A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
5 pág.
Prova objetiva final demonstraçoes contabeis.docx

Pré-visualização | Página 1 de 2

Parte superior do formulário
Parte inferior do formulário
	
	Acadêmico:
	
	Disciplina:
	Análise das Demonstrações Contábeis (CON32)
	Avaliação:
	Avaliação Final (Objetiva) - Individual Semipresencial ( Cod.:431925) ( peso.:3,00)
	Prova:
	7979211
	Nota da Prova:
	8,00
Gabarito da Prova: Resposta Certa   Sua Resposta Errada
Parte superior do formulário
	1.
	Segundo Iudícibus (1998), a análise financeira e de balanços é um dos aspectos mais difíceis no processo de gestão e exigem maturidade por parte do profissional responsável. Ela deve ser entendida dentro de suas possibilidades e limitações. Quando a análise é convenientemente manuseada, menciona o autor (1998), pode transformar-se num(a):
	a)
	Painel de controle.
	b)
	Ferramenta de nível operacional.
	c)
	Ferramenta de produção.
	d)
	Pesadelo para o investidor.
	2.
	A Demonstração do Resultado do Exercício ? DRE ? é um demonstrativo obrigatório e dinâmico para a situação patrimonial. Possui informações importantes para o comportamento da entidade em um período determinado. Quanto à sua composição e estrutura, classifique V para as opções verdadeiras e F para as falsas:
(    ) Faturamento por venda e serviços prestados.
(    ) Despesas com vendas.
(    ) Fornecedores.
(    ) Deduções da receita, abatimentos e impostos.
(    ) Caixa/Bancos.
Agora, assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:
	a)
	F - F - F - V - V.
	b)
	V - V - F - V - F.
	c)
	F - V - F - V - F.
	d)
	V - V - V - F - V.
	3.
	O Prazo Médio de Recebimento das Vendas (PMRV) indica em quantos dias, em média, a empresa recebe suas vendas, originando um volume de duplicatas a receber decorrente de dois fatores básicos. Assinale a alternativa CORRETA que apresenta estes dois fatores:
	a)
	Vendas líquidas e impostos sobre vendas.
	b)
	Montante de vendas a prazo e prazo concedido aos clientes para pagamento.
	c)
	Investimentos em duplicatas a receber e o fluxo de caixa.
	d)
	Recebimento de clientes e a necessidade de capital de giro.
	4.
	Na taxa de retorno do investimento (TRI), busca-se conhecer a taxa de retorno que iguala os fluxos futuros com os investimentos realizados. Assim, confirma-se que com o método pay-back é possível descobrir em quantos anos retornará o valor investido. Sobre os pontos importantes na gestão da entidade, classifique V para as sentenças verdadeiras e F para as falsas:
(    ) Ao decidir por um investimento, precisamos analisar a sua rentabilidade.
(    ) A empresa é vista como um ou mais projetos de investimento, operando simultaneamente.
(    ) O ativo representa o investimento realizado.
(    ) O passivo representa o financiamento obtido para a viabilização do investimento.
Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:
	a)
	F - F - F - F.
	b)
	V - F - V - F.
	c)
	V - V - V - V.
	d)
	F - V - F - V.
	5.
	As empresas, geralmente, tratam das coisas positivas. Em nenhum momento falam das coisas negativas ou tentam evitar. O caso da insolvência é uma delas. O objetivo maior do fator de insolvência é avaliar a saúde da empresa como um todo. Este fator nos leva a conhecer:
	a)
	O valor em giro.
	b)
	O ponto neutro.
	c)
	Os devedores duvidosos.
	d)
	O risco de falência.
	6.
	O indicador que demonstra que se a empresa fosse parar de realizar suas atividades naquele momento, pagaria suas dívidas com seu ativo circulante e realizável a longo prazo, não precisando para isto, vender seu imobilizado. Com base nesta afirmação, assinale a alternativa CORRETA:
	a)
	Liquidez geral.
	b)
	Giro do ativo.
	c)
	Liquidez seca.
	d)
	Liquidez imediata.
	7.
	Para fins de análise, os indicadores de liquidez mostram a situação financeira de uma empresa e não a sua capacidade de pagamento, que está relacionado ao fluxo de caixa. Quando queremos saber a liquidez seca, um item é fundamental. Que item é este?
