A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
71 pág.
UNIP Apostila Metodos Alternativos de Solução de Conflitos 2018 2

Pré-visualização | Página 8 de 31

um resumo utilizando linguagem neutra
 Propor organização que gere uma discussão produtiva
Organizar os debates :
Enquadrando as questões : Uma QUESTÃO em Conciliação é um tópico em razão do qual surgiu uma
controvérsia. Quando o conciliador enquadra uma questão, ele está confirmando com as partes o seu
entendimento daquilo que elas desejam discutir.
1. Elucidar uma necessidade ou interesse de ambas as partes.
2. Suscetível de ser resolvido numa Conciliação.
3. Neutro.
4. Não contém atribuição de culpa.
5. Referência ao comportamento, não à personalidade ou caráter.
6. Declara a matéria em disputa.
7. Prospectivo
Tarefas do Conciliador:
1. Ouvir as partes;
2. Identificar todas as questões da controvérsia;
3. Enquadrar as questões de modo a preservar a neutralidade do conciliador e não agredir
nenhuma das partes;
4. Sugerir as questões como ponto de partida da discussão; e Registrar as questões suscitadas
a fim de certificar-se que todas as questões sejam discutidas
CONCILIAÇÃO NO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE GOIÁS
É uma questão de sobrevivência atendermos a crescente demanda de nossos serviços, posicionando
concretamente o Tribunal de Justiça do Estado de Goiás, em status compatível com as recentes
conquistas, tanto em termos de eficiência jurídica, como de importância política.
É necessário dar uma visão moderna às ações do Judiciário Goiano, por isso, o Tribunal de Justiça de
Goiás segue a orientação aprovada pelo Conselho Nacional de Justiça – CNJ que recomenda o
planejamento e a execução de ações tendentes a dar continuidade ao Movimento Nacional pela
Conciliação.
O Movimento pela Conciliação TJGO está aberto a sugestões, opiniões e críticas, que poderão ser
encaminhadas ao Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (email:
mov.conciliacao@tjgo.jus.br) ou pelos telefones (62) 3216-2698 / 3216-2221 / 3216-2702 / 3216-2530),
pois, qualquer que seja o resultado, é bastante salutar, até mesmo indispensável, a união de todo o
judiciário, parceiros e segmentos da sociedade, para que, juntos, possamos alcançar uma justiça plena
e eficaz no exercício de sua função pacificadora e de solução de conflitos.
Composição do Núcleo Permanente de Métodos Consesuais de Solução de Conflitos (Decreto
Judiciário nº 472, de 09 de fevereiro de 2017).
 23
 Desembargador Gilberto Marques Filho - Presidente do Tribunal de Justiça de Goiás
 Maria Cristina Costa - Juíza Auxiliar da Presidência
 Sirlei Martins da Costa - Juíza Auxiliar da Corregedoria Geral da Justiça
 Doraci Lamar Rosa da Silva Andrade - Juíza Coordenadora do Núcleo Permanente (Juíza de
Direito Substituta em 2º grau)
 Paulo César Alves das Neves - Juiz Coordenador Adjunto do Núcleo Permanente (Juiz de Direito
da 5ª Vara Cível e Arbitragem da Comarca de Goiânia)
 Sílvio José Rabuske - Juiz de Direito Aposentado
- Objetivos
1. Atender à orientação do CNJ, implantando o Movimento Nacional pela Conciliação no Tribunal
de Justiça de Goiás.
2. Implementar de modo cooperativo e consensual, a Justiça de Conciliação.
3. Estimular condutas de cooperação e de conciliação entre os membros da justiça, demais
operadores de direito, a sociedade e destes entre si.
4. Promover a reforma da justiça através do diálogo e da cooperação entre seus membros, os
demais operadores de direito e a sociedade.
5. Demonstrar à sociedade, através da mudança de comportamento dos operadores de direito e da
implementação da justiça de conciliação, os benefícios da conciliação.
6. Fomentar a cultura da paz em toda a sociedade em geral, sensibilizar os operadores do direito
para utilizarem as técnicas apropriadas para a conciliação, diminuir e prevenir o número de
conflitos existentes, buscar elevar o número de audiências de conciliação designadas e um
melhor índice de acordos na Justiça Estadual, a exemplo dos países mais desenvolvidos que
chegam a solucionar 70% (setenta por cento) a 80% (oitenta por cento) dos litígios.
- Centros Judiciários de Solução de Conflitos e Cidadania instalados no Estado de Goiás
COMARCA DE GOIÂNIA 
- 1º Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania de 1º e 2º Grau da Comarca de Goiânia 
Atos: Resolução nº 16, de 28 de novembro de 2007.
