orientação portifolio 5 6 semestres
14 pág.

orientação portifolio 5 6 semestres

Disciplina:<strong>ad</strong>2 materiais
Pré-visualização3 páginas
PRODUÇÃO TEXTUAL INTERDISCIPLINAR EM GRUPO

 Temática Interdisciplinar: EMPRESA “BLUE JEANS”

Curso Administração Semestre: 5º e 6º

Disciplinas

integradoras
Análise de Custos

Mercado de Capitais
Administração Financeira e Orçamentária

Conteúdos
interdisciplinares

Bolsa de Valores; Ações; Acionistas; Abertura de Capital;
Fonte de Financiamento; Retorno do Capital; Governança

Corporativa; Contabilidade de Custos: Conceitos e sua
Gestão. Sistemas de Custeio. Ferramentas para Gestão de

Custos. Gestão Estratégica de Custos; Planejamento
Financeiro. Gestão de Orçamento de Produção, de Materiais
e de Vendas. Orçamento de Mão de Obra e de Custos e

Despesas. Fluxo de Caixa de Curto, Médio e Longo Prazo.

Competência Compreender os procedimentos para abertura do capital de
uma empresa. Calcular a taxa de retorno mínima esperada
pelo investidor em investir nas ações da empresa. Elaborar

estratégias de Governança Corporativa.
Habilidades Promover a aplicação prática dos principais temas estudados

nas disciplinas do semestre, a partir de uma situação geradora

de aprendizagem baseada em situações relacionadas ao
cotidiano das organizações.

Objetivos de
aprendizagem

Interpretar uma situação-problema para exercitar a aplicação
prática dos conteúdos interdisciplinares; integrar de forma

clara e coesa os tópicos do roteiro de conteúdos com a
finalidade de esclarecer a importância dos assuntos

abordados nas disciplinas deste semestre na prática
profissional; elaborar produções científicas aplicando normas
da ABNT.

Prezados alunos,

Sejam bem-vindos a este semestre!

A proposta de Produção Textual Interdisciplinar em Grupo (PTG) terá

como temática: O estudo de caso da empresa “BLUE JEANS”. Esta temática

possibilitará a aprendizagem interdisciplinar dos conteúdos desenvolvidos nas

disciplinas desse semestre.

ORIENTAÇÕES DA PRODUÇÃO TEXTUAL

O que devemos fazer?

a) Na Produção Textual em Grupo (PTG) vocês deverão, num primeiro

momento, conhecer a Situação Geradora de Aprendizagem (SGA): O estudo

de caso da empresa “BLUE JEANS”.

b) Em um segundo momento, vocês deverão se envolver com o caso, inserindo-

se nesse contexto para realizar as tarefas previstas. Para realizar essas

tarefas, sigam as orientações fornecidas nesse material e embasem-se em

fundamentações teóricas diversas (livros das disciplinas, teleaulas, webaulas

e outros materiais complementares, sejam estes indicados pelos professores

ou pesquisados por vocês).

SITUAÇÃO GERADORA DE APRENDIZAGEM

Situação-problema:

SITUAÇÃO GERADORA DE APRENDIZAGEM

Situação-problema:

O Sr. Rui Barbosa é o fundador e presidente de uma grande empresa industrial

do setor de confecções, a “BLUE JEANS” sediada no interior do estado do Rio

de Janeiro. A “BLUE JEANS” vem atuando no mercado desde sua fundação em

1988 em todo o território nacional e possui uma gestão administrativa

centralizada no Sr. Rui Barbosa. Atualmente, são produzidos três estilos de calça

Jeans (loose, slim e skinny). Porém, a recessão econômica do Brasil nos últimos

anos, afetou profundamente a empresa, e desde então, vem tentando estruturar-

se para competir no mercado de forma mais eficiente. Para o Sr. Rui Barbosa, é

fundamental que a empresa melhore o seu planejamento financeiro e busque

novas alternativas de captação de recursos para investimentos.

Neste contexto, a diretoria financeira da “BLUE JEANS” decidiu realizar duas

ações de cunho financeiro:

1º) Elaborar o planejamento orçamentário para os meses de Outubro, Novembro

e Dezembro, pois, são os períodos de alta nas vendas da “BLUE JEANS”.

