A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
18 pág.
CAPACITORES DIELÉTRICOS

Pré-visualização | Página 3 de 3

que criam um campo elétrico oposto 
(antiparalelo) ao do capacitor. Desse modo, certa quantidade de carga produz um 
campo mais fraco entre as placas do que ela iria produzir sem o dielétrico, que reduz 
o potencial elétrico. Reciprocamente, com um dielétrico no interior do capacitor, ao 
se aumentar o campo elétrico dentro dele, aumentará a quantidade de carga 
acumulada. De fato: 𝐶 = 𝑄 𝑉⁄ . Aumentando 𝐶 e mantendo 𝑉 constante, 𝑄 deve 
aumentar, observando se que esse aumento dependerá do material dielétrico 
utilizado. 
 
 
4.1.4 Alguns dielétricos mais usados 
 
Os materiais dielétricos podem ser sólidos, líquidos ou gasosos. Os 
dielétricos sólidos são provavelmente o tipo mais utilizado na engenharia elétrica, 
pois muitos sólidos são bons isolantes. Alguns exemplos incluem a porcelana, vidro 
e plásticos. O ar e o hexafluoreto de enxofre são dois dielétricos gasosos 
comumente utilizados. 
A cobertura industrial provê uma barreira dielétrica entre o substrato e seu 
ambiente. 
O óleo mineral é extensivamente utilizado no interior de transformadores 
elétricos como um fluido dielétrico e para auxiliar no resfriamento. Vários fluidos 
distintos são utilizados em capacitores de alta-tensão. 
Óleo de origem vegetal ou éster sintético. Originado da soja ou girassol, por 
exemplo. Possui características superiores ao óleo mineral: aumento da capacidade 
de potência e/ou sobrecarga; extensão da vida útil do ativo; uso de opções 
renováveis, não tóxicas e biodegradáveis; redução da emissão de carbono. 
 
 
 
 
 
 
 
16 
 
5 CONCLUSÃO 
 
A elaborar o projeto, verificamos que para o acionamento do motor, por 
exemplo, é necessário à inserção de capacitores no circuito para exista um 
“arranque”, ou tecnicamente, um torque ou conjugado. 
Para que exista energia no capacitor é necessário que exista uma diferença 
de potencial, ou seja, uma bateria é necessário e suficiente para que isto ocorra. 
O capacitor então armazena a energia e descarrega no circuito “quebrando” a 
inercia do motor. 
Concluímos também que os cálculos sobre capacitância são de fundamental 
importância para o dimensionamento do circuito: 
 quando capacitores são colocados em série, diminuímos a 
capacitância equivalente e a diferença de potencial é distribuída 
proporcionalmente aos capacitores; 
 quando capacitores são colocados em paralelo, aumentamos a 
capacitância equivalente, os capacitores são somados mantendo a 
mesma diferença de potencial. 
Verificamos também que o dielétrico é um material isolante que pode ser 
sólido, líquido ou gasoso. Com o aumento do campo elétrico têm-se um aumento de 
carga acumulada, ou seja, este material que suporta quantidades limitadas de 
cargas para uma correta aplicação em circuito. 
 
Figura 8. Bateria usada no experimento. 
 
Fonte: própria autoria. 
17 
 
REFERÊNCIAS 
 
1 - USP: Departamento de Física-Matemática. Disponível em: 
<http://fma.if.usp.br/~mlima/teaching/4320292_2012/Cap4.pdf >. Acessado em: 01 
de outubro de 2016. 
 
2 – Aulas de Física e Aulas de Projeto. Disponível em: 
<http://ead.liberato.com.br/~mitza/prj09_eletro_1c.pdf>. Acessado em: 30 de 
setembro de 2016. 
 
3 - Unesp de Bauru: Experimentos de Física para o Ensino Médio e 
Fundamental com Materiais do Dia-a-Dia. Disponível em: 
<http://www2.fc.unesp.br/experimentosdefisica/ele04.htm>. Acessado em: 30 de 
setembro de 2016.