ANÁL. DISC.   C
4 pág.

ANÁL. DISC. C


Disciplina<strong>análise do Discurso</strong> Midiático1 materiais5 seguidores
Pré-visualização2 páginas
Página 1 de 4 
 
 
 
 
GRUPO SER EDUCACIONAL 
GRADUAÇÃO EAD 
GABARITO 
AV2 2017.1B \u2013 10/06/2017 
 
 
 
 
 
 
1. O discurso é, portanto, o lugar de confronto 
entre língua e ideologia. Para Pêcheux (1997), 
discurso é efeito de sentido entre interlocutores. 
Quais os aspectos que a Análise do discurso de 
linha francesa leva em consideração em sua 
análise? 
 
a) Ligados as frases e orações que compõem a 
sintaxe do português brasileiro. 
b) Os aspectos formais da formação linguagem e 
discurso. 
c) Os aspectos formais da fonética e fonologia. 
d) Ideologia - Sujeito - condições de produção. 
e) Arraigadas aos termos de formação da palavra, 
isto é, radical, prefixação e sufixação. 
Alternativa correta: Letra D. 
Identificação de conteúdo: UNIDADE I - Páginas \u2013 
01 a 4- livro texto. 
Comentário: \u201cA análise do discurso apresenta um 
modo de investigação que leva em consideração 
aspectos como a Ideologia e as relações sociais, 
atravessando a língua e construindo sentidos 
diferentes, \u201ctodo discurso é resultado de um complexo 
jogo ideológico onde entram em cena suas condições 
de produção\u201d. É por meio do funcionamento discursivo 
que percebemos a constituição dos sentidos. 
 
 
 
 
 
 
2. De acordo com as abordagens de Análise do 
Discurso, o conceito de formação discursiva: 
 
a) Corresponde a um dado saber, constituído de 
enunciados interdiscursivos que representam um 
modo de relacionar-se com a história vigente, 
regulando o que não pode e não deve ser dito. 
b) Corresponde a tal saber, constituído de 
enunciados intradiscursivos que representam um 
modo de relacionar-se com a cultura vigente, 
regulando o que pode e deve ser dito. 
c) Corresponde a um domínio de saber, 
constituído de enunciados discursivos que 
representam um modo de relacionar-se com a 
ideologia vigente, regulando o que pode e 
deve ser dito. 
d) Corresponde a um vasto campo de saber, 
constituído de enunciados parafrásticos que 
representam um modo de relacionar-se com o 
contexto vigente, regulando o que pode e não 
deve ser dito. 
e) Corresponde a uma gama de saberes, 
constituído de enunciados e discursos que 
representam um modo de relacionar-se com a 
história e ideologia vigentes, regulando o que 
não pode, mas deve ser dito. 
Alternativa correta: Letra C. 
Identificação de conteúdo: Unidade \u2013 II PÁGINA 17. 
 
 
GABARITO 
QUESTÕES COMENTADAS 
Disciplina ANÁLISE DO DISCURSO 
Professor (a) ÉRIKA COSTA 
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 
D C E C E B B B E B 
 
 
 Página 2 de 4 
 
ANÁLISE DO DISCURSO PROFESSOR (A): ÉRIKA COSTA 
 
Comentário: À noção de Formação Discursiva (FD), 
Pêcheux (1988), diz que \u201ccorresponde a um domínio 
de saber, constituído de enunciados discursivos que 
representam um modo de relacionar-se com a 
ideologia vigente, regulando o que pode e deve ser 
dito\u201d (PÊCHEUX, 1988, p.160). 
 
3. A noção de condições de produção é proposta 
por Pêcheux junto a de discurso, quando o autor 
afirma que \u201cum discurso é sempre pronunciado a 
partir de condições de produção dadas\u201d. Assinale 
a alternativa que apresenta a definição de 
condições de produção na concepção de Análise 
do discurso de Linha francesa. 
 
