A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
34 pág.
TRABALHO SOBRE CURATIVOS

Pré-visualização | Página 3 de 3

em pacientes de 
alto risco para desenvolvimento de úlcera de pressão.
• Tipos de Feridas:Incisões cirúrgicas e lesões superficiais de queimaduras e 
áreas doadoras de enxerto.
• Mecanismo de Ação: Mantém ambiente úmido e favorável a cicatrização, 
permeabilidade seletiva; Impermeável a fluidos e microorganismos.
FILME TRANSPARENTE SEMIPERMEÁVEL
• Periodicidade de Troca: Em cateteres, deve ser trocado a cada 72 horas; nas 
áreas de pressão, pode permanecer por 7 dias.
• Contra Indicação: Feridas com muito exsudato, feridas infectadas.
• Nome comercial: ADVANCED
• Outras Observações: Ao contato direto com a lesão, dispensa curativo 
secundário; Pode ser utilizado com os outros produtos que estimulem o tecido 
de granulação; Pode ser utilizado como curativo secundário.
COLAGENASE
• Nome Comercial: Kollagenase
• Composição: Cada grama contém: colagenase 0,6U/g + veiculo (vaselina liquida, 
vaselina solida) 1,0g
• Indicação: É destinada ao tratamento de lesões da pele em que é indicado o 
desbridamento em feridas, ulceras e lesões necróticas em geral, promove a 
limpeza suave e rápida sem dor ou sangramento.
• Tipos de Feridas: Feridas de pele superficial com sinal de necrose ou costas 
enrijecidas.
• Mecanismo de Ação: é utilizada como agente desbridante em lesões superficiais, 
promovendo a limpeza enzimática das áreas lesionadas retirando ou dissolvendo 
enzimaticamente necroses ou crostas, a limpeza da lesão ocorre em 
aproximadamente 6 dias de tratamento podendo se estender ate 14 dias.
COLAGENASE
• Periodicidade de Troca: Deve ser feita rigorosa higiene local antes da 
utilização do produto, recomenda –se aplicar a pomada cuidadosamente 
dentro da lesão com espessura de cerca de 2cm 1x por dia, não estendendo a 
área em local de pele sadia. Após a aplicação da pomada, realizar curativo 
com gaze e umedece-la. Usar solução fisiológica para umedecer a lesão antes 
e depois da aplicação da pomada.
• Contraindicação: Alergia aos componentes da formula, queimaduras extensas 
e pele integra. Evitar contato com áreas de mucosas oral e olhos.
• Outras Observações: não há restrições para uso em gestantes, na lactação, 
pediátrico, idoso ou diabéticos. Deve ser utilizada com cautela em pacientes 
debilitados devido ao aumento de risco de bacteremia ou sepse bacteriana.
HIDROCOLÓIDE
• Nome Comercial: Tegasorb (3M), Duoderm (Convatec), Comfeel (Coloplast).
• Composição: Gelatina pectina e carboximetilcelulose sódica.
• Indicação: feridas limpas (média e pequena quantidade de exsudato), queimaduras 
de 2º grau (placa de bisturi); espessura extrafina (podem ser utilizados cobertura 
para incisões cirúrgicas e adesivos protetores de pele); crianças prematuras (fixar 
tubos e drenos); prevenção de úlceras de pressão em áreas de atrito.
• Tipos de Feridas: feridas limpas (média e pequena quantidade de exsudadto).
HIDROCOLÓIDE
• Mecanismo de Ação: promove umidade, formando um gel que proporciona 
debridamento por autólise; estimula a neoangiogênese pelo meio hipóxico; promove a 
manutenção do pH.
• Periodicidade de Troca: quando houver saturação do produto (quando o 
hidrocolóide fica menos denso e mais claro, com aspecto de bolha interna. 
• Contraindicação: feridas colonizadas ou infectadas, exsudativas e com necrose de 
coagulação extensa, úlceras (infecções de pele bacterianas ou fúngicas).