A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
AAs   DIETO I

Pré-visualização | Página 1 de 2

Marque a opção que NÃO corresponde uma alteração na Inanição COM ESTRESSE, ou seja, associada a doenças:
		
	
	Níveis aumentados de catecolaminas e cortisol.
	
	Aumento da excreção de nitrogênio.
	 
	Reduzida proteólise muscular.
	
	Elevada velocidade metabólica (hipermetabolismo).
	
	Elevação de citocinas inflamatórias.
	
	
	
	2a Questão (Ref.:201603345344)
	Pontos: 0,1  / 0,1  
	As dietas hospitalares especiais apresentam modificações do padrão dietético normal e são classificadas de acordo com suas características físicas. Com relação a essas dietas marque a opção verdadeira.
		
	
	A dieta líquida restrita é composta por caldos de carne coados, sucos de frutas, gelatina, sorvetes ou picolé de leite.
	
	A dieta liquida completa inclui somente alimentos moídos e em forma de purê ou pastas, modificados por cocção e fracionamento.
	
	A dieta branda é utilizada quando se deseja facilitar o trabalho mecânico da digestão do alimento, sendo indicado o consumo de salada crua, arroz integral e carnes frescas grelhadas.
	
	A dieta branda não apresenta restrição específica a alimentos e quanto à forma de preparo dos mesmos.
	 
	A dieta pastosa é indicada para pacientes com dificuldade de mastigação. Nesse tipo de preparação é indicado frutas cozidas, arroz papa e carne moída.
	
	
	
	3a Questão (Ref.:201603340353)
	Pontos: 0,1  / 0,1  
	O início tardio da terapia nutricional é uma prática equivocada, porém comum na unidade hospitalar. Pacientes que permaneceram um longo tempo sem receber aporte calórico adequado podem apresentar:
		
	
	Síndrome da realimentação. Administração de energia e substratos em excesso, ou seja, além daquele valor determinado para manter a homeostase metabólica. Pode ocorrer falência múltipla de órgãos.
	
	Overfeeding. Esta é potencialmente uma condição letal definida como uma alteração hidroeletrolítica grave associada com anormalidades metabólicas em pacientes que voltaram a se alimentar via oral, TNE ou TNP, após importante privação.
	
	Não há possibilidade do paciente apresentar síndrome da realimentação e/ ou overfeeding.
	
	Todas as afirmativas estão corretas
	 
	Síndrome da realimentação. Esta é potencialmente uma condição letal definida como uma alteração hidroeletrolítica grave associada com anormalidades metabólicas em pacientes que voltaram a se alimentar via oral, TNE ou TNP, após importante privação.
	
	
	
	4a Questão (Ref.:201603346678)
	Pontos: 0,1  / 0,1  
	É recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) o consumo diário de 20 a 35g de fibras, das quais 5 a 10g solúveis. Dentre as fibras solúveis, destaca-se a betaglucana por sua importante contribuição na redução da glicemia e da síntese do colesterol hepático. O alimento detentor da maior quantidade dessa fibra é:
		
	
	A castanha do Pará.
	
	O feijão branco.
	
	A soja.
	 
	A aveia.
	
	A maçã.
	
	
	
	5a Questão (Ref.:201604137772)
	Pontos: 0,1  / 0,1  
	O objetivo da Avaliação Nutricional é identificar os distúrbios nutricionais, possibilitando uma intervenção adequada de forma a auxiliar na recuperação e/ou manutenção do estado de saúde do indivíduo. Sobre os métodos de avaliação nutricional de pacientes hospitalizados, analise as acertivas abaixo:
(  ) A Anamnese Nutricional fornece informações que são registradas em formulário com roteiro de questões pré-definidas que tem por objetivo traçar o diagnóstico do paciente.
(   ) Antropometria, Composição Corporal e Parâmetros bioquímicos são considerados métodos subjetivos de Avaliação do Estado nutricional.
(   ) O exame físico tem como desvantagem a detecção em estágios tardios da doença;
(   ) A avaliação Subjetiva Global é um método de fácil execução, que não exige recursos dispendiosos, por isso é considerado um método objetivo de avaliação nutricional.
(   ) Os métodos de consumo alimentar são classificados em retrospectivos, Recordatório de 24 horas e Questionário de Frequência de Consumo Alimentar (QFCA)  e prospectivos, registro alimentar pesado.
Marque a sequencia correta:
		
	
	V-V-F-F-V
	 
	V-F-V-F-V
	
	F-F-V-V-V
	
	V-F-F-V-F
	
	F-V-V-F-V
	(UPE, 2013 / RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL) Qual das alternativas contém apenas indicadores diretos utilizados para avaliação do estado nutricional?
		
	 
	Antropometria, exames clínico-nutricionais, estudos bioquímicos.
	
	Medidas antropométricas, estudos dietéticos, estudos bioquímicos.
	
	Exames clínico-nutricionais, estudos bioquímicos, composição corpórea.
	
	Avaliação global subjetiva, antropometria, consumo alimentar.
	
	Antropometria, exame físico, estatísticas vitais.
	
	
	
	2a Questão (Ref.:201603343892)
	Pontos: 0,1  / 0,1  
	Como poderia ser explicado valores dentro dos limites aceitáveis de albumina sérica em estágios avançados de desnutrição?
		
	
	Pelo dano hepático severo.
	 
	Pela desidratação;
	
	Pela infecção associada;
	
	Pela presença de doença articular associada;
	
	Pela diminuição das perdas gastrointestinais;
	
	
	
	3a Questão (Ref.:201604387258)
	Pontos: 0,0  / 0,1  
	(UPE, 2014 / RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL) O tratamento dietoterápico quase sempre é monitorado pela avaliação nutricional. Considerando a avaliação nutricional por antropometria, o uso das medidas da circunferência da panturrilha e das dobras cutâneas tricipital e subescapular, permite predizer, respectivamente, a:
		
	 
	Reserva proteica e calórica.
	
	Reserva calórica e proteica.
	
	Composição de massa gorda e reserva proteica.
	 
	Composição corporal e reserva de massa muscular.
	
	Massa apendicular e reserva calórica.
	
	
	
	4a Questão (Ref.:201604330008)
	Pontos: 0,1  / 0,1  
	A Dieta Geral é de consistência normal, normoglicídica, normolipídica e normoprotéica, indicada para :
		
	
	Pacientes pós-operatório
	
	Pacientes com dificuldades de deglutição
	
	Pacientes com odinofagia
	 
	Pacientes sem restrição alimentar
	
	Pacientes com problemas mecânicos
	
	
	
	5a Questão (Ref.:201603340494)
	Pontos: 0,1  / 0,1  
	Por maiores os cuidados no preparo e administração da dieta enteral, há chance de complicação. As possíveis causas da diarréia em pacientes alimentados por sonda são:
		
	
	Contaminação da fórmula, fórmula hiposmolar e intolerância à dissacarídeos
	
	Contaminação da fórmula, fórmula isosmolar e intolerância à lactose
	 
	Contaminação da fórmula, fórmula hiperosmolar e intolerância à lactose
	
	Posicionamento da sonda, fórmula isosmolar e má absorção de lipídeos
	
	Contaminação da fórmula, fórmula hiposmolar e má absorção de lipídeos
	Um paciente P.L., 66 anos, sexo masculino, peso atual de 53 Kg e estatura de 1,50 m. Nestas condições, determine, respectivamente, o seu aporte calórico; protéico e a velocidade de infusão da dieta deste paciente. Considerar a administração contínua com descanso fisiológico em 4 etapas de 4 horas e dieta enteral com densidade calórica=1.
		
	
	1855 calorias; 53 g/ dia; 99 mL/ h
 
	
	1590 calorias; 63,6 g/ dia; 116 mL/ h
 
	 
	1590 calorias; 53 g/ dia; 99 mL/ h
 
	
	1855 calorias; 53 g/ dia; 116 mL/ h
	
	1855 calorias; 63,6 g/ dia; 99 mL/ h
	
	
	
	2a Questão (Ref.:201604404566)
	Pontos: 0,1  / 0,1  
	Entre os métodos de avaliação do estado nutricional, a utilização da avaliação global subjetiva (ASG) tem sido útil para a classificação do grau de desnutrição em pacientes hospitalizados. As alternativas a seguir constituem parâmetros de avaliação dessa técnica com exceção de:
		
	
	Sintomas gastrintestinais e perda da gordura subcutânea
	 
	Diagnóstico da doença de base medidas de dobras cutâneas
	
	Alteração