modelo Contestação - Usucapião
5 pág.

modelo Contestação - Usucapião


DisciplinaProcesso Civil II2.232 materiais16.676 seguidores
Pré-visualização1 página
Rua Cambuquira nº 723 - Carlos Prates \u2013 CEP 30710-550 \u2013 Belo Horizonte - MG - Tel.: 3785-7886 
www.bfaadvocacia.com.br - contato@bfaadvocia.com.br 
Excelentíssimo Juiz de Direito em exercício na 1ª Vara Cível do Fórum da Co-
marca de Contagem - Minas Gerais 
 
 
Contestação 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Processo: 0172688-93.2011.8.13.0079 
Ação: Usucapião 
Requerente: Marcelus Macarrone 
Requerido: Marco Antonio 
 
 
MARCO ANTONIO, qualificado nos autos do processo acima referenciado, através dos ad-
vogados identificados no instrumento de procuração em anexo, e com escritório profissional 
situado no endereço constante no rodapé desta pagina, vem a presença de Vossa Excelência 
apresentar sua contestação. 
 
 
O Mérito. 
 
 
Com fundamento no art. 1.238 do Código Civil, o requerente pede que o MM Juízo declare, 
por sentença, a aquisição da propriedade do imóvel objeto da demanda, alegando (fls. 03): 
 
\u201c... está na posse mansa, pacífica e ininterrupta objeto da presente Ação de 
Usucapião, qual seja: lote 18 da quadra 05 do Bairro Winston Churchil, com 
360,00m
2
, devidamente matriculado sob o nº 64.157 do Cartório do Registro 
da Comarca de Contagem, que se encontra na posse da referida área há mais 
de 15 (quinze) anos, estando até a presente data possuindo a área sem nenhu-
ma oposição, contestação ou qualquer pedido possessório.\u201d. 
 
Para auxiliar na construção do mais amplo conhecimento, o requerido apresenta o conjunto 
fotográfico a seguir, instrumento de prova hábil a disponibilizar para o interprete da demanda 
o imediato esclarecimento acerca do imóvel objeto da pretensão do requerente. 
 
 
 
 
Rua Cambuquira nº 723 - Carlos Prates \u2013 CEP 30710-550 \u2013 Belo Horizonte - MG - Tel.: 3785-7886 
www.bfaadvocacia.com.br - contato@bfaadvocia.com.br 
Fotografia 01 - Visão da frente do lote, obtida a partir da \u201cRua da Democracia\u201d. 
 
Visão do fotógrafo Imagem reproduzida 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Fotografia 02 - Visão de parte lateral direita e frente do lote (da lateral direita para a 
frente), obtida de dentro do imóvel vizinho, em ângulo de 45º, demons-
trando o estado de conservação do terreno. 
 
Visão do fotógrafo Imagem reproduzida 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Rua Cambuquira nº 723 - Carlos Prates \u2013 CEP 30710-550 \u2013 Belo Horizonte - MG - Tel.: 3785-7886 
www.bfaadvocacia.com.br - contato@bfaadvocia.com.br 
Fotografia 03 - Visão de parte lateral direita e fundo do lote (da lateral direita para o 
fundo), obtida de dentro do imóvel vizinho, em ângulo de 45º, demons-
trando o estado de conservação do terreno. 
 
Visão do fotógrafo Imagem reproduzida 
 
 
 
 
 
 
 
Fotografia 04 - Visão da parte central do lote (da lateral direita para a esquerda), obtida 
de dentro do imóvel vizinho e demonstrando o estado de conservação 
do terreno. 
 
Visão do fotógrafo Imagem reproduzida 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Rua Cambuquira nº 723 - Carlos Prates \u2013 CEP 30710-550 \u2013 Belo Horizonte - MG - Tel.: 3785-7886 
www.bfaadvocacia.com.br - contato@bfaadvocia.com.br 
O lote de propriedade do requerido é por ele utilizado como local para o depósito de bens mó-
veis (automóveis, materiais de construção civil, ferragens e madeiras em geral, dentre outros), 
e que já foi bastante ocupado pela vegetação natural, podendo-se constatar a existência de 
arbustos cujo porte exalta a longevidade. 
 
