41438446 Atividade Contextualizada   Psicologia do Desenvolvimento
2 pág.

41438446 Atividade Contextualizada Psicologia do Desenvolvimento


DisciplinaPsicologia do Desenvolvimento do Adulto8 materiais58 seguidores
Pré-visualização1 página
UNINASSAU 
 PEDAGOGIA 
PSICOLOGIA DO DESENVOLVIMENTO 
JANEIDE SAMPAIO ARAUJO REGO MELO 
AMANDA MACHADO 
ALENE SOARES MEDEIROS 
 
Na estrutura teórica de Jerome Bruner, o aprendizado é um processo ativo, no qual aprendizes 
constroem novas ideias ou conceitos, baseados em seus conhecimentos passados e atuais. Tem como uma 
ideia central da sua teoria a necessidade do professor e dos alunos conhecerem a estrutura de uma 
determinada área de conhecimento/assunto. 
Quando o aluno está acomodado com os conhecimentos adquiridos, cabe ao professor propor-lhe 
dúvidas, motivando-o a descobrir por si mesmo os princípios. Afirma ainda que se pode ensinar qualquer 
coisa para qualquer criança em qualquer estágio de desenvolvimento, pois o fundamental é a interação 
entre: criança, assunto e modo pelo qual ele é apresentado, assim, o aluno pode transferir a aprendizagem 
para uma nova situação. 
 Assim fez a Educadora, Para enriquecer a compreensão sobre o período, a educadora colocou os 
alunos para pesquisar na internet sobre as motivações dos navegantes, seus temores e expectativas acerca 
das viagens oceânicas e a vida em alto-mar. Ela percebeu que muitos alunos digitavam perguntas no 
campo de busca (por exemplo, "quais as motivações dos navegantes?") esperando obter respostas prontas. 
Outros utilizavam uma única fonte para elaborar seus textos. Era a deixa para falar sobre a definição de 
palavras-chave, a identificação de fontes confiáveis e a necessidade de ler o material pesquisado para 
selecionar as informações procuradas. O debate deu resultado. Ao levantar informações sobre os índios 
que habitavam Minas Gerais na época do descobrimento, os resultados de pesquisa ganharam em precisão, 
mas permanecia um problema: a cópia - o que, àquela altura do trabalho, não era mais aceitável. 
Enfim, a educadora não queria respostas prontas e sim que os alunos construíssem novas ideias ou 
conceitos baseados em conhecimentos anteriores. Que o aprendiz selecionasse e transformasse a 
informação para construir hipóteses e tomar decisões. Pois os esquemas, os modelos mentais dão 
significado e organização às experiências e permitem ao aluno ultrapassar o significado da informação. 
 
 
 
 
 
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFIAS 
http://teoricosdaaprendizagem.blogspot.com.br/2011/09/jerome-bruner.html 
https://novaescola.org.br/conteudo/1929/tecnologia-um-guia-para-escolher-bem