A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
14 pág.
REFINARIA DE MANAUS

Pré-visualização | Página 1 de 1

REFINARIA DE MANAUS 
 Refinaria Isaac Sabbá
VISTA SUPERIOR DA REFINARIA
Uma refinaria instalada às margens do Rio Negro, em Manaus, essa é a Refinaria Isaac Sabbá. 
Com uma área de quase 10 Km², a refinaria iniciou suas operações como Companhia de Petróleo da Amazônia, no dia 6 de setembro de 1956 - quando a região sentia os efeitos da decadência da extração da borracha. 
No dia 3 de janeiro de 1957, quando foi inaugurada pelo presidente Juscelino Kubitschek, a refinaria contava com a primeira unidade de craqueamento catalítico da América Latina, além de unidades de destilação atmosférica e destilação a vácuo. A capacidade de refino era de cinco mil barris por dia.
Quando assumimos o controle acionário da companhia, em 1971, passamos a chamá-la de Refinaria de Manaus (Reman). 
Em 1997, rebatizamos a unidade em homenagem ao pioneirismo de seu fundador, Isaac Benaion Sabbá. 
HISTÓRIA
PROCEDIMENTOS DA ISAAC SABBÁ
A Isaac Sabbá opera, desde o ano 2000, com capacidade de processamento de 7 milhões e 300 mil litros de petróleo por dia, ou seja, 46 mil barris por dia. Deste total, 93% são produzidos na Província Petrolífera de Urucu e 7% da Bacia de Campos, no Rio de Janeiro.
Para atender todo o seu mercado, recebe também derivados de petróleo de outras refinarias. 
Ela é autossuficiente em energia, dispondo de uma central termoelétrica que produz e distribui 5,8 megawatts, uma capacidade suficiente para atender a demanda por energia de uma cidade com 35 mil habitantes.
A refinaria dispõe de um sistema de tratamento de efluentes líquidos que assegura a qualidade da água devolvida ao rio Negro. 
O mesmo cuidado é mantido em relação aos resíduos sólidos oriundos do processo de refino, foi a primeira refinaria da Petrobras a obter as certificações pelas normas ISO 9002 (que trata da qualidade de produtos e serviços), ISO 14001 e OHSAS 1800.
Principais produtos
GLP, 
Nafta petroquímica, 
Gasolina, 
Querosene de aviação, 
Óleo diesel, 
Óleos combustíveis, 
Óleo leve para turbina elétrica, 
Óleo para geração de energia, 
Asfalto.
CARACTERÍSTICAS DO PROCESSO
A Reman possui três unidades:
- Destilação Atmosférica
- Destilação a Vácuo 
- Craqueamento Catalítico
Processo de grande versatilidade e alta rentabilidade, que requer alto investimento. 
Destina-se, principalmente, à obtenção de gasolina de alta octanagem, obtida na faixa de 50% a 60% em volume em relação à carga processada.
CATALIZADOR
Um catalisador é tudo aquilo que facilita reações químicas sem nelas participar, como enzimas ou sais minerais ionizados Um catalisador é uma substância que afeta a velocidade de uma reação, mas emerge do processo inalterada. O catalisador empregado nas reações de “cracking” é um pó granular, finíssimo, de alta área superficial, à base de sílica (SiO2) e alumina (Al2O3). Este pó, quando atravessado por uma corrente gasosa, comporta-se de modo semelhante a um fluido.
Localizada no Distrito Industrial de Manaus no estado do Amazonas, possui uma área de 9,8 km2. Sua contribuição em impostos é de R$ 500 milhões/ano (ICMS).
 
Seu terminal portuário conecta 3 portos administrados pela Transpetro atualmente, ao qual recebe e remete derivados do petróleo. Ela processo 46 mil barris de petróleo diariamente e ela tem sua própria termoelétrica, uma referência em auto-suficiência industrial no mundo.
A UN-REMAN recebeu o troféu ouro do Prêmio Qualidade Amazonas (PQA) 2007 com o trabalho “Controle Avançado da Unidade de Destilação Atmosférica U-2111”, na Modalidade Processos.
A produção do Amazonas que é realizada na Província Petrolífera de Urucu, no município de Coari (370 km), ficou dividida em 50,7 mil barris diário de petróleo e 9,3 mil metros cúbicos de gás natural, em julho.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.