A partir da realidade estampada através do conjunto fotográfico, o requerido passa a apresen-
tar sua resposta à pretensão do autor, considerando que as alegações contidas na petição de 
ingresso dizem: 
 
a) \u2013 que o imóvel objeto da demanda é o lote 18 da quadra 05, com 360,00m2 
de dimensão; 
 
b) \u2013 que o requerente está na posse do imóvel há mais de 15 (quinze) anos; 
 
c) \u2013 que a posse é mansa, pacífica e ininterrupta, e 
 
d) \u2013 que a posse é mantida até a presente data, sem nenhuma oposição, contes-
tação ou qualquer pedido possessório. 
 
Em resposta, o requerido afirma que o requerente nunca teve a posse do imóvel, conclusão 
que resulta do fato de que ele não estabeleceu no imóvel a sua moradia habitual e também 
nele não realizou obras ou serviços de caráter produtivo, fatos inquestionavelmente com-
provados através do conjunto fotográfico apresentado. 
 
A denominada posse \u201cad usucapionem\u201d, um dos requisitos essenciais do usucapião, é aquela 
que se revela impregnada pela conduta de quem age como se proprietário fosse, aquela que é 
exercida com a intenção de ser o dono, atos daquele que pública e notoriamente se mostra 
como tal, que se faz presente e promove a conservação do bem imóvel, que assegura o paga-
mento dos tributos e que defende a posse contra atos de terceiros, que nele realiza obras ou 
quaisquer serviços de caráter produtivo. 
 
O princípio básico do usucapião extraordinário, instituto que não exige do possuidor a apre-
sentação do título justo e nem tampouco a prova da boa-fé, está na valorização do trabalho 
humano daquele que, ao longo de mais de 15 (quinze) anos tem como seu um imóvel, nele 
estabelecendo a sua morada, nele realizando obras de conservação e melhoria, nele implemen-
tando qualquer meio de produção, tornando-o, enfim, útil por qualquer meio. Nenhuma destas 
atividades foi sequer iniciada pelo requerente. 
 
Incontestável é o fato de que o requerido (proprietário) mantém a posse de seu imóvel, nele 
adentrando ao tempo e modo que deseja, na companhia de quem lhe interessa, sem nenhuma 
restrição ou resistência, e dele se utiliza para armazenar bens de sua propriedade, fazendo-o 
em atendimento de suas necessidades, 
 
Incontestável, por conseqüência, é o fato de que o requerente não teve a posse do imóvel em 
período anterior, e não se encontrava na posse na data da propositura da ação. Nele não exis-
tem edificações, obras ou qualquer forma de cultivo que demonstrem, de forma inequívoca, a 
presença do requerente. 
 
 
 
Rua Cambuquira nº 723 - Carlos Prates \u2013 CEP 30710-550 \u2013 Belo Horizonte - MG - Tel.: 3785-7886 
www.bfaadvocacia.com.br - contato@bfaadvocia.com.br 
Diante do exposto, o requerido pede que seja julgada improcedente a pretensão formulada 
pelo autor. 
 
Para tanto requer: 
 
a) \u2013 a concessão dos benefícios da justiça gratuita, vez que declara não ter condições de 
arcar com as despesas do processo sem comprometer o seu respectivo sustento e de 
seus familiares, destacando que a declaração exigida pela Lei 1.060/50 encontra-se em 
anexo; 
 
b) \u2013 o reconhecimento do direito de valer-se de todas as provas necessárias para a com-
provação de suas alegações de resistência, em especial a prova testemunhal e a juntada 
de documentos novos, e 
 
c) \u2013 por conseqüência da improcedência da pretensão do autor, a sua condenação a su-
portar o ônus da sucumbência. 
 
 
 
Termos em que pede deferimento. 
 
 
Belo Horizonte, 14 de julho de 2011. 
 
 
 
Marco Antonio de Andrade 
OAB/MG nº 69.055