A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
HISTÓRIA ANTIGA ORIENTAL

Pré-visualização | Página 1 de 2

Acertos: 9,0 de 10,0 Data: 01/10/2018 11:12:25 (Finalizada) 
 
HISTÓRIA ANTIGA ORIENTAL 
 
1a Questão (Ref.:201806527214) Acerto: 0,0 / 1,0 
"O fato é que uns e outros eram caçadores e, embora se acredite agora que ocasionais experiências de agricultura tenham ocorrido 
antes, a data-chave para a grande revolução situa-se 10 mil anos atrás. Só nessa época é que o homem teria se iniciado 
sistematicamente como agricultor, mudando sua História, alterando sua relação com a natureza, passando de simples consumidor a 
produtor, e de paciente a agente transformador da natureza." (PINSKY, Jaime. As primeiras civilizações. São Paulo: Editora Contexto, 
2011, p.42) 
O texto acima descreve as mudanças observadas pela humanidade no período identificado como Revolução Neolítica. Acerca deste 
período, podemos afirmar que: 
 
 
 
a Revolução Neolítica pode ser caracterizada pelo conjunto de práticas: sedentarização e incentivo à coleta de frutos e raízes 
como meio de sobrevivência. 
 
o desenvolvimento da agricultura e da domesticação de animais não trouxe qualquer mudança para os homens do período. 
Ainda eram vulneráveis e nômades. 
 
a relação dos homens com a natureza mudou significativamente em 10000 a.C, sobretudo, porque a humanidade tornou-se 
nômade, ou seja, peregrinava de tempos em tempos para sobreviver. 
 
o desenvolvimento da agricultura e da domesticação de animais trouxe "facilidades" para a humanidade; os homens não 
dependiam tanto da natureza como anteriormente. 
 
a relação dos homens com a natureza mudou significativamente em 10000 a.C, sobretudo, pela utilização de novas técnicas de 
cultivo - já utilizavam o arado e o moinho. 
 
 
 
 
2a Questão (Ref.:201806527210) Acerto: 1,0 / 1,0 
Ao refletirmos sobre o tema da escravidão a primeira imagem que nos ocorre é aquela praticada pelos portugueses entre os séculos 
XV e XIX, ou seja, indivíduos oriundos do continente africano. Lembramos ainda da justificativa dada por eles para escravizar os 
africanos em detrimento de outros povos. Comparando a escravidão deste período com aquela realizada na Antiguidade o elemento 
que mais se destaca é: 
 
 
 
na Antiguidade a escravidão era praticada contra os povos derrotados ou elementos da própria população, mas que estivessem 
endividados. Não existia um critério ou justificativa étnica para isso. 
 
na Antiguidade os povos utilizavam a justificativa étnica para escravizar. Desta forma, aqueles identificados como orientais foram 
subordinados pelos gregos e romanos. 
 
na Antiguidade a escravidão utilizava como justificativa a evolução cultural. Povos mais desenvolvidos, que possuíssem uma 
forma mais elaborada de vivência, poderia escolher um grupo ou povo para subordinar e assim, "civilizar". 
 
na Antiguidade um dos elementos mais comuns utilizados para justificar a escravidão era a questão religiosa. Aqueles que 
praticassem um religião diferente daquela hegemônica poderiam virar cativos. 
 
na Antiguidade a escravidão estava relacionada ao tamanho do Estado. Estados mais frágeis eram naturalmente incorporados 
e sua população transformada, sem resistência, em cativa. 
 
 
 
 
3a Questão (Ref.:201803801342) Acerto: 1,0 / 1,0 
Roy Porter, no seu livro Das Tripas Coração, sobre a história da medicina, chama a atenção para a sedentarização, que trouxe ao 
homem mais do que uma evolução. Analise as afirmativas a seguir, identifique as que estão de acordo com as afirmações do autor e 
assinale a alternativa correta: 
1. Confrontados com a fome, os seres humanos aprenderam por tentativa e erro a explorar os recursos naturais e a produzir seu 
próprio alimento. Começaram a cultivar gramíneas selvagens e a transformá-las em cereais domesticados. 
2. Se o advento da agricultura e da domesticação dos animais livrou a humanidade da ameaça de se extinguir devido a inanição, 
desencadeou também um novo perigo: as doenças infecciosas. 
3. Através de processos evolutivos longos e complexos: as doenças dos animais, agora domesticados, saltaram por sobre o abismo 
das diferenças entre espécies e trasmudaram em doenças humanas. 
 