 Resolução nº 17, de 28 de novembro de 2007.
. CÍVEL: Localização: Fórum Dr. Heitor Moraes Fleury, Térreo, Sala 168, Goiânia - Goiás.
 Contato: (62) 3216-2790, (62) 3216-2870.
. DPVAT: Localização: Fórum Des. Fenelon Teodoro Reis, Rua 72, Quadra C-15/19, Sala da Diretoria do
Foro, Jardim Goiás, Goiânia-Goiás.
 Contato: (62) 3018-8084.
Juiz Coordenador: Dr. Sandro Cássio de Melo Fagundes - Juiz de Direito da 9° Vara Cível (2º Juiz) da
Comarca de Goiânia.
Juiz Coordenador Adjunto: Dr. Claudiney Alves de Melo - Juiz de Direito da 8ª Vara Cível (1º Juiz) da
Comarca de Goiânia.
- 2º Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania
Ato: Portaria nº 330, de 27 de junho de 2011.
Localização: Fórum Desembargador Fenelon Teodoro Reis, Rua 72, Quadra C-15/19, Sala T-02, Setor
Jardim Goiás, Goiânia-Goiás.
Contato: (62) 3018-8424.
Juíza Coordenadora: Dra. Sirlei Martins da Costa - Juíza de Direito da 1ª Vara de Família e Sucessões
da Comarca de Goiânia.
Juíza Coordenadora Adjunta: Dra. Maria Cristina Costa - Juíza de Direito da 4ª Vara de Família e
Sucessões da Comarca de Goiânia.
- 7º Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Inaugurado em 30 de junho de 2016)
Localização:Fórum Dr. Heitor Moraes Fleury, Térreo, Sala 190, Goiânia - Goiás. 
Contato: 062- 3216-2726 / 062-35242990
Juíza Coordenadora: Dra. Jussara Cristina Oliveira Louza - Juíza de Direito da 3ª Vara da Faz. Púb.
Mun. e de Reg. Púb. da Comarca de Goiânia.
- Justiça Móvel de Trânsito
Ato: Termo de Cooperação Técnica, de 26 de agosto de 2012.
Localização: 4º Juizado Especial Cível, Praça Universitária, s/nº, Prédio da Faculdade de Direito da
Universidade Federal de Goiás, Setor Universitário, Goiânia-Goiás.
 24
Contato: (62) 0800 6460118, (62) 3501-9109.
COMARCA DE APARECIDA DE GOIÂNIA
- 1º Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania: Portaria 023/2013, de 01º de abril de 2013
Localização: FÓRUM DA COMARCA DE APARECIDA DE GOIÂNIA, Rua Versalles, s/n, Quadra 03,
Lotes 08/14, 3º Andar, Residencial Maria Luiza - CEP.: 74.980-970
Contato: (62) 3238-5187
Juiz Coordenador: Dr. Társio Ricardo de Oliveira Freitas - Juiz de Direito da 2ª Vara de Família e
Sucessões da Comarca de Aparecida de Goiânia
- 2º Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania: Portaria 062/2013, de 26 de agosto de 2013
(Inaugurado em 11 de março de 2014)
Localização: Rua Campo Grande, Qd. 26, Lt. 26, Prédio III, UNIFAN, Jardim das Esmeraldas, Aparecida
de Goiânia - CEP 74.853-410
Contato: (62) 3545-4895
Juiz Coordenador: Dra. Mariúccia Benício Soares Miguel - Juíza de Direito da 1ª Vara de Família e
Sucessões da Comarca de Aparecida de Goiânia
- Câmaras Privadas Credenciadas - Deliberação 001/2016 de 28 de setembro de 2016.
 - 1ª CCMEG – CÂMARA DE CONCILIAÇÃO, MEDIAÇÃO E EMPRESARIAL DO ESTADO DE GOIÁS.
Ato: Credenciamento, de 07 de novembro de 2016.
Área de atuação: empresarial, cível, família entre outros no âmbito público e privado.
Localização: Rua 14, n° 50, Setor Oeste, Goiânia, Goiás. CEP: 74120-070.
Contato: (62) 3237-2627.
Responsáveis técnica: Fernanda Duarte da Costa Valadares e Larissa Oliveira Silva.
- 1ª CCM – CRCF – CÂMARA DE CONCILIAÇÃO E MEDIAÇÃO – CENTRO DE RESOLUÇÃO DE
CONFLITOS FINANCEIROS.
Ato: Credenciamento, de 07 de novembro de