bdq  tgp 2
2 pág.

bdq tgp 2


DisciplinaTeoria Geral do Processo8.678 materiais165.224 seguidores
Pré-visualização2 páginas
1a Questão (Ref.:201703876139)
	Pontos: 0,1  / 0,1  

	"A jurisdição é uma das funções do Estado, que visa a resolver um litígio posto à sua apreciação, a partir da aplicação da vontade objetiva do direito". No que tange aos princípios inerentes à jurisdição, aquele segundo o qual ninguém será processado nem sentenciado, senão pela autoridade competente, sendo proibida a criação de juízo ou tribunal de exceção, chama-se Princípio:

		

	
	da indelegabilidade.

	
	da investidura.

	 
	do juiz natural.

	
	da inevitabilidade.

	
	da territorialidade.

	

	

	
	2a Questão (Ref.:201703875976)
	Pontos: 0,0  / 0,1  

	Sobre o princípio da irretroatividade e as leis processuais é falso afirmar

		

	 
	as leis processuais novas são estabelecidas para o futuro, mas podem atingir atos processuais pretéritos quando a nova norma é benéfica para a parte.

	
	Lei Orgânica dos Municípios;

	 
	a lei nova atinge os processos em curso no ponto em que este se achar, no momento em que ela entrar em vigor, sendo resguardada a inteira eficácia dos atos processuais até então praticados;

	
	não se aplica a atos ou atos passados, regulados por lei anterior, os quais permanecem com os efeitos produzidos ou a produzir;

	
	a lei processual não tem efeito retroativo;

	

	

	
	3a Questão (Ref.:201703876127)
	Pontos: 0,1  / 0,1  

	A jurisdição é provocada mediante o direito de ação e será exercida por meio daquele complexo de atos que é o processo. Tal afirmativa trata-se da:

		

	 
	Trilogia Estrutural do Processo;

	
	e.nda

	
	Trilogia da Efetivação Social

	
	Teoria dos Motivos Determinantes;

	
	Teoria da Motivação do Processo

	

	

	
	4a Questão (Ref.:201703876256)
	Pontos: 0,1  / 0,1  

	Antonio Macedo Filho, representado por sua genitora, promoveu ação de conhecimento em face de Pedro Macedo para obter pensão alimentícia. Ocorre que o magistrado julgou o pedido procedente sem fundamentar a sentença, o que viola de forma específica o princípio:

		

	
	da duração razoável do processo.

	
	da publicidade.

	
	do juiz natural.

	
	da isonomia.

	 
	da motivação das decisões judiciais.

	

	

	
	5a Questão (Ref.:201703875856)
	Pontos: 0,1  / 0,1  

	Os processos que correm em segredo de justiça poderão ser consultados:

		

	
	somente pelos advogados constituídos.

	
	pelos juízes e advogados.

	 
	pelas partes e seus procuradores.

	
	somente pela parte.

	
	as violações de caráter difuso, ou seja, as lesões causadas ao cidadão, individualmente, em diferentes esferas do seu patrimônio jurídico constituem obstáculo ao acesso à Justiça, em razão do alto custo do processo.

	

	Sobre jurisdição indique a assertiva verdadeira abaixo:

		

	
	jamais o juiz pode agir de ofício, por falta de previsão legal;

	 
	pode prestar jurisdição quando provocado e excepcionalmente, com previsão legal, pode agir de ofício.

	
	somente quando as partes requererem pode o juiz prestar jurisdição, em qualquer fase do processo;

	
	o juiz pode prestar tutela jurisdicional de ofício ou por provocação;

	
	somente a IV é falsa.

	

	

	
	2a Questão (Ref.:201703876055)
	Pontos: 0,1  / 0,1  

	Assinale a assertiva falsa sobre jurisdição:

		

	
	ela é contenciosa e voluntária (não contenciosa);

	 
	jurisdição e competência são pressupostos processuais de existência;

	
	é o poder de julgar genericamente, enquanto a competência é o poder de julgar uma determinada demanda.

	
	tem o poder de dizer o direito postulado em juízo;

	
	ela é inerte e só se manifesta com a propositura da ação pelo autor;

	

	

	
	3a Questão (Ref.:201703875859)
	Pontos: 0,1  / 0,1  

	Examine as assertivas abaixo sobre as características do direito processual civil e sua relação com outros ramos do direito: I ¿ é ramo do direito público porque envolve a prestação jurisdição do Estado; II ¿ ele tem caráter acessório em relação ao direito material; III ¿ é verdadeiro instrumento viabilizar da pretensão de direito material do autor, portanto um instrumento indispensável ao serviço judiciário; IV ¿ mantém estreita relação com os outros ramos do direito, estabelecendo uma conexão genérico e/ou específica.

