A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
311 pág.
500 Questões de HISTÓRIA   UNO

Pré-visualização | Página 11 de 50

legadas pelos gregos
para a humanidade, estabeleceu a organização política e ideológica dessa socieda-
de, fundamentando a razão do Estado como instituidor de valores, exigindo do
cidadão uma total subordinação aos seus interesses.
( ) Na linha 6, “a estrutura ideológica” que fundamentou o Estado romano foi o Jus
Gentium (Direito das Gentes), que levava em conta os interesses das comunidades
submetidas a Roma. É correto afirmar que esse legado jurídico, que se tornou inter-
nacional e de notável saber desde os tempos antigos, já reconhecia a mulher como
partícipe da cidadania.
73. Unifor-CE Culturalmente, o resultado das campanhas de Alexandre foi a fusão da cul-
tura grega com a oriental, transformando uma e outra numa nova expressão, que se deno-
minou helenismo. Sobre a cultura helenística pode-se afirmar que:
a) manteve e consolidou os ideais grego de beleza, equilíbrio e harmonia retratado nas
obras clássicas de escultura, pintura e arquitetura.
b) deixou como legado a idéia de leis e princípios universais regulando a natureza, as
quais podem ser conhecidas pelo pensamento humano.
c) desenvolveu o monumentalismo, pessimismo, negativismo e relativismo, abandonan-
do a concepção clássica de que o “homem é a medida de todas as coisas”.
d) tratou a história com espírito científico, separando as lendas dos fatos, buscando suas
causas e seu fim, na tentativa de fazer uma análise equilibrada dos fatos.
e) baseou-se nos princípios do cristianismo, influenciando as idéias religiosas dos povos
conquistados.
HISTÓRIA - O modo de produção asiático, Grécia antiga e mundo romano
IM
PR
IM
IR
Voltar
GA
BA
RI
TO
Avançar
24
74. UFPB Leia o trecho do discurso de Péricles que governou Atenas de 461 a 429 a.C.
“Nossa constituição é chamada de democracia porque o poder está nas mãos não de uma
minoria mas de todo o povo. Quando se trata de resolver questões privadas, todos são iguais
perante a lei, quando se trata de colocar uma pessoa diante de outra em posição de responsabi-
lidade pública, o que vale não é o fato de pertencer a determinada classe, mas a competência real
que o homem possui.”
Extraído de: BRAICK, Patrícia Ramos e MOTA, Myriam Becho. História,
das cavernas ao Terceiro Milênio. São Paulo: Moderna, s/d, p. 39.
De acordo com a leitura, é correto afirmar que:
a) a democracia ateniense não era elitista e os escravos, apesar da sua condição, tinham
direitos políticos.
b) os metecos e os escravos tinham direito ao voto.
c) o governo de Péricles é considerado o ápice da democracia ateniense, pois, nesse
governo, ocorreu a consagração dos princípios de isonomia, isegoria, isocracia e teo-
cracia.
d) a democracia, em Atenas, era representativa e, na nossa sociedade atual, é exercida
através da ação direta.
e) os reis atenienses, a partir de meados do século VIII a.C., tiveram seu poder
limitado pela aristocracia eupátrida que passou a exercê-lo através do Arcon-
tado.
75. Unioeste-PR
“A origem de Roma está envolta em lendas. Na sua obra Eneida, o poeta Virgílio afirma que os
primeiros romanos descendiam de Enéas, herói de Tróia. Segundo Virgílio, quando os gregos
destruíram Tróia, por volta de 1400 a.C., Enéas conseguiu fugir e, com a proteção da deusa Vênus
e o destino traçado por Júpiter, chegou à Itália, onde teria fundado a cidade de Lavínio. Seu filho
Ascânio fundou Alba Longa e seus descendentes, Rômulo e Remo, fundaram Roma no ano de
753 a.C.”
ARRUDA. 1986, p. 190.
Conforme a narrativa acima:
01. Virgílio foi um poeta que escreveu sobre o herói chamado Eneida;
02. a Eneida é uma obra escrita pelo herói de Tróia;
04. por volta de 1400 a.C., Enéas conseguiu fugir de Roma, depois de ter fundado a
cidade de Lavínio;
08. o filho de Ascânio fundou Alba Longa;
16. Rômulo e Remo, os fundadores da Itália, eram filhos de Ascânio;
32. Roma foi fundada em 753 d.C.
64. os descendentes de Ascânio fundaram Alba Longa.
