Hipóteses básicas do mercado em concorrência perfeita
1 pág.

Hipóteses básicas do mercado em concorrência perfeita


DisciplinaMicroeconomia I8.016 materiais209.431 seguidores
Pré-visualização1 página
Hipóteses básicas do mercado em concorrência perfeita
A estrutura de mercado em concorrência perfeita ocorre quando há muitos compradores e vendedores, de tal modo que nenhum desses agentes individualmente consiga gerar um impacto significativo no preço de mercado do bem ou serviço. As hipóteses básicas do modelo de concorrência perfeita são as seguintes:
1 - Grande número de vendedores e compradores: não é possível prever qualquer tipo de coordenação entre os agentes que atuam nesse mercado, logo, os agentes econômicos individualmente não têm poder de mercado, ou seja, não exercem impacto sobre o preço de equilíbrio.
2 - Produto homogêneo: o produto oferecido por todas as empresas desse mercado é substituto perfeito, ou seja, não existe diferenciação dos produtos vendidos dentro do mercado relevante.
3 - As empresas são tomadoras de preços (price takers): cada empresa vende uma parte suficientemente pequena do total da produção desse mercado e cada consumidor adquire uma quantidade mínima dessa produção, sem que ocorram sobras ou estoques nem escassez do produto. Logo, os agentes econômicos não apresentam in\ufb02uência no preço de equilíbrio do mercado, ou seja, aceitam o preço vigente.
4 - Ausência de barreiras à entrada e à saída: há livre entrada e saída de empresas e consumidores. Os compradores podem, facilmente, trocar de fornecedor. Os fornecedores podem, também facilmente, entrar e sair do mercado, não há custos especiais que tornam difícil para uma empresa entrar ou sair de um determinado setor.
5 - Informações completas dos agentes: há livre circulação e conhecimento completo de todas as informações relevantes de mercado por parte dos agentes. Cada comprador e vendedor, portanto, deve agir de forma independente.
6 - Ausência de custos de transação: O acesso de qualquer empresa à produção de um bem é livre. Ao mesmo tempo, os consumidores também não incorrem em qualquer custo extra. Não existem restrições legais e patentes para o emprego dos fatores de produção. O único obstáculo que a empresa tem ao produzir um bem é o seu próprio custo de produção. Para o consumidor, o único obstáculo para a aquisição de um bem ou serviço é sua renda.
6 - Maximização de lucros e de bem-estar: O comportamento da firma é guiado com o objetivo de obter os melhores resultados com a venda de seus produtos. Os consumidores, por sua vez, visam sempre ampliar seu bem-estar adquirindo mercadorias.