		

	
	somente a III é falsa.

	
	II e III são verde iras;

	
	I e II são falsas;

	
	I e IV são falsas;

	 
	I, III e IV são verdadeiras;

	

	

	
	4a Questão (Ref.:201703876090)
	Pontos: 0,1  / 0,1  

	"Em todos os países a jurisdição é informada por alguns princípios fundamentais que, com ou sem expressão na própria lei, são universalmente reconhecidos" (GRINOVER, Ada Pellegrini et all. Teoria Geral do Processo. 29.ed. São Paulo: Malheiros, 2013, p.162) Com base no trecho acima, aponte, dentre as alternativas abaixo, aquele que NÃO corresponde a um princípio da jurisdição

		

	 
	vedação de prova ilícita

	
	investidura

	
	aderência ao território

	
	juiz natural

	
	inércia

	

	

	
	5a Questão (Ref.:201703876200)
	Pontos: 0,1  / 0,1  

	(PC/DF / DELEGADO DA POLÍCIA CIVIL) - Assinale a alternativa correta acerca da jurisdição e de sua natureza, seus princípios e suas características.

		

	
	A atividade jurisdicional submete as demais funções estatais ao seu controle. A jurisdição mesma, porém, é controlada, via de regra, pela própria jurisdição, apenas admitindo-se excepcionalmente o seu controle externo pela administração e pelo Legislativo.

	
	A realização do direito objetivo é traço caracterizador da jurisdição, suficientemente apto a distingui-la das demais atividades estatais.

	
	A jurisdição é atividade criativa, visto que o julgador pensa até o final o que foi pensado antes pelo legislador, cabendo ao juiz-intérprete produzir a norma jurídica individualizada por meio de processo hermenêutico e linguístico que, a rigor, não conhece limites.

	
	A jurisdição, atividade de poder decorrente da soberania, é una, mas seu exercício é fragmentado pela distribuição de competências a diversos órgãos judiciais. O ordenamento brasileiro admite, assim, a justaposição de competências, mas não de diferentes jurisdições.

	 
	O juiz natural é princípio jurisdicional que visa a resguardar a imparcialidade e que pode ser desmembrado em tripla significação: no plano da fonte, cabe à lei instituir o juiz e fixar-lhe a competência; no plano temporal, juiz e competência devem preexistir ao tempo do caso concreto objeto do processo a ser submetido à apreciação; e no plano da competência, a lei, anterior, deve prever taxativamente a competência, excluindo juízos ad hoc ou de exceção.

	

	Sobre autocomposição pelas partes no curso do itinerário processual é falso afirmar:

		

	
	III e V são verdadeiras;

	 
	não está prevista em nosso sistema processual;

	
	acarreta a homologação do acordo, se envolve direitos disponíveis, proferindo o juiz uma sentença de resolução de mérito;

	
	só pode envolver direitos disponíveis ou se indisponíveis exige a chancela judicial;

	
	na arbitragem é possível os árbitros homologarem acordo das partes, porque só trata de direitos disponíveis.

	

	

	
	2a Questão (Ref.:201703875933)
	Pontos: 0,1  / 0,1  

	A jurisdição não se confunde com a competência. Assinale a alternativa verdadeira abaixo:

		

	
	a competência é o poder de julgar genericamente

	
	a jurisdição é o poder de julgar no caso concreto;

	
	a jurisdição não é inerte, por isso o juiz pode tomar a iniciativa de dar início à ação.

	
	não se caracteriza a coisa julgada em face de duas ações idênticas, se uma tiver sido proposta em face de pessoa jurídica de direito público e a outra em face de agente público por falta de identidade entre as partes.

	 
	a competência resulta da repartição de