Dê, como resposta, a soma das alternativas corretas.
76. UFPR No século II a.C., o Estado romano atravessou uma importante crise social. Esta
crise colocou em campos opostos aristocratas, controladores do Senado romano, e a
plebe, aglutinada pelos Tribunos da Plebe. Assinale a alternativa que apresenta os princi-
pais tribunos e suas propostas de reforma.
a) Tibério e Caio Graco – fundação de colônias agrícolas nas províncias para campone-
ses sem terra e venda do trigo com preço inferior ao do mercado.
b) Tito Lívio e Cícero – venda do trigo com preço inferior ao do mercado e libertação
dos escravos.
c) Augusto e Otávio – reforma agrária e serviço militar para todos os homens.
d) Mário e Sila – libertação dos escravos e concessão de asilo aos estrangeiros.
e) Cláudio e Espártaco – reforma agrária e concessão de asilo aos estrangeiros.
HISTÓRIA - O modo de produção asiático, Grécia antiga e mundo romano
IM
PR
IM
IR
Voltar
GA
BA
RI
TO
Avançar
25
77. UFMT Coloque V ou F:
No Séc. VIII a.C., na península itálica, foi fundada a cidade de Roma, centro de uma
civilização que marcou presença na história ocidental. São características dessa civili-
zação:
( ) O escravismo, importante na evolução da economia e sociedade romanas, teve
como fontes fornecedoras deste tipo de mão-de- obra a guerra e a escravidão por
dívidas.
( ) A educação, responsabilidade do Estado, garantida a todos os meninos, a partir dos
sete anos, objetivava a formação do soldado.
( ) Na estrutura social romana do período republicano, os patrícios, aristocratas de
nascimento, possuíam direitos políticos.
78. UFRN A atual civilização ocidental sofreu várias influências da Roma Antiga. Dentre
elas, pode-se destacar a:
a) concepção de mundo fundamentada na observação da natureza e na especulação filo-
sófica, que constituem os fundamentos do pensamento científico.
b) celebração dos Jogos Olímpicos, realizados periodicamente, com o mesmo intuito
original de confraternização universal.
c) separação entre o Direito Público, que regula as relações entre os cidadãos e o Estado,
e o Direito Privado, que regula as relações dos cidadãos entre si.
d) defesa da superioridade de um regime político baseado numa forma representativa e
democrática de governo.
79. UFCE Analise o comentário abaixo sobre a situação da mulher romana.
“Suas qualidades domésticas, virtude, docilidade, gentileza, bom caráter, dedicação ao tricô,
piedade sem superstição, discrição nas roupas e na maquiagem, por que relembrá-las? Por que
falar do seu carinho e devoção aos familiares, já que você tratava tão bem meus pais quanto os
seus (...)”
Elogio fúnebre a Túria. Apud. FUNARO, Pedro Paulo Abreu. Roma;
vida pública e vida privada. 4ª ed. São Paulo: Atual, 1993, p.47.
Considerando a idéia básica do texto, é correto afirmar que:
a) a mulher usufruía de prerrogativas idênticas às desfrutadas pelo homem na vida em
sociedade.
b) a mãe de família dirigia, com toda a independência, a educação dos filhos e os negó-
cios do marido.
c) o respeito dedicado à mulher romana garantiu a sua emancipação da tutela masculina,
a partir do regime republicano.
d) as condições de liberdade, reservadas à mulher, tinham como limite a autoridade do
pai de família.
e) a independência feminina constituía uma vitória, acatada pela nobreza romana, após a
implantação do Império.
80. UECE Sobre a criação da República Romana, em 509 a.C., é correto afirmar:
a) apesar do regime republicano, o Cônsul romano concentrava os poderes em suas mãos
e não precisava ouvir as Assembléia de patrícios para tomar decisões importantes.
b) o Estado romano passou a ser dirigido por dois Cônsules, que dividiam o poder com o
Senado e com a Assembléia Popular.
c) a República romana instalou, pela primeira vez na História, um regime representativo
e democrático, onde todos, sem distinção, poderiam participar de todos os órgãos de
governo.
d) o consulado e o senado