Administração financeira e orçamentaria
13 pág.

Administração financeira e orçamentaria


DisciplinaAdministração Financeira e Orçamentária I1.912 materiais16.410 seguidores
Pré-visualização4 páginas
1 - O Método de Giro de Caixa objetiva calcular o caixa mínimo necessário para uma empresa manter suas atividades e operações durante determinado período de tempo, normalmente um ano. Este valor do caixa mínimo necessário é determinado pela seguinte fórmula:
a. Caixa Mínimo Necessário = Gastos Operacionais no Período / Giro de Caixa. Sendo o Giro de Caixa calculado a partir de relações entre o número de dias entre a compra Matéria-Prima e Receita de Vendas.
b. Caixa Mínimo Necessário = Gastos Operacionais no Período * Giro de Caixa. Sendo o Giro de Caixa calculado a partir de relações entre o número de dias entre a compra Matéria-Prima e Receita de Vendas.
c. Caixa Mínimo Necessário = Gastos Operacionais no Período / Giro de Caixa. Sendo o Giro de Caixa calculado a partir de relações entre o número de dias entre a compra Matéria-Prima e Despesas com Vendas.
d. Caixa Mínimo Necessário = Gastos Operacionais no Período / Giro de Caixa. Sendo impossível definir os valores de Matéria-Prima e Despesas em Geral.
e. Caixa Mínimo Necessário / Gastos Operacionais no Período = Giro de Caixa. Sendo o Giro de Caixa calculado a partir de relações entre o número de dias entre a compra Matéria-Prima e Receita de Vendas.
2 - Quando estudamos a administração financeira e orçamentária, aprendemos e discutimos a respeito dos desafios impostos no século XXI às empresas e seus colaboradores. Assim é verdadeiro afirmar que:
a. A administração financeira e orçamentária apenas permite uma objetiva mensuração dos níveis de financiamento necessários para a operação do negócio. Ou seja, cuida das dívidas e das necessidades de caixa da empresa, sendo assim importantíssima para os gestores e acionistas.
b. Face ao desenvolvimento das economias modernas, exige-se cada vez mais eficiência nos controles dos negócios por parte das empresas. Assim sendo, a administração financeira e orçamentária se tornou valiosa ferramenta para os administradores por permitir um controle e uma administração do negócio com foco na geração de valor e lucro.
c. A administração financeira e orçamentária é uma aliada do administrador moderno por tratar dos níveis de endividamento e das formas como estas necessidades de recursos devem ser financiadas no dia a dia da empresa.
d. Apesar da administração financeira e orçamentária ser uma aliada do administrador moderno, nuca deve tratar dos níveis de endividamento e das formas como estas necessidades de recursos devem ser financiadas no dia a dia da empresa. Este papel cabe ao contador e, em última análise, ao Departamento de Orçamentos.
e. A administração financeira e orçamentária sempre deve ser efetuada com uma visão de curto prazo, voltada apenas à mensuração dos níveis de financiamento necessários para a operação do negócio. Ou seja, cuidar do endividamento e das necessidades de caixa da empresa no médio e longo prazo fogem do objetivo de gestores e acionistas.
3 - Segundo Gropelli (2010), o Administrador Financeiro pode se utilizar de três métodos distintos para estimar as necessidades financeiras de sua empresa com um bom grau de precisão principalmente quando pensamos em períodos inferiores a um ano, são eles:
a. Métodos das vendas líquidas, vendas brutas e recebimentos de curto prazo.
b. Métodos das vendas brutas, impostos sobre vendas e retiradas líquidas de caixa.
c. Não há métodos específicos, o autor apenas menciona alguns aspectos relevantes na administração de caixa e de dívidas no curto prazo.
d. Método da porcentagem das vendas, Método do Orçamento de Caixa, e Método do Giro de Caixa.
e. Os métodos são específicos, e o autor apenas menciona alguns aspectos relevantes na administração de caixa e de dívidas no curto prazo com foco no giro de caixa.