a) Conjunto de muitos discursos com os quais 
vários discursos entram em aliança, ou seja, uma 
intertextualidade discursiva. 
b) Formações interdiscursivas, onde se 
apresentam: a relação do dito, a relação do não 
dito e o sentido. 
c) Corresponde a um dado saber, constituído de 
enunciados interdiscursivos que representam um 
modo de relacionar-se com a história vigente, 
regulando o que não pode e não deve ser dito. 
d) São resultado imediato do processo discursivo 
atual no qual os sujeitos estão inseridos. 
e) São formações imaginárias, onde se 
apresentam: a relação de forças - os lugares 
sociais dos interlocutores e sua posição 
relativa no discurso, a relação de sentido- o 
coro de vozes, a intertextualidade, a relação 
que existe entre um discurso e os outros, a 
antecipação - a maneira como o locutor 
representa as representações do seu 
interlocutor e vice-versa. 
Alternativa correta: Letra E. 
Identificação de conteúdo: Unidade II, PÁGINAS 21 
e 22 - livro texto. 
Comentário: As Condições de Produção (CP) são 
formações imaginárias, onde se apresentam: a 
relação de forças - os lugares sociais dos 
interlocutores e sua posição relativa no discurso, a 
relação de sentido- o coro de vozes, a 
intertextualidade, a relação que existe entre um 
discurso e os outros, a antecipação - a maneira como 
o locutor representa as representações do seu 
interlocutor e vice-versa, ou seja, \u201co sujeito 
experimenta o lugar de seu ouvinte a partir do seu 
próprio lugar\u201d(ORLANDI, 2011, p.126-158, grifo 
nosso). O sujeito falará de uma forma ou de outra, 
dependendo do \u201cefeito que possa produzir em seu 
ouvinte\u201d (ORLANDI, 2013, p. 39). 
 
 
4. No livro \u201cEstética da criação verbal\u201d, Bakhtin, 
(2003) dedica um capítulo à reflexão sobre a 
heterogeneidade de gêneros discursivos 
produzidos por e em uma sociedade complexa 
como a nossa e os fatores (de natureza várias, 
linguística-extralinguística) que influem e 
confluem na constituição deles. Sobre a noção de 
gênero do discurso, assinale a alternativa correta. 
 
a) É uma noção baseada na noção de palavras, por 
isso costuma ser estudada conjuntamente a 
morfologia. 
b) Figurar-se-ia como um texto diferente, com uma 
configuração prototípica, por possuir 
características micro e macroestruturais e 
superestruturais específicas à sua organização 
textual. 
c) É uma noção baseada na noção de 
enunciados, considerados em sua relativa 
estabilidade para cada campo de utilização da 
língua. 
d) A noção de gênero discursivo parece derivar-se 
de análises que, entre outros elementos, 
contemplariam as categorias internas à 
constituição do texto. 
e) É uma noção baseada na noção de orações, por 
isso é importante conhecimentos em sintaxe 
para melhor compreendê-la. 
Alternativa correta: Letra C. 
Identificação de conteúdo: UNIDADE III, PÁGINAS 
38 e 39. 
Comentário: Bakhtin afirma que é por meio desse 
conjunto de enunciados relativamente estáveis que se 
dá toda a comunicação discursiva. 
. 
 
5. A Análise Critica do Discurso (ACD) foi assim 
denominado pelo linguista: 
 
a) Van Dijk. 
b) Noam Chomsky. 
c) Theo Van Leeuwen. 
d) Ruth Wodak. 
e) Norman Fairlough. 
Alternativa correta: Letra E. 
Identificação de conteúdo: UNIDADE III - Páginas 
45 e 46 . 
Comentário: O TERMO \u201cAnálise Crítica do Discurso 
foi assim denominada pelo Linguísta Britânico Norman 
Fairclouh da Universidade de Lancaster, emu ma 
publicação no ano de 1985. 
 
 
 
 
 
 Página 3 de 4 
 
ANÁLISE DO DISCURSO PROFESSOR (A): ÉRIKA COSTA 
 
 
6. Na AD, dizemos que não há discurso neutro, 
todo discurso produz sentidos que expressam as 
posições sociais, culturais, ideológicas dos 
sujeitos da linguagem (BRANDÃO, 2013). Nesta 
perspectiva, as formações imaginárias, estão 
implicadas nas condições de produção. Assinale a 
alternativa que corresponde a formações 
imaginárias na concepção da AD. 
 
a) Conjunto de muitos discursos com os quais 
vários discursos entram em aliança, ou seja, uma 
intertextualidade discursiva. 
b) São imagens, projeções que os sujeitos 
fazem de si, do outro, do referente e da 
imagem que outro teria desses elementos, 
sem correspondência direta com a realidade. 
c) São resultado imediato no processo discursivo 
atual no qual os sujeitos estão inseridos. 
d) Formações imaginárias é onde se apresentam: a 
relação de forças, a relação de alianças e a