2º) Elaborar um plano para a abertura do capital da empresa, com o objetivo de

ampliar a captação de recursos de novos investimentos.

Agora é a sua vez de ajudar a diretoria financeira a realizar essas ações!

DESAFIOS

AÇÃO 01

O Planejamento Financeiro e Orçamentário é uma maneira de se adequar as

atividades empresariais a demanda projetada para um determinado período.

Neste contexto, é necessário elaborar as demonstrações projetadas e assim,

possibilitar aos gestores uma análise sobre a situação futura da empresa.

Com este objetivo, esta parte do trabalho foi dividida em 06 etapas, visando a

obtenção, na última etapa, de uma Demonstração do Resultado do Exercício

projetada.

Preencha a planilha correspondente a cada etapa, utilizando os dados

disponíveis na própria planilha e no enunciado.

Etapa 01

A Previsão de vendas, geralmente, é obtida por meio de informações

disponibilizadas pelo Departamento Comercial (Marketing). Pode-se ainda,

utilizar valores históricos disponíveis no sistema da empresa.

Para a tabela 01, considere que há uma expectativa de sazonalidade para o

período de Outubro a Dezembro. Desta maneira, para o valor de Novembro deve

ser considerado um aumento na demanda de 10% em relação a Outubro. Para

Dezembro, se espera uma aumento na demanda de 10% com relação ao mês

de Novembro. Cabe ressaltar a necessidade de arredondamento, uma vez que

trata-se de quantidades.

Etapa 02

O preenchimento da tabela 02 leva em consideração que: Receita = Preço de

venda x Quantidade. Para isto, obtenha as quantidade previstas para cada

produto na tabela 01 e preencha o restante da planilha de projeção das Receitas.

Por questão de simplificação acadêmica, estamos considerando que a empresa

atende somente a encomendas, portanto, não há estoques de produtos

acabados.

Etapa 03

No Orçamento de Capacidade Produtiva é verificado se a empresa possui a

capacidade instalada para atender a demanda projetada. Outro informação

relevante deste orçamento é a estimativa de custo com a utilização de máquinas

e equipamentos (Custo HM) e de Mão de obra direta (Custo HH).

Obtenha as quantidades previstas na tabela 01 e preencha a tabela

considerando os valores fornecidos para o consumo e para o custo por hora.

Considere ainda que, o custo (R$) é obtido por: Total (horas) x Custo (por hora).

Para uma melhor precisão nos cálculos, realize o arrendodamento para o total

(horas).

Etapa 04

O Orçamento dos Gastos Variáveis é utilizado de acordo com o Custeio Variável,

utilizado pela Análise de Custos, para identificar o custo variável de cada produto

somado as despesas variáveis. Cabe ressaltar que, de acordo com a regra de

apropriação de custos, no Custeio Variável os custos (variáveis) são somadas

as despesas variáveis para forma os gastos variáveis, enquanto os custos fixos

são alocados diretamente ao resultado, não sendo necessário a utilização de

critério de rateio, como normalmente ocorre no Custeio por Absorção.

Prrencha a planilha de cada produto, obtendo as quantidades previstas na tabela

1 os custos com HM e HH da tabela 03. O custo da matéria-prima é, geralmente,

obtido nas fichas de controle de estoque de cada item, enquanto o consumo, é

uma medida de quanto se consome de cada item de matéria-prima para a

confecção de uma calça jeans, esses valores são obtidos por meio de controles

internos utilizados pela Gestão da Produção.

Para finalizar esta etapa, é necessário transportar os Gastos Variáveis de cada

produto para a tabela abaixo e obter o Gasto Variável Total de cada mês.

Etapa 05

Os Gastos fixos são compostos pelos Custos Fixos e pelas Despesas Fixas. Esta

classificação é utilizada pelo Custeio Variável para determinar os valores que

serão deduzidos diretamente do resultado, portanto, a utilização de um critério

de rateio é desnecessário. Esta técnica, apesar, de não