 
 
Somente as afirmativas 2 e 3 estão corretas. 
 
Somente as afirmativas 1 e 3 estão corretas. 
 
Somente as afirmativas 1 e 2 estão corretas. 
 
Somente a afirmativa 1 está correta. 
 
Todas as afirmativas estão corretas. 
 
 
Gabarito Coment. 
 
 
 
 
 
4a Questão (Ref.:201804702723) Acerto: 1,0 / 1,0 
Leia o texto a seguir: A maior parte das regiões vizinhas {da antiga Mesopotâmia} caracteriza-se pela aridez e pela falta de água, o 
que desestimulou o povoamento e fez com que fosse ocupada por populações organizadas em pequenos grupos que circulavam pelo 
deserto. Já a Mesopotâmia apresenta uma grande diferença, embora marcada pela paisagem desértica, possui planície cortada por 
dois grandes rios e diversos afluentes e córregos. (Marcelo Rede. A Mesopotâmia, 2002) A partir do texto acima, é correto afirmar que 
 
 
 
Os povos mesopotâmicos dependiam apenas da caça e do extrativismo vegetal para a obtenção de alimentos. 
 
A ocupação sedentária das regiões desérticas representava uma ameaça militar aos habitantes da Mesopotâmia. 
 
A ocupação da planície mesopotâmica e das áreas vizinhas a ela, durante a Antiguidade, teve caráter sedentário e ininterrupto. 
 
Os povos mesopotâmicos jamais puderam se sedentarizar, devido às dificuldades de obtenção de alimentos na região. 
 
A ocupação das áreas vizinhas da Mesopotâmia tinha características nômades e os povos mesopotâmicos praticavam a 
agricultura irrigada. 
 
 
 
 
5a Questão (Ref.:201803804757) Acerto: 1,0 / 1,0 
A forma de trabalho mais utilizada nas cidades da Mesopotâmia era a servidão coletiva. Podemos conceituar esse modelo da seguinte 
maneira: 
 
 
 
sistema de trabalho em que as terras pertencentes a elite são compulsoriamente cultivadas por camponeses. 
 
sistema de trabalho em que os camponeses trabalham separados dos escravos. 
 
sistema de trabalho em que os escravos são menos explorados pelos proprietários, por isso são chamados servos. 
 
sistema de trabalho em que os escravos são super explorados pelos donos das terras. 
 
sistema de trabalho em que escravos e servos têm o mesmo valor. Não existe diferença entre eles. 
 
 
Gabarito Coment. 
 
 
 
 
 
6a Questão (Ref.:201804242980) Acerto: 1,0 / 1,0 
Comparando o processo de ocupação da Mesopotâmia e do Egito na Antiguidade, podemos afirmar que: 
 
 
 
os povos que habitaram o Egito eram politeístas, já os que ocuparam a Mesopotâmia eram monoteístas seguidores de Javé 
 
a Mesopotâmia foi constantemente invadida por diversos povos, já o Egito manteve-se isolado por suas barreiras naturais 
 
os povos egípcios criaram as pirâmides, já as populações mesopotâmicas não tiveram nenhuma obra arquitetônica de expressão 
 
os povos da Mesopotâmia inventaram a escrita hieroglífica, já os povos egípcios não inventaram escrita pois se ocuparam da 
guerra 
 
a economia da Mesopotâmia foi essencialmente agrícola, já a economia egípcia estava baseada na pecuária e no comércio 
 
 
 
 
7a Questão (Ref.:201803782465) Acerto: 1,0 / 1,0 
As frases abaixo fazem menção às características comumente identificadas nas funções de um personagem importante na sociedade 
do Egito antigo. 
"era aquele que representava a união e, ao mesmo tempo, sua função era dar sentido a esta união". 
"seu papel tem uma representação de caráter religioso e, também, certo poder político, como um articulador de forças locais". 
A qual figura egípcia estas frases estão se referindo? 
 
 
 
ao sacerdote 
 
ao vizir 
 
ao felá 
 
aos