A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
17 pág.
Aula 03 imperfeições mercado e estado

Pré-visualização | Página 1 de 1

Economia Política
Jorge Medeiros
Imperfeições, mercado e Estado
Jorge Medeiros
Políticas de preços: congelamento, preços mínimos e tabelamento.
Importância dos conceitos de Oferta e Demanda para o curso de Direito.
Formas de intervenção do Estado na economia
Imperfeições, mercado e Estado
As imperfeições de mercado
Consiste na análise das imperfeições de mercado em que, verificam-se situações nas quais os preços não são determinados isoladamente em cada mercado.
Imperfeições, mercado e Estado
Interferência do governo no equilíbrio de mercado
O governo intervém na formação de preços de mercado, a nível microeconômico, quando fixa imposto e subsídio, estabelece os critérios de reajuste do salário mínimo, fixa preços mínimos para produtos agrícolas, decreta tabelamentos ou, ainda, congelamento de preços e salários.
Imperfeições, mercado e Estado
Política de preços mínimos na agricultura
Consiste numa política governamental que visa dar uma garantia de preços ao produtor agrícola, com o objetivo de resguardá-lo contra os riscos eventuais advindos de variação nos preços de mercado, evitando que uma acentuada queda de preços venha causar um desestímulo ao produtor e sérios prejuízos à renda e à produção agrícola.
Imperfeições, mercado e Estado
Tabelamento
 O governo poderá implantar um tabelamento de preços, visando impedir abusos por parte dos vendedores. Entretanto, se o governo tabelar o preço num valor inferior ao de equilíbrio, resultará em escassez do produto, com o surgimento de filas, ágio e no mercado paralelo.
Imperfeições, mercado e Estado
Importância dos conceitos de Oferta e Demanda para o curso de Direito
A legislação do consumidor amplamente empregada em nossa sociedade tem uma relação direta com os conceitos de Oferta e Demanda. Por exemplo, a oferta insuficiente de determinados produtos básicos como os medicamentos podem causar sérios danos à população dependente desses produtos. Estudar o mercado desses bens poderá evitar sua escassez através de medidas que venham a incentivar a produção. Aspectos jurídicos estão presentes nessas análises e nas formas de incentivo
Imperfeições, mercado e Estado
Formas de intervenção do Estado na economia
a) Absorção: nesse caso o governo atua de forma monopolista na atividade econômica. O caput e inciso V do art. 177 da Constituição Federal Brasileira de 1988, estabelece que Constituem monopólio da União, a pesquisa, a lavra, o enriquecimento, o reprocessamento, a industrialização e o comércio de minérios e minerais nucleares e seus derivados, com exceção dos radioisótopos cuja produção, comercialização e utilização poderão ser autorizadas sob regime de permissão 
Imperfeições, mercado e Estado
b) Participação: o governo atua em conjunto com a inciativa privada na realização de determinada atividade econômica. O art. 199 e & 1o. da Constituição Federal brasileira de 1988 estabelece que A assistência à saúde é livre à iniciativa privada. § 1º - As instituições privadas poderão participar de forma complementar do sistema único de saúde, segundo diretrizes deste, mediante contrato de direito público ou convênio, tendo preferência as entidades filantrópicas e as sem fins lucrativos.
Imperfeições, mercado e Estado
c) Direção: nessa situação o Estado atua na economia através a edição de leis utilizando seu poder de pressão. O art. 174 da Constituição Federal brasileira de 1988 estabelece que Como agente normativo e regulador da atividade econômica, o Estado exercerá, na forma da lei, as funções de fiscalização, incentivo e planejamento, sendo este determinante para o setor público e indicativo para o setor privado.
Imperfeições, mercado e Estado
d) Indução: o governo nesse caso atua na atividade econômica concedendo benefícios fiscais, oferecendo crédito através do sistema financeiro ou mesmo estimulando o desenvolvimento através de instituições oficiais de fomento.
Imperfeições, mercado e Estado
a)Intervenção Direta: a intervenção de forma direta ocorre através das empresas públicas e como sociedade de economia mista e de suas subsidiárias, sendo permitida quando necessária aos imperativos da segurança nacional ou a relevante interesse coletivo O art. 173 da Constituição Federal, & 1º e inciso I, prevê que a lei estabelecerá o estatuto jurídico da empresa pública, da sociedade de economia mista e de suas subsidiárias que explorem atividade econômica de produção ou comercialização de bens ou de prestação de serviços, dispondo sobre sua função social e formas de fiscalização pelo Estado e pela sociedade.
Intervenção direta e indireta
Na atuação direta, o Estado atua como empresário comprometido com a geração de atividade econômica, sendo regido ou por um regime concorrencial (como exemplo a Caixa Econômica Federal) ou em um regime monopolístico (exemplo da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos monopólio estabelecido no art. 21 , X da Constituição Federal de 1988) . 
Intervenção direta e indireta
A partir dos anos 60 inicia-se o questionamento do custo e da eficiência da intervenção direta do estado na Economia associado a uma depreciação dos serviços públicos oferecidos uma vez que ocorre um esgotamento da capacidade estatal de investir em novas tecnologias. A partir de 1985 verifica-se no Brasil, assim como no mundo, o fenômeno de desregulamentação. Não que o Estado seja eliminado, mas ele assume novas funções e transfere à iniciativa privada atividades até então exploradas pelo Estado. O Direito Econômico, como um conjunto de normas que regem a organização do mercado, cria, aplica e preside as novas regras de conduta de mercado.
Imperfeições, mercado e Estado
b)Intervenção Indireta: a intervenção indireta ocorre com o Estado assumindo o papel de agente normativo e regulador da atividade econômica. O art. 174 da Constituição Federal de 1988 estabelece que o Estado exercerá, na forma da lei, as funções de fiscalização, incentivo e planejamento. 
Artigo 174 da Constituição Federal brasileira de 1988 Como agente normativo e regulador da atividade econômica, o Estado exercerá, na forma da lei, as funções de fiscalização, incentivo e planejamento, sendo este determinante para o setor público e indicativo para o setor privado.
Imperfeições, mercado e Estado
A atuação indireta permite ao Estado executar a política econômica, procurando assegurar o desenvolvimento sustentado da economia, com pleno emprego dos fatores de produção, estabilidade de preços, e distribuição de renda.
Imperfeições, mercado e Estado