A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
15 pág.
REGENCIA NOMINAL

Pré-visualização | Página 1 de 1

LÍNGUA 
PORTUGUESA
Regência Nominal
SINTAXE DE REGÊNCIA
A sintaxe de regência ocupa-se das relações
de dependência que as palavras mantêm na frase.
Regência é o modo pelo qual um termo rege outro
que o complementa. A regência pode ser verbal ou
nominal, conforme trate do regime dos verbos ou
dos nomes(substantivos e adjetivos).
Ex.: É homem propenso à cólera.
(propenso-termo regente é um nome): trata-se de
regência nominal
Assistimos ao desfile.
(assistimos- termo regente é um verbo) :trata-se
de regência verbal
Num período, os termos regentes
(substantivos, adjetivos, verbos) reclamam
outros (termos regidos ou subordinados) que
lhes completem o sentido.
Termo regente Termo regido
Amor a Deus.
Insisto em que vá.
Rico em virtudes.
Pronomes oblíquos átonos (objetivos)
Os pronomes objetivos substituem substantivos
da mesma função.
a) Os pronomes o,a,os,as usam-se como
objetos diretos dos verbos transitivos
diretos e dos transitivos diretos e indiretos.
Ex.: Estimo aquele colega. Estimo-o
Obrigou as filhas a trabalhar. Obrigou-as a
trabalhar.
b) Os pronomes lhe, lhes formam o objeto
indireto dos verbos transitivos indiretos e dos
transitivos diretos e indiretos.
Ex.: Obedece a teu superior. Obedece-lhe.
Perdoe ao pecador. Perdoe-lhe.
c) Certos verbos transitivos indiretos repelem os
pronomes lhe, lhes, sendo, por isso,
construídos com as formas retas
preposicionadas.
Ex.: Assistimos ao jogo. Assistimos a ela
Aspiro ao título. Aspiro a ele.
Viso à aprovação. Viso a ela.
REGÊNCIA NOMINAL
Certos substantivos e adjetivos admitem
mais de uma regência. A escolha desta ou
daquela preposição deve obedecer às
exigências de clareza e da eufonia .
Ex.: Ansioso
Olhos ansiosos de novas paisagens.
Estava ansioso por vê-la.
Estou ansioso para ler qualquer história.
Estava ansioso de se libertar da presença
dela.
Eis uma pequena relação de substantivos e
adjetivos acompanhados de suas preposições mais
usuais:
Acessível a
Acostumado a/com (estar acostumado a/com
assaltos).
Adido a (ser adido a uma embaixada)
Adjunto a (ser adjunto a imprensa em palácio)
Afável a/com/para com (Parecia afável a/ com/ para 
com todos).
Alheio a, de
Afeiçoado a / por (afeiçoado aos estudos ; afeiçoado 
pela vizinha)
Aflito com/por (aflito com a notícia; estar aflito por
não ter notícia)
Amizade a/por/com (ter amizade à/pela/com a irmã 
mais velha)
Analogia com/entre (Não há analogia com/entre os 
fatos históricos)
Antipatia a, contra , por
Apaixonado de/por (Era um apaixonado das/pelas
flores).
Apto a/para (Estava apto ao/para o desempenho 
das funções)
Assíduo em (ser assíduo em bailes; ser assíduo nas
aulas. Não convém usar: assíduo a
Atenção a/para (prestar atenção a/para tudo). Não
convém usar atenção em.
Ávido de/por (Um homem ávido de/ por
novidades)
Chute a (treinar chutes a gol)
Constituído de/por (Um grupo constituído de/por
várias turmas).
Consulta a (fazer consulta ao dicionário; fazer
consulta a um médico.)
Contemporâneo a/de (Um estilo contemporâneo
ao/do Modernismo)
Curioso de (estar curioso de saber notícias de lá)
Deputado por (ser deputado por Goiás; tornar-se
deputado pela Bahia).
Desacostumado a/com (estar desacostumado a/com
eleições)
Devoto a/de (Um aluno devoto às/das artes)
Equivalente a/de (produto equivalente ao/do melhor
do mundo)
Falho de/em (Um político falho de/em caráter)
Falta a (sua falta ao trabalho, nossa falta à aula de
ontem).
Feliz com, de, em, por
Grudado a (a bala ficou grudada aos dentes)
Imbuído de/em (Ela estava imbuída de/em vaidades)
Incompatível com (A verdade é incompatível com
a realidade)
Inerente a
Indulgente com, para com
Coerente com
Invasão de (a invasão da Checoslováquia pelos 
russos; a invasão norte-americana de Granada). 
Quando aparece adjunto adnominal, rege em: a 
invasão dos russos (ou russa) no Afeganistão.
Liderança sobre (exercer liderança sobre a classe
trabalhadora.
Morador em (ser morador em bairro nobre; ser 
morador na Rua da Saudade).
Ódio a/contra ( não ter ódio a/contra ninguém)
Palpite sobre (dar palpite sobre um jogo da loteria
esportiva). Não convém usar palpite para.
Passagem por (a passagem de aviões russos por
território alemão oriental). Não convém usar 
passagem sobre.
Passível de (O projeto é passível de modificações)
Preferência a/por (manifestar preferência a/por
um filho).
Preferível a (a democracia é preferível a qualquer 
outro regime de governo).
Presente a (com nomes abstratos); presente em
(com nomes concretos).
Ex.: estar presente a uma recepção; estar presente
no estádio
Pressão sobre (o vento faz pressão sobre a 
janela). Não convém usar pressão em.
Propenso a/para (Sejam propensos ao / para o 
bem)
Residente em (ser residente na Praça da Paz, na 
Rua da Alegria. Não convém usar residente a .
Senador por (ser senador por Goiás; tornar-se
senador pela Bahia).
Sito em (o armazém sito na Rua da Paz, fechou).
Não convém usar sito a.
Situado em (estar situado em bairro distante; ficar
situado na Rua da Alegria). Não convém usar
situado a.
Simpatia a,para com, por
Solidário com
Suspeito de
Versado a
Vizinho a/de (Um prédio vizinho ao / domeu)
Preencha as lacunas com as preposições
adequadas, contraindo-as com os artigos quando
for o caso.
1. Meus olhos estavam ansiosos ______ novas
paisagens.
2. Estou solidário _______ você.
3. Sentia-se feliz _______ vê-la.
4. O filme foi proibido: tinha cenas atentatórias______
bons costumes.
5. Hélio tinha aversão ______ política, era coerente
________ seus princípios.
6. O professor era indulgente _____ nossos erros.
7. Ele exerce atividades incompatíveis____seu cargo.
8. É preferível sofrer injustiças _______ cometê-las.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.