aula1
12 pág.

aula1


Disciplina<strong>didtica</strong>3 materiais1 seguidores
Pré-visualização2 páginas
Disciplina: Didática
Aula 1: Didática, fundamentos e práticas
Apresentação
Vamos iniciar a disciplina trazendo o seguinte questionamento: Todo professor tem didática? O
questionamento se faz pertinente, pois é muito comum encontrarmos estudantes a\ufffdrmando que
certos professores não têm didática e, normalmente, isso ocorre porque o professor não
apresenta características ou meios de ensino que correspondam às suas necessidades.
O fato é que, enquanto alguns alunos a\ufffdrmam que os professores X, Y ou Z não possuem
didática, outros não concordam, apontando outros professores que, em suas concepções, não
possuem tal competência. Mas, para respondermos ao questionamento inicial, se faz necessário
problematizar o conceito de Didática, compreender o que vem a ser didática para, em seguida,
a\ufffdrmarmos se, de fato, está correto dizer que um professor não tem didática.
Talvez, o desa\ufffdo esteja em apresentarmos a nossa própria resposta sobre a didática, sobre a
docência, porém, tomando por base algumas referências. Com base nessa linha de pensamento,
convidamos você a vivenciar uma aventura que se chama aprender.
Objetivos
Identi\ufffdcar e problematizar o conceito de Didática;
Identi\ufffdcar o objeto de estudos;
Avaliar as tensões e as perspectivas que se colocam no debate da Didática hoje;
Reconhecer o sentido da Didática;
Identi\ufffdcar os saberes necessários à docência.
Conceito de didática
Antes de iniciarmos nossos estudos, vejamos o vídeo a seguir:
\ue04a
Ficha técnica: DEAD Poets Society = SOCIEDADE dos poetas mortos. Intérpretes: Robin Williams, Ethan
Hawke, Robert Sean Leonard. EUA: Disney / Buena Vista, 1989. 128 min., son., color.
https://www.youtube.com/embed/El8hAw9mz-s
A partir da cena que acabamos de ver, você conseguiria a\ufffdrmar se o professor do \ufffdlme
tem didática para convencer seus alunos a lerem e escreverem poesia?
É muito comum ouvirmos de alunos de que nem todo professor tem
didática. Será que essa a\ufffdrmativa é verdadeira? O que está se
entendendo por didática? O fato é que o conceito de Didática vem se
modi\ufffdcando ao longo dos tempos.
Normalmente, os alunos, independentemente do nível de escolaridade, associam o
conceito de Didática à capacidade do professor de transmitir um conhecimento com
clareza, de modo que ele se faça entender, que o professor faça o aluno assimilar o
conteúdo, ou seja, compreender a matéria.
Nesse sentido, as pessoas que compreendem a Didática como transmissão e
assimilação de conteúdos tendem a concluir, sobre aqueles professores que não
alcançam o objetivo de fazer com que o aluno compreenda os assuntos referentes às
disciplinas, que eles não possuem didática.
Talvez, essa conclusão seja um pouco precipitada, pois o conceito de Didática não se
resume apenas à mera transmissão e assimilação do saber.
Há muito mais a ser compreendido sobre esse conceito e é o que desejamos para você,
aluno do curso de formação docente; que amplie os seus olhares acerca da Didática,
rompendo com um pensamento reducionista que poderá comprometer o processo de
aprendizagem, na medida em que não se reconhece outras ações e competências
inerentes ao papel do professor.
Diante disso, esperamos despertar em você o sentido da Didática, o desejo de buscar
novas respostas sobre ela, não se fechando em um único conceito, sob o risco de
empobrecermos a relação pedagógica entre alunos e professores.
\ue412 Professora em sala de aula.
Conversa com os alunos: realidades e
compreensões
A partir de um diálogo e questionamento sobre o conceito de Didática, com os alunos do
curso de formação docente, nas modalidades presencial e a distância, nas salas de aula
da Universidade Estácio de Sá, é comum escutarmos, lermos nos fóruns algumas
compreensões.
Selecionamos algumas falas de alunos que poderão representar você, na medida em que
poderá apresentar ideias semelhantes.
Bem, vamos às \u201cdeles\u201d, \u201cdelas\u201d, \u201cnossas\u201d, \u201csuas\u201d falas?
São os procedimentos de ensino
adotados pelo professor. É a
capacidade do professor de
transmitir um assunto, fazer com
que o aluno compreenda as
explicações.
A Didática é um conjunto de
técnicas e estratégias ou normas
de ensino; é a teoria do ensino. 
 
