual do STF	�
50Redação Atual	�
50Retroatividade	�
52MÓDULO VII DAS PENAS RESTRITIVAS DE DIREITOS	�
52Espécies de penas restritivas de direitos	�
53Requisitos para substituição	�
58Pena restritiva de direito em espécie	�
58Prestação pecuniária e perda de bens e valores	�
60Prestação de serviços à comunidade ou a entidades públicas	�
60Regras complementares previstas na Lei de Execução Penal	�
61Interdição temporária de direitos (Redação dada pela Lei nº 7.209, de 11.7.1984)	�
63Regras complementares previstas na LEP	�
63Limitação de fim de semana	�
64Regras complementares estabelecidas pela LEP	�
64Conversão da pena restritiva de direitos em privativa de liberdade	�
67Módulo 08 DA PENA DE MULTA	�
68Pagamento da multa	�
69Modo de conversão.	�
70Suspensão da execução da multa	�
70Outras observações importantes	�
71MÓDULO IX DA APLICAÇÃO DA PENA	�
71Sistemas	�
72Diferença entre elementares e circunstâncias	�
72Proibição do bis in idem	�
72Fixação da pena – Pena base	�
73Observações a respeito da Pena base	�
73Culpabilidade	�
74Antecedentes	�
75Conduta social	�
75Personalidade	�
75Motivos	�
76Circunstâncias	�
76Consequências do crime	�
76Comportamento da vítima	�
77Observações finais	�
80Pena Provisória	�
80Circunstâncias agravantes	�
80Reincidência	�
81Outras agravantes	�
81por motivo fútil ou torpe;	�
83para facilitar ou assegurar a execução, a ocultação, a impunidade ou vantagem de outro crime;	�
83à traição, de emboscada, ou mediante dissimulação, ou outro recurso que dificultou ou tornou impossível a defesa do ofendido;	�
83com emprego de veneno, fogo, explosivo, tortura ou outro meio insidioso ou cruel, ou de que podia resultar perigo comum;	�
83contra ascendente, descendente, irmão ou cônjuge;	�
84com abuso de autoridade ou prevalecendo-se de relações domésticas – inclusão do companheiro – de coabitação - moradia sobre o mesmo teto, como moradores de uma república de estudantes - ou de hospitalidade – recepção eventual , ou com violência contra a mulher na forma da lei específica; (Redação dada pela Lei nº 11.340, de 2006)	�
84com abuso de poder ou violação de dever inerente a cargo, ofício, ministério ou profissão;	�
84contra criança, maior de 60 (sessenta) anos, enfermo ou mulher grávida; (Redação dada pela Lei nº 10.741, de 2003)	�
84quando o ofendido estava sob a imediata proteção da autoridade;	�
85em ocasião de incêndio, naufrágio, inundação ou qualquer calamidade pública, ou de desgraça particular do ofendido;	�
85em estado de embriaguez preordenada.	�
85Agravantes no caso de concurso de pessoas	�
85II - coage ou induz outrem à execução material do crime; (Redação dada pela Lei nº 7.209, de 11.7.1984)	�
85III - instiga ou determina a cometer o crime alguém sujeito à sua autoridade ou não-punível em virtude de condição ou qualidade pessoal; (Redação dada pela Lei nº 7.209, de 11.7.1984)	�
86IV - executa o crime, ou nele participa, mediante paga ou promessa de recompensa.(Redação dada pela Lei nº 7.209, de 11.7.1984)	�
86Outras leis	�
86Circunstâncias atenuantes	�
86I - ser o agente menor de 21 (vinte e um), na data do fato, ou maior de 70 (setenta) anos, na data da sentença; (Redação dada pela Lei nº 7.209, de 11.7.1984)	�
87II - o desconhecimento da lei; (Redação dada pela Lei nº 7.209, de 11.7.1984)	�
87III - ter o agente:(Redação dada pela Lei nº 7.209, de 11.7.1984)	�
87a) cometido o crime por motivo de relevante valor social ou moral;	�
87b) procurado, por sua espontânea vontade e com eficiência, logo após o crime, evitar-lhe ou minorar-lhe as conseqüências, ou ter, antes do julgamento, reparado o dano;	�
88c) cometido o crime sob coação a que podia resistir, ou em cumprimento de ordem de autoridade superior, ou sob a influência de violenta emoção, provocada por ato injusto da vítima;	�
88e) cometido o crime sob a influência de multidão em tumulto, se não o provocou.	�
89Concurso de circunstâncias agravantes e atenuantes	�
90Questão para reflexão	�
91Pena definitiva	�
91Causas de Aumento e diminuição da pena	�
93MÓDULO IX Roteiro para aplicação da pena resumido	�
96MÓDULO IX EXEMPLO DE SENTENÇA	�
100Samambaia/DF, 18 de agosto de 2013.	�
105MÓDULO X CONCURSO DE CRIMES	�
105Concurso material	�
105Conceito de ação	�
106Concurso formal	�
108Crime continuado	�
110A hipótese da novatio legis in melius	�
110Observações em relação aplicação da pena	�
111Multas no concurso de crimes	�
112MÓDULO XI DA SUSPENSÃO CONDICIONAL DA PENA	�
112Requisitos da suspensão da pena	�
113SURSIS simples	�
113SURSIS especial	�
114Revogação obrigatória	�
114Revogação facultativa	�
115Cumprimento das condições	�
115Vedação constante do Código Penal Militar e a posição do STF	�
116Suspensão Condicional do Processo	�
116Previsão legal	�
116Requisitos	�
117Sobre as condições a serem impostas àquele que aceitou a transação penal	�
119MÓDULO XII DO LIVRAMENTO CONDICIONAL	�
119Observações preliminares	�
119Requisitos do livramento condicional	�
121Soma de penas	�
122Especificações das condições	�
122Revogação do livramento	�
123Revogação facultativa	�
123Efeitos da revogação	�
124Extinção	�
125MÓDULO XIII DOS EFEITOS DA CONDENAÇÃO	�
125Efeitos genéricos e específicos	�
130MÓDULO XIV DA REABILITAÇÃO	�
130Reabilitação	�
133MÓDULO XV DAS MEDIDAS DE SEGURANÇA	�
133A quem se aplica a medida de segurança?	�
133Qual o sistema de aplicação de pena e medida de segurança adotado na lei brasileira?	�
133Medida de Segurança é pena?	�
133As principais diferenças em relação à pena e a medida de segurança:	�
134Requisitos para a aplicação das medidas de segurança.	�
134Espécies de medidas de segurança	�
135Imposição da medida de segurança para inimputável	�
135Prazo	�
136Perícia médica	�
136Desinternação ou liberação condicional	�
137Substituição da pena por medida de segurança para o semi-imputável	�
137Direitos do internado	�
137Superveniência de doença mental	�
138​MÓDULO XVI	�
138DA AÇÃO PENAL	�
138Ação penal pública incondicionada	�
138Titularidade:	�
139Oficialidade	�
139Obrigatoriedade	�
139Indisponibilidade	�
139Indivisibilidade	�
140Ação penal pública condicionada a