A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
Mark Zuckerberg

Pré-visualização | Página 1 de 1

Perfil empreendedor: Mark Zuckerberg 
Publicado por Editor Asaas - 12 de novembro de 2013 
O Facebook é a rede social mais acessada em todo o mundo. Apenas 10 anos após 
sua fundação, a empresa conta com cerca de 1 bilhão e 260 milhões de usuários 
cadastrados. Desses, quase 700 milhões acessam a rede todos os dias. Esse 
volume de pessoas conectadas, curtindo e compartilhando dentro da rede conferem 
um valor de mercado à companhia de aproximadamente 100 bilhões de dólares. 
No comando dessa gigante está um jovem de apenas 29 anos. Por conta da 
polêmica envolvendo uma denúncia de roubo de ideia, há quem admire e há quem 
odeie Mark