É a forma como o professor
transmite o conhecimento, visando
à assimilação do mesmo pelo
aluno; é passar conhecimento.
É o caminho que o professor traça
para trabalhar o conteúdo, quando
um professor domina um assunto e
explica de forma fácil para que o
aluno entenda e apresente bons
resultados.
Responsabilidade do aluno no processo de
aprendizagem
Pensando nas falas que acabamos de ver, podemos dizer que tratam-se de de\ufffdnições
clássicas, na medida em que a responsabilidade pelo ensino recai, predominantemente,
sobre o professor. Mas podemos também questionar:
E por que não falar também sobre a responsabilidade de aprendizagem do aluno?
Vejamos a charge a seguir:
\ue412 Tira \u201cCalvin e Haroldo\u201d, desenhada por Bill Watterson.
(Fonte: https://novaescola.org.br/conteudo/3621/calvin-e-
seus-amigos
<https://novaescola.org.br/conteudo/3621/calvin-e-seus-
amigos> . Acesso em: 09 abr. 2018.)
\uf075
Comentário
Diante do que acabamos de ver na charge, você concorda que a responsabilidade
pelo aprendizado do aluno é apenas do professor?
E quanto ao ensino? Apenas o professor ensina ou ele também pode aprender com
os seus alunos e, aí, nesse caso, os alunos também ensinam?
Podemos nos questionar também sobre o pensamento a respeito dessa relação
pedagógica entre alunos e professores. Os alunos, por sua vez, será que também
podem aprender com os próprios colegas de turma?
Então, nesse caso, não é mais o professor apenas que ensina, certo?
A relação entre aluno e professor deve ser verticalizada, como uma via de mão
única ou pode ser uma via de mão dupla?
A seguir, aprofundaremos nossos conhecimentos para que possamos nos
posicionar com mais fundamento quanto a isso.
Re\ufffdexões a partir das falas signi\ufffdcativas de
nossos alunos, professores em formação
A partir das falas, podemos dizer que o professor é considerado o centro do processo de
ensino-aprendizagem e o aluno é aquele que tem a função de assimilar, de receber
passivamente a informação; isto é, de reter o máximo de conteúdos em sua mente.
Esse é um modelo linear de ensino em que o conhecimento é transmitido de alguém para
outra pessoa, do professor para o aluno, hierarquicamente e como verdade absoluta, em
via de mão única.
A ênfase é no conhecimento que o professor apresenta, em sua prática de tornar
compreensivo, explícito o que está ensinando.
Nessa perspectiva, o professor é o único detentor do saber e o aluno é considerado \u201csem
luz\u201d até que ele aprenda o que o professor tem para lhe ensinar.
\ue412 Modelo de ensino focado no professor.
\ue412 Modelo de ensino focado no aluno.
Construindo conhecimento sobre o conceito
de didática, problematizando-o
Podemos a\ufffdrmar que Didática vai muito além do que essa de\ufffdnição clássica
mencionada anteriormente, pois, talvez, os alunos também possam aprender com os
seus próprios colegas e não apenas com o professor em sala de aula.
A propósito, talvez, possamos a\ufffdrmar que o próprio professor também pode aprender
com seus alunos.
Como se pode perceber, o assunto é polêmico; e construir um conceito de Didática
dependerá de aprofundamento teórico, de estudarmos os fundamentos da Educação, o
que faz pensar que não existe um único conceito, padrão, correto, pois, a\ufffdnal, correto pra
que e pra quem; não é mesmo?
Compreensão acerca do conceito de
Didática à luz de alguns autores
Diante disso, que tal partirmos de algumas referências, de estudiosos que se dedicaram
a essa área do conhecimento? Vamos ver o que dizem os especialistas nesse assunto:
Libâneo
Didática: É um dos ramos de estudo da Pedagogia [...] É uma disciplina que estuda
os objetivos, os conteúdos, os meios e as condições do processo de ensino tendo
em vista \ufffdnalidades educacionais,