A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
100 pág.
Capítulo 4 - Instalações Prediais de Combate a Incêndio

Pré-visualização | Página 1 de 4

10/05/2017 1
Instalações prediais de combate a 
incêndios (IPCI)
Disciplina
Instalações Hidrossanitárias – IPH 209
Prof. Juan Martín Bravo
INSTITUTO DE PESQUISAS HIDRÁULICAS
UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL
10/05/2017 2
Organização da aula
Introdução a instalações prediais de combate a incêndios.
Legislação: Normas e Decretos.
Fogo e incêndios.
Classes de incêndios.
Métodos de extinção do fogo e agentes extintores.
Classificação de riscos de incêndio.
Medidas de proteção contra incêndio.
Sistemas hidráulicos de combate a incêndio.
10/05/2017 3
Introdução - IPCI
Fogo é um processo químico de transformação.
Pode ainda ser definido como o resultado de uma reação química 
que desprende luz e calor devido à combustão de materiais 
diversos. 
Conceito de fogo
10/05/2017 4
Introdução - IPCI
Combustível
Comburente (oxigênio)
Calor
Elementos que compõem o fogo: triângulo de fogo
OXIGÊNIO
Cuidados com triângulos de 
fogos no google !!
10/05/2017 5
Introdução - IPCI
Reação em cadeia: o fenômeno químico da combustão é uma 
reação que se processa em cadeia. Após a partida inicial é mantida 
pelo calor produzido durante o processamento da reação. 
Elementos que compõem o fogo: tetraedro de fogo
10/05/2017 6
Introdução - IPCI
Combustível:
Elemento que reage com o oxigênio, produzindo a combustão e 
que serve de campo de propagação do fogo.
Podem ser sólidos, líquidos e gasosos.
Elementos que compõem o fogo
Combustíveis Sólidos:
Madeira, papel, tecido, algodão, etc. 
10/05/2017 7
Introdução - IPCI
Combustível:
Líquidos Voláteis: são os que desprendem gases inflamáveis à 
temperatura ambiente. 
Ex.:álcool, éter, benzina, etc.
Líquidos Não Voláteis: são os que desprendem gases inflamáveis à 
temperaturas maiores do que a do ambiente.
Ex.: óleo, graxa, etc 
Elementos que compõem o fogo
10/05/2017 8
Introdução - IPCI
Combustível:
Gasosos: Butano, propano, etano, etc. 
Elementos que compõem o fogo
10/05/2017 9
Introdução - IPCI
Calor:
Elemento que dá início ao incêndio e que incentiva a sua 
propagação;
Pode ser uma faísca, uma chama ou até um super aquecimento 
em máquinas e aparelhos energizados. 
O método de extinção mais utilizado consiste no controle da 
reação de combustão ou resfriamento do material incendiado, 
sendo a água o agente extintor mais utilizado.
Elementos que compõem o fogo
10/05/2017 10
Introdução - IPCI
Ocorre na reação química da combustão (exotérmica) e acaba por 
retro-alimentar o processo.
(1°) Os combustíveis, após iniciarem a combustão, geram mais calor.
(2°) Esse calor provocará o desprendimento de mais gases ou 
vapores combustíveis.
(3°) Desenvolvendo uma transformação em cadeia ou reação em 
cadeia.
Reação em cadeia
(1) (2) (3)
10/05/2017 11
 Lei Complementar 420/1998 – Código
de proteção contra incêndios PMPA.
 NBR 13.434/2004 – Símbolos de
sinalização de segurança contra
incêndio e pânico.
 NBR 9077/2001 – Saídas de
emergência em edifícios.
 NBR 13.714/2000 – Sistemas de
hidrantes e de mangotinhos para
combate a incêndio.
 NBR 14.100/1998 – Símbolos de
proteção contra incêndio – Gráficos
para projeto.
 NBR 10897/2014 – Proteção contra
incêndio por chuveiro automático.
 Decreto 51.803/2014 (Lei Kiss)
Segurança, prevenção e proteção
contra incêndios no RS.
Legislação: Normas e Decretos IPCI
Para a definição do sistema devem ser considerados principalmente
as seguinte normas e decretos:
10/05/2017 12
Propagação do fogo
O fogo pode se propagar:
Pelo contato da chama em outros combustíveis;
Através do deslocamento de partículas incandescentes;
Pela ação do calor.
