A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
23 pág.
APOL   Problemas Metafísicos

Pré-visualização | Página 1 de 7

Questão 1/2 - Filosofia Geral: Problemas Metafísicos
Leia o fragmento de texto a seguir:
“Estas questões levaram os filósofos gregos a refletirem sobre o problema do ser em si mesmo e do ser em outro, buscava-se delimitar a questão do princípio das coisas. Quatro elementos materiais, a saber: água, ar, terra e fogo foram considerados elementos fundacionais do ser.”
Após esta avaliação caso queira ler o texto integramente ele está disponível em:< http://www.webartigos.com/artigos/a-metafisica-dos-pre-socraticos/78652/#ixzz41DDjDcFR > Acesso em 30 maio 2018.
Os pré-socráticos divergiam em relação ao elemento físico originário da vida e da matéria. Considerando os conteúdos do livro-base  Os caminhos da reflexão metafísica: fundamentação e crítica, analise as alternativas que seguem. Na sequência, assinale aquela que apresenta a assertiva correta sobre a posição de Heráclito com relação à questão da alma:
Nota: 50.0
	
	A
	Heráclito identifica a alma com o infinito da natureza.
	
	B
	Sua metafísica defende a unidade substancial entre corpo e alma, o espírito é o elemento que sustenta a realidade.
	
	C
	A filosofia de Heráclito não discutiu questões metafísicas.
	
	D
	Assim como Sócrates, Heráclito entende que a alma é algo imaterial, imutável, sempre idêntica a si mesma, a suprema morada na mente do homem.
	
	E
	A alma é identificada filosoficamente com o elemento fogo, por seu poder de movimento e transformação.
Você acertou!
“Já para Heráclito, a alma do homem é fogo (o que há de mais movediço, portanto capaz de mover a matéria mais pesada). Está sujeita ao fluxo perpétuo das coisas e ao logos, que governa este fluxo (ela participa do logos universal)”. (Livro-base, p. 73)
Questão 2/2 - Filosofia Geral: Problemas Metafísicos
Leia o fragmento de texto a seguir:
A solução para o problema da vida é dada por Agostinho, pela adesão a fé e a doutrina cristã  que, por ser revelada, supera a filosofia grega”.  
Fonte: Texto elaborado pelo autor da questão.
Considerando os conteúdos do  livro-base  Os caminhos da reflexão metafísica: fundamentação e crítica, leia as alternativas que seguem. Na sequência, assinale aquela que explica, corretamente, o conceito de salvação de Agostinho:
Nota: 50.0
	
	A
	Para Agostinho o homem consegue salvar-se quando busca na meditação e na filosofia o sentido da vida.
	
	B
	A salvação vem por mérito e esforço individual.
	
	C
	Para Agostinho a salvação vem na forma de uma vida mística e ascética, voltada ao isolamento espiritual e afastamento do mundo.
	
	D
	O homem só pode alcançar a salvação pela prática da virtude. Sendo virtuoso Deus se obriga a aceitar o homem, por sua coragem ele chega ao criador.
	
	E
	Por experiência, Agostinho ensina que a salvação vem de Deus que por sua graça e amor resgata do pecado aqueles que Ele escolheu.
Você acertou!
“O momento decisivo na sua história pessoal foi o da descoberta do pecado e da incapacidade de superá-lo, sem a graça de Deus, como também a experiência do seu êxito com o socorro divino”. (Livro-base, p. 142)
Questão 1/2 - Filosofia Geral: Problemas Metafísicos
Leia o fragmento de texto a seguir:
“Considerando a relação de Deus com o mundo e com o homem, Agostinho formula um de seus ensinamentos mais controversos: a doutrina da predestinação”.
Fonte: Texto elaborado pelo autor da questão.
Considerando os conteúdos do  livro-base  Os caminhos da reflexão metafísica: fundamentação e crítica, leia as alternativas que seguem. Na sequência, assinale aquela que explica, corretamente, a doutrina da predestinação de acordo com Agostinho:
Nota: 50.0
	
	A
	Predestinados são todos, sejam os santos, os homens, os pecadores  ou os inimigos de Deus e da Igreja.
	
	B
	A doutrina da predestinação só pode ser revertida pelo batismo e pela aceitação do credo católico.
	
