A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
Doença de Parkinson - resumo

Pré-visualização | Página 1 de 1

Doença de Parkinson
	
	Difinição
	A doença de Parkinson (PD) é um transtorno degenerativo de longo prazo do sistema nervoso central que afeta principalmente o sistema motor degenerativo neurológico, crônico e progressivo, que é caracterizada basicamente por tremores, temor de repouso, tremor nas extremidades, instabilidade postural, rigidez de articulações e lentidão nos movimentos. Fonte: wikiquipedia parkinsos`s diese2016. Dados da (OMS) Organização Mundial de Saúde mostram que aproximadamente 1% da população mundial com idade superior a 65 anos tem a doença. FONTE :Ministério Da Saúde
	cid:
	10: G20 
	faixaetaria
	A parti dos 60 anos de idade
	Diagnostico
	
É feito com base no histórico médico do paciente, avaliação de sintomas, além de exames neurológicos e físicos. Também podem ser solicitados exames como eletroencefalograma, tomografia computadorizada, ressonância magnética, análise do líquido espinhal. Fonte: revista cefac, 2007.ORG
	TRATAMENTO 
	
Tratamento é importante entender que não à cura para DP, mas tratamento que controla os sintomas apresentados e retarda o seu progresso. EX: medicamentos como metildopa, agonista de dopamina e cirurgias.
	Etimologia
	
É desconhecida, porém costuma-se classificar a doença de Parkinson entre as afecções degenerativas do sistema nervoso central, que levam ao envelhecimento precoce e a degeneração de certas estruturas.Fonte: 2010 - Wiley Online Library.
	TRATAMENTO
	
Mais eficaz e conhecido até hoje é o trabalho interdisciplinar, onde cada profissional da área de saúde (fisioterapeuta, farmacêutico, nutricionista, médico e enfermeiro) desenvolve a sua prática assistencial. O tratamento é realizado no intuito de amenizar os sintomas e a velocidade do avanço da doença, assim prolongando, as estimativas de manter uma melhor qualidade de vida. 
 Fonte:  nursing care cannotdo PD .2014.
	GENETICA
	
Pesquisadores identificaram que determinadas mutações genéticas podem causar a doença de Parkinson um padrão de herança autossômico ou recessivo, mas ela não e uma doença hereditária normalmente. Mesmo no caso de alguém na família ter Parkinson, isso não aumenta o risco de algum outro membro desenvolver a doença Fonte: ./www.hindawi.com/journals/tswj/2012/489830/
	CONSEQUENCIAS FISICAS E MENTAIS
	
Agitação, rigidez, lentidão do movimento, dificuldade em caminhar, tremores. Complicações Demência, depressão, ansiedade forte, início normal acima dos 60 anos. Carroll, William M. FONTE:(2016). International Neurology
	pROGNOSTICO
	
Prognóstico Esperança de vida 10 anos Freqüência 6,2 milhões (201Mortes 117,400 (2015) .FONTE :Wikipédia Parkinson`s disease 2016
	particularidade da população alvo
	
Os dados apresentados reforçam a necessidade de um cuidado personalizado ao paciente com DP, possuem prejuízos cognitivos e dificuldade de adesão ao tratamento e, não tem acesso a integralidade dos serviços de saúde pelo SUS. Associado a isso, existem particularidades intrínsecas ao tratamento da DP e de suas comorbidades que torna o tratamento do paciente com DP bastante complexo.
Fonte: Documento de posición de la OPS/OMS. Washington: OPS; 2013.www.cff.org.br|resoluções.585.pdf.