4 - Estará sempre a cargo do gestor financeiro, seja ele um Analista, Gerente, Diretor Financeiro ou Controller, a responsabilidade de procurar manter a empresa sólida financeiramente e líquida o suficiente face aos enormes desafios que as economias modernas exigem. Neste sentido é VERDADEIRO afirmar que:
a. Este profissional deve sempre estar atento à necessidade de financiar a sua atividade e expansão de seus negócios, seja através da abertura de capital via lançamento de ações ordinárias ou preferenciais no mercado. Este trabalho deve ser efetuado com o uso de recurso próprio disponibilizado no caixa da empresa ou através de levantamento de empréstimos junto aos bancos.
b. Este profissional deverá no seu dia a dia de trabalho preocupar-se com o faturamento da empresa, sem se preocupar com a necessidade de financiar a atividade ou expansão dos negócios. Assim, seu trabalho deve ser efetuado com apenas com o uso de recurso próprio disponibilizado no caixa da empresa remanescente dos lucros retidos.
c. A despeito do trabalho exigido destes profissionais, devemos sempre ter em mente que o Analista ou Controller nunca deve se relacionar com o mercado externo, sendo assim um profissional voltado apenas ao seu público interno \u2013 Alta Administração \u2013 e portanto restrito a atividades secundárias .
d. O ato de manter a empresa sólida financeiramente e líquida o suficiente face aos enormes desafios que as economias modernas exigem significa endividar-se apenas o suficiente para pagar os investimento e financiar o capital de giro da empresa sem pensar no curto, médio ou longo prazo.
e. Manter a empresa sólida financeiramente e líquida exige que o profissional de finanças seja pouco qualificado por tratar-se de função secundária. Assim, o planejamento financeiro e orçamentário deve ser terceirizado como exige a administração no século XXI.
5 - Ainda, segundo a preocupação para com as projeções orçamentárias futuras da firma, cabe ao analista ou financista ater-se às questões das demais informações fornecidas pelos relatórios financeiros e notas explicativas. E isto em razão destas:
a. Fornecerem importantes informações a respeito da estratégia de operação da concorrência, seus investimentos, projetos e lançamento de novos produtos ou serviços. Ou seja, informações que contribuem para uma análise mais detalhada das ameaças e que permitem projeções mais precisas dos números analisados.
b. Fornecerem importantes informações a respeito da estratégia de operação do principal bem substituto no mercado. Ou seja, permite ao analista saber os custos e despesas incorridos na produção do bem concorrente e contribuem para uma análise mais detalhada das ameaças e que permitem uma projeção mais precisa dos números analisados.
c. Fornecerem importantes informações a respeito da estratégia de operação da empresa, seu plano de investimento, projetos de novas fábricas, máquinas, tecnologias, lançamento de novos produtos ou serviços. Ou seja, informações que contribuem para uma análise mais detalhada de suas ações e permitem uma projeção mais precisa dos números analisados.
d. As demais informações fornecidas pelos relatórios financeiros e notas explicativas são essenciais para o contador por oferecerem respostas aos seus questionamentos a respeito dos resultados das vendas e dos lucros obtidos pela operação do negócio, mas nunca servem como parâmetro para os Orçamentos.
e. O trabalho de Planejamento Orçamentário e de administração de caixa e de dívidas no curto prazo com foco no giro de caixa é possível apenas através do levantamento de informações fornecidas pelos relatórios financeiros e notas explicativas.
6 - Quando o analista financeiro e de orçamentos efetua as projeções de um Demonstrativo Financeiro faz uso de dados macroeconômicos como inflação, juros, câmbio e crescimento econômico. Assim sendo, é verdade afirmar que:
a. Estes cenários econômicos servirão de base às projeções econômico-financeiras da empresa, exigindo assim um profundo conhecimento dos negócios e do setor econômico no qual a organização esteja inserida, bem como o conhecimento dos indicadores que mais impactam os negócios ou influenciam suas operações.
b. Na elaboração dos cenários econômicos que servirão de base às projeções econômico-financeiras da empresa, será