	C
	O critério de escolha de quem será salvo depende da Igreja e do vigário de Cristo, o papa.
	
	D
	O destino do mundo e do homem está nas mãos da própria humanidade.
	
	E
	Predestinados são os escolhidos por Deus para uma vida de beatitude.
Você acertou!
“A história é a manifestação de um mistério -  o mistério da caridade divina no constante trabalho de restaurar a criação desordenada pelo pecado. Assim, para Agostinho, a predestinação dos escolhidos para a beatitude é a mais alta expressão dessa caridade. Por que uns devem ser salvos e outros não, isso é um mistério de Deus”. (Livro-base, p. 144)
 
Questão 2/2 - Filosofia Geral: Problemas Metafísicos
Leia o fragmento de texto a seguir:
“A contribuição de Anselmo (1033-1109)  foi muito importante, tanto para a filosofia quanto para a teologia. Uma de suas obras principais foi o Monologium, no qual se propõe demonstrar a existência de Deus”.
Fonte: Texto elaborado pelo autor da questão.
Considerando os conteúdos do  livro-base  Os caminhos da reflexão metafísica: fundamentação e crítica, leia as alternativas que seguem. Na sequência, assinale aquela que resume, corretamente, o argumento ontológico de Anselmo sobre a existência de Deus:
Nota: 50.0
	
	A
	Deus existe como realidade percebida pela alma racional.
	
	B
	A existência de Deus pode ser percebida pela relação de causalidade entre os seres da natureza.
	
	C
	Deus não existe, Deus é.
	
	D
	Para Anselmo, Deus como um ser supremo possui uma realidade ontológica impenetrável, incompreensível, além da inteligência humana.
	
	E
	Se é possível pensar Deus como um ser perfeito, maior que todos os seres é porque Deus é causa desse pensamento; portanto, Deus é real e existe.
Você acertou!
“Portanto, Deus poderia ser pensado como inexistente. Anselmo replica Gaunilón com uma defesa de seu argumento, reiterando que se pode pensar que existe também na realidade; do contrário,  faltaria-lhe a perfeição.” (Livro-base, p. 147)  
Questão 1/5 - Filosofia Geral: Problemas Metafísicos
Observe a imagem a seguir:
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integramente, ele está disponível em <https://www.flickr.com/photos/guilhermecapriglioni/4933620592> Acesso em 30 maio 2018.
Muitas vezes Platão recorria ao uso de alegorias para explicar um determinado conceito ou situação. A imagem apresentada anteriormente  representa a sua famosa alegoria da caverna. Tomando como referência os conteúdos do  livro-base Os caminhos da reflexão metafísica: fundamentação e crítica, leia as alternativas que seguem. Na sequência, assinale aquela que apresenta, de forma correta, a explicação dessa alegoria de Platão:
Nota: 20.0
	
	A
	O mito da caverna representa um recurso hermenêutico para explicar a evolução da biologia humana.
	
	B
	Platão cria a alegoria da caverna para mostrar o funcionamento do cérebro humano e o processo cognitivo.
	
	C
	Representa os homens e sua compreensão do mundo, bem como o processo de descoberta da verdade.
Você acertou!
“Essa alegoria descreve como ‘homens’, no fundo de uma caverna, estão comprometidos com a visão das coisas do mundo material, compreendido por Platão como sombras (imagens) do mundo circundante. Pensando a possibilidade de que tais homens se disponham a encontrar a verdade, que se encontra por trás de tais objetos, os quais são sucessivamente apresentados à sua percepção, Platão sinaliza que haveria, em primeiro lugar, a necessidade de um esforço por tal tarefa”. (Livro-base, p. 85)  
	
	D
	Trata-se de uma representação do processo de conhecimento humano que vai, progressivamente, aceitando a realidade material tal como ela é.
	
	E
	O mito da caverna é uma alusão ao processo de organização política, marcado pela busca do poder.
Questão 2/5 - Filosofia Geral: Problemas Metafísicos
Leia o fragmento de texto a seguir:
“O primeiro esforço filosófico de cunho metafísico, realizado pelo homem foi obra dos Gregos, como instrumento de discernimento entre a existência real, como uma existência em si mesmo, e a existência fenomênica ou aparente”.
Após esta avaliação caso queira ler o texto

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.