A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
Sistema Digestório

Pré-visualização | Página 1 de 1

Sistema Digestório
CONCEITO :
Para que o organismo se mantenha vivo e funcionante é necessário que ele receba um suprimento constante de material nutritivo . Muitos dos alimento ingerido pelo animal precisam ser tornados solúveis e sofrer modificações químicas para que sejam absorvidos e assimilados nisto , constituindo a digestão.
Os órgãos que, no conjunto, compreendem o sistema digestivo são especialmente adaptados para que estas exigências sejam cumpridas . 
Assim , suas funções são as de preensão, mastigação, deglutição, digestão, absorção dos alimentos e expulsão dos resíduos, eliminados sob a forma de fezes . 
2
Ingestão :
Ato de introduzir o alimento na boca. 
Mastigação :
Ato de triturar o alimento com os dentes, diminuindo as grandes porções em porções a ponto de serem possíveis de serem deglutidas.
3
Deglutição: 
Ato te transportar o alimento da cavidade oral para o esôfago , passando pela faringe .
4
Digestão :
É o preparo químico e mecânico do bolo alimentar. Este processo visa quebrar o alimento ainda em partículas ainda menores facilitando o processo da absorção ; 
5
Divisão do Sistema Digestivo :
CANAL ALIMENTAR
ORGÃOS ANEXOS
6
CANAL ALIMENTAR
Inicia-se na cavidade bucal, continuando-se na faringe, esôfago, estômago, intestinos, (delgado e grosso), para terminar no reto, que se abre no meio externo através do ANÚS .
O canal alimentar, portanto, é aberto em nas suas duas extremidades, (boca e ânus) o que faz sua luz, pela qual transita o alimento, ser parte do meio externo.
7
ORGÃOS ANEXOS
Sistema formado por órgãos especializados na preparação e absorção do alimento, para ser utilizado pelas células, bem como pela eliminação do resto não absorvido. Estes órgãos incluem um longo tubo (trato gastrointestinal) que se estende da boca ao ânus, e órgãos anexos (glândulas, dentes, língua e etc.). 
8
BOCA
A bocaé a primeira porção do canal alimentar comunicando-se anteriormente com o exterior através de uma fenda limitada pelos lábios, arima bucal.
A cavidade bucal esta limitada, lateralmente, pelas bochechas, superiormente pelo palato e, inferiormente por músculos que constituem o assoalho da boca. Nesta cavidade fazem evidência as gengivas, os dentes e a língua.
 
Divisão da Cavidade Bucal:
a)Vestíbulo
b)Cavidade bucal
a)Vestíbulo: Espaço situado entre os lábios e a bochecha, externamente! e os dentes e a gengiva internamente.
b)Cavidade bucal propriamente dita: Comunica-se atrás com a orofaringe.
Limites: Arcos alveolares, dentes e gengivas!
tecto; Palato!
Assoalho; Ocupado pela língua 
Palato
O teto da cavidade bucal está constituído pelo palato e neste reconhecemos o palato duro, anterior, e o palato mole, posterior. Tem a função de dividir a nasofaringe (acima) e a orofaringe (abaixo).
Do palato mole, no plano mediano, projeta-se uma saliência crônica, a úvula e, lateralmente, duas pregas denominadas arco palatoglosso (a mais anterior) e arco palatofaríngico (a mais posterior).
Entre os arcos acima há um espaço, a fossa tonsilar, ocupado pela tonsila palatina.
Fissura labiopalatal
O que é Fissura labiopalatal? (Lábio Leporino)
É uma abertura no lábio ou no palato, podendo ser completa, lábio e palato. Essas aberturas resultam do desenvolvimento incompleto do lábio e/ou do palato (céu da boca), enquanto o bebê está se formando, antes de nascer. 
Sequelas 
Sem o devido tratamento, as fissuras podem provocar sequelas graves, como a perda da audição, problemas de fala e déficit nutricional, além do sofrimento com o preconceito. 
Detecção e correção.
Atualmente, graças ao aperfeiçoamento do ultrassom, o lábio leporino pode ser diagnosticado antes mesmo do parto. Isso permite que, logo após o nascimento, a cirurgia corretiva seja realizada. Hoje já existem técnicas que permitem a realização da cirurgia precoce, até 1 semana de vida.
 
 
 
 
 
 Menina de seis meses com fissura labiopalatal 
 
 
 A mesma menina com 5 anos e meio após cirurgia reparadora
Abdome: Generalidades
Diafragma
Peritônio
Estômago