A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
AV 2 FUNDAMENTOS DAS CIENCIAS SOCIAIS

Pré-visualização | Página 1 de 1

1a Questão 
 
 
As ciências da natureza e as ciências sociais se diferem pelo seu objeto de estudo. Analise as frases abaixo e 
assinale a única resposta incorreta 
 
 
Ciências naturais estudam fatos simples, eventos que, presumivelmente, têm causas simples e são 
facilmente isoláveis, recorrentes e sincrônicos. 
 
Ciências sociais estudam fenômenos complexos. 
 
Os fatos estudados pelas ciências naturais podem ser vistos, isolados e reproduzidos dentro de 
condições de controles razoáveis, num laboratório. 
 O objeto de investigação das ciências naturais é o homem nas suas relações intersubjetivas, os 
fenômenos sociais. 
 
Ciências sociais são as que estudam eventos com determinações complicadas e que podem ocorrer 
em ambientes diferenciados, fazendo com que toda análise de fenômenos dessa natureza seja 
parcial, subjetiva. 
 
 
 
 
 
 2a Questão 
 
 
As Ciências Naturais estudam fatos simples, eventos que presumivelmente têm causas simples e são 
facilmente isoláveis, recorrentes e sincrônicos. Tais fatos podem ser vistos, isolados e reproduzidos dentro 
de condições de controle razoáveis, num laboratório. Podemos atribuir estas características também às 
ciências sociais? 
 
 
Sim, pois a realidade é uma só, as diferenças entre os fenômenos são apenas de complexidade; 
 
Parcialmente, pois os fenômenos sociais são simples, embora não reproduzíveis em laboratório; 
 
Parcialmente, pois os fenômenos sociais, mesmo sendo históricos, podem ser reproduzidos em 
laboratório; 
 
Parcialmente, pois os fenômenos sociais, embora complexos, podem ser reproduzidos em 
laboratório, desde que em condições de tempo e espaço ideais. 
 Não, pois as ciências sociais estudam fenômenos complexos e irreproduzíveis em laboratório; 
 
 
 
 
 
 3a Questão 
 
 
Para Wright Mills os indivíduos só podem compreender sua existência social percebendo-se parte de um 
contexto histórico-cultural determinado. Assim, é possível perceber que nossas ações influenciam e são 
influenciadas pela dinâmica da sociedade, o que permite enxergar além da estrita esfera dos problemas 
individuais para os problemas sociais. A esta descrição ele denominou de: 
 
 
Imaginação Cartesiana 
 
Imaginação psicológicas 
 Imaginação Sociológica 
 
Imaginação política 
 
 Imaginação histórica 
 
 
Explicação: 
O sociólogo Wright Mills (1959) denominou de imaginação sociológica. Ela remete ao processo através do 
qual o indivíduo consegue estabelecer conexões entre sua experiência pessoal e a sociedade em que vive. 
 
 
 
 
 
 4a Questão 
 
 
Podemos afirmar que o processo de Socialização seria: 
 
 o processo através do qual os seres humanos são induzidos a adotar padrões de comportamento, 
normas, regras e valores do seu mundo social 
 
Um fenômeno de caráter biológico 
 
um processo unicamente baseado no senso comum e na educação familiar 
 
Um problema social, pois prejudica um grupo ou uma sociedade por completo 
 
O conjunto complexo de regras, símbolos e conhecimento que uma determinada sociedade possui 
 
 
Explicação: A resposTA correta é a letra A, pois o processo de socialização compõe-se de processos de 
aprendizagem que funcionam como mecanismo de inserção do indivíduo na vida em grupo. Deste modo, 
vincula-se a educação informal no seio da familia, socialização primária, aumentando o grau de 
complexidade em processo secundário na escola e no mundo do trabalho. A sociealização dá-se, destarte, na 
familia, na escola, no mundo do trabalho, por meio da educação formal e informal. Por fim vincula-se com a 
aprendizagem de simbolos, valores, tradições culturais, científicas e cosmológicas. 
 
 
 
 
 
 5a Questão 
 
 
Nas ciências sociais os fenômenos estudados são complexos e centrados no ser humano, portanto, 
subjetivo. dessa forma, quando falamos desses fenômenos podemos dizer que eles: 
 
 
Expressam a subjetividade do pesquisador que facilmente se envolve com o objeto de pesquisa. 
 
Em alguns casos, têm causas simples e são facilmente isolados. 
 
São complexos, mas alguns podem e devem ser comprovados em laboratório. 
 
Isentas de interpretações da realidade, já que está embasada na objetividade. 
 São eventos complexos apresentados de modo descritivo e narrativo, nunca na forma de uma 
experiência. 
 
 
 
 
 
 6a Questão 
 
 
As ciências sociais são compostas por três ciências, dentre as quais temos a antropologia. Assinale abaixo a 
alternativa que contém o conceito que melhor define a antropologia. 
 
 
ciência que estuda, por método dedutivo, objetos abstratos (números, figuras, funções) e as relações 
existentes entre eles. 
 Disciplina que estuda as semelhanças e diferenças culturais entre os vários agrupamentos humanos, 
bem como a origem e a evolução da cultura. Ocupa-se ainda da diversidade cultural existente nas 
sociedades industriais. 
 
Trata da distribuição de poder na sociedade e as diversas formas de governo. Estuda os partidos 
políticos, os mecanismos eleitorais, etc. 
 
Disciplina que tem por objetivo estudar as atividades humanas ligadas à produção, circulação, 
distribuição e consumo de bens e serviços. Estuda a distribuição de renda num país, a política 
salarial, a produtividade de uma empresa etc. 
 
Tem por objetivo estudar as atividades humanas ligadas à produção, circulação, distribuição e 
consumo de bens e serviços. Estuda a distribuição de renda num país, a política salarial, a 
produtividade de uma empresa etc. 
 
 
Explicação: A letra B está correta, pois trata-se de uma definição científica da disciplina antropologia. Há, na 
questão, a preocupação em associar antropologia e cultura. 
 
 
 
 
 
 7a Questão 
 
 
Segundo o antropólogo Roberto Da Matta a pesquisa de campo leva o estudioso a encarar a sua própria 
visão de mundo, sua religião, seus valores morais etc. Devemos levar em conta seriamente essa noção para 
evitar interferir na pesquisa. Segundo Da Matta, nasce assim a dialética entre investigador e investigado. DA 
MATTA, Roberto in Relativizando: uma introdução à antropologia social É correto afirmar que: 
 
 
A relação é muito complexa e faz com que o investigador estude apenas outros universos sociais 
fora da sua experiência de vida 
 
A relação dialética entre investigador e investigado é uma relação que impossibilita a prática 
científica 
 Nas ciências sociais devemos nos esforçar para trabalhar com neutralidade, mesmo sendo está 
quase inalcançável devido a complexidade dos objetos 
 
Ao analisarmos os fenômenos mais próximos deixamos de ser cientistas sociais 
 
Os fenômenos sociais que estão bem perto de nós não devem ser analisados pelas Ciências sociais 
 
 
 
 
 
 8a Questão 
 
 
Sobre a questão da neutralidade e objetividade científica podemos afirmar que: 
 
 
É alcançada em todas áreas de investigação científica. 
 
É alcançada facilmente por todo tipo de investigação científica. 
 
Não é preocupação do cientista social. 
 
É mais difícil de se conseguir nas Ciências Naturais. 
 É mais difícil de ser alcançada nas Ciências Sociais.