	a)
	É o estoque, excluído do ativo circulante.
	b)
	É a conta bancos, excluído do ativo circulante.
	c)
	É o saldo de caixa, excluído do disponível.
	d)
	É o imobilizado, adicionado ao disponível.
	8.
	A Demonstração dos Fluxos de Caixa - DFC -, antes da Lei nº 11.638/07, não era obrigatória no Brasil, exceto para alguns casos específicos. Com o advento dessa lei, a elaboração da DFC passou a ser obrigatória e substitui a Demonstração das Origens e Aplicações de Recursos - DOAR -, que agora é facultativa. Quais empresas ou companhias não estão obrigadas a elaborar e a publicar a DFC?
FONTE: BRASIL. Lei nº 11.638, de 28 de dezembro de 2007. Altera e revoga dispositivos da Lei nº 6.404, de 15 de dezembro de 1976, e da Lei no 6.385, de 7 de dezembro de 1976, e estende às sociedades de grande porte disposições relativas à elaboração e divulgação de demonstrações financeiras. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2007/lei/l11638.htm>. Acesso em: 24 nov. 2010.
	a)
	Companhias fechadas indiferente do patrimônio líquido.
	b)
	Companhias fechadas que possuem o patrimônio líquido inferior a R$ 2.000.000,00 (dois milhões de reais).
	c)
	Companhias fechadas que possuem o patrimônio líquido inferior a R$ 1.000.000,00 (um milhão de reais).
	d)
	Companhias fechadas que possuem o patrimônio líquido inferior a R$ 3.000.000,00 (três milhões de reais).
	9.
	A empresa Gira Rápido Ltda ME apresentou em seu Balanço Patrimonial ao encerrar o período de X1:
Ativo Circulante: 10.000,00
Ativo Não Circulante: 25.000,00
Ativo Total: 35.000,00
Passivo Circulante: 7.000,00
Passivo Não Circulante: 11.000,00
Patrimônio Líquido: 17.000,00
Passivo Total: 35.000,00
Diante de suas análises, a Gira Rápido Ltda. ME destacou que necessita de Capital Circulante Líquido, ou seja, a curto prazo a empresa necessita saber o valor originado de sua atividade operacional. Assim, realizou-se o cálculo do Capital Circulante Líquido (CCL=AC-PC). Analise as sentenças a seguir:
I- A empresa apresenta um Capital Circulante Líquido de R$ 10.000,00, considerando que seu Ativo Não Circulante é inferior ao Passivo Total.
II- A empresa apresenta um Capital Circulante Líquido insatisfatório, considerando que seu Ativo Circulante não sustenta as obrigações do Passivo Não Circulante.
III- A empresa apresenta um Capital Circulante Líquido de R$ 3.000,00, considerando que seu Ativo Circulante é superior ao Passivo Circulante.
IV- A empresa apresenta um Capital Circulante Líquido satisfatório, considerando que seu Ativo Circulante supera as obrigações do Passivo Circulante de X1.
Assinale a alternativa CORRETA:
	a)
	As sentenças III e IV estão corretas.
	b)
	As sentenças I e II estão corretas.
	c)
	Somente a sentença IV está correta.
	d)
	As sentenças II e III estão corretas.
	10.
	Os quocientes de atividade estão relacionados ao ciclo operacional, através deles, medimos quantos dias os estoques levam para serem vendidos, e somamos ao prazo de recebimento das vendas. Esses quocientes trabalham com várias siglas e diferentes resultados. Com relação às siglas utilizadas, associe os itens, utilizando o código a seguir:
I- PMRE. 
II- PMRV. 
III- PMPC.
(    ) Prazo médio de recebimento das vendas (Days Sales Outstanding - DSO).
(    ) Prazo médio de pagamento das compras (Days' Purchases in Accounts Payable).
(    ) Prazo médio de rotação dos estoques (Inventory Turnover).
Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:
	a)
	I - III - II.
	b)
	I - II - III.
	c)
	II - III - I.
	d)
	III - II - I.
	11.
	(ENADE, 2015) O gráfico a seguir ilustra a situação de alavancagem financeira e de endividamento de uma empresa, de 2010 a 2014, estando nele representados o Grau de Alavancagem Financeira (GAF) e o Grau de Endividamento (GE). O quociente de GAF e GE é a razão do capital de terceiros sobre o patrimônio líquido. Com base nesse gráfico,