O calor é uma forma de energia produzida pela combustão ou 
originada do atrito dos corpos. Ele se propaga por três 
processos de transmissão: 
10/05/2017 13
Transmissão do calor
É a forma pela qual se transmite o calor através do próprio material, 
de molécula a molécula ou de corpo a corpo, sem intervalos entre 
corpos.
Condução
10/05/2017 14
Transmissão do calor
É quando o calor se transmite através de uma massa de ar 
aquecida, que se desloca do local em chamas, levando para outros 
locais quantidade de calor suficiente para que os materiais 
combustíveis aí existentes atinjam seu ponto de combustão, 
originando outro foco de fogo. 
Convecção
10/05/2017 15
É quando o calor se transmite por ondas caloríficas através do 
espaço, sem utilizar qualquer meio material. Ondas de calor atingem 
os objetos, aquecendo-os, o calor do Sol é um caso típico de calor 
radiante
Irradiação
Sol
Transmissão do calor
10/05/2017 16
Condução, Convecção e Irradiação
Transmissão do calor
10/05/2017 17
Os incêndios são classificados de acordo com as características dos 
seus combustíveis. 
Somente com o conhecimento da natureza do material que está se 
queimando, pode-se descobrir o melhor método para uma extinção 
rápida e segura. 
Classes de incêndios
A - MADEIRA, PAPEL E ALGODÃO
B - LÍQUIDOS INFLAMÁVEIS
C - EQUIPAMENTOS ELÉTRICOS ENERGIZADOS
D - OUTRAS CLASSES NÃO COMUNS (metais pirofóricos)
10/05/2017 18
Caracteriza-se por fogo em materiais sólidos;
Queimam em superfície e profundidade;
Após a queima deixam resíduos, brasas e cinzas.
Esse tipo de incêndio é extinto principalmente pelo método de 
resfriamento, e as vezes por abafamento através de jato 
pulverizado. 
Classes de incêndios
Classe A
10/05/2017 19
Caracteriza-se por fogo em combustíveis líquidos inflamáveis;
Queimam em superfície;
Após a queima, não deixam resíduos;
Esse tipo de incêndio é extinto pelo método de abafamento. 
Classes de incêndios
Classe B
10/05/2017 20
Caracteriza–se por fogo em materiais/equipamentos 
energizados (geralmente equipamentos elétricos);
A extinção só pode ser realizada com agente extintor não-
condutor de eletricidade, nunca com extintores de água ou 
espuma;
O primeiro passo num incêndio de classe C, é desligar o quadro 
de força, pois assim ele se tornará um incêndio de classe A ou 
B.
Classes de incêndios
Classe C
10/05/2017 21
Caracteriza-se por fogo em metais pirofóricos (alumínio, 
antimônio, magnésio, etc.).
São difíceis de serem apagados;
Esse tipo de incêndio é extinto pelo método de abafamento;
Nunca utilizar extintores de água ou espuma para extinção do 
fogo. 
Classes de incêndios
Classe D
*Pirofórico: Que se inflama espontaneamente. 
10/05/2017 22
Partindo do princípio de que, para haver fogo, são necessários o 
combustível, o comburente e o calor, formando o triângulo do fogo 
ou tetraedro do fogo, quando já se admite a ocorrência de uma 
reação em cadeia, para nós extinguirmos o fogo, basta retirar um 
desses elementos.
Com a retirada de um dos elementos do fogo, temos os seguintes 
métodos de extinção: 
Extinção por retirada do material;
Por abafamento;
Por resfriamento;
Extinção química.
Métodos de extinção do fogo
10/05/2017 23
Esse método consiste em duas técnicas:
Retirada do material que está
queimando;
Retirada do material que está 
próximo ao fogo.
Extinção por retirada do material (Isolamento)
Métodos de extinção do fogo
OXIGÊNIO
10/05/2017 24
Este método consiste na diminuição ou impedimento do contato de 
oxigênio com o combustível.
Extinção por retirada do comburente (Abafamento)
Métodos de extinção do fogo
OXIGÊNIO
10/05/2017 25
Este método consiste na diminuição da temperatura e eliminação do 
calor, até que o combustível não gere mais gases ou vapores e se 
apague. 
Extinção por retirada do calor (Resfriamento)
Métodos de extinção do fogo
OXIGÊNIO
10/05/2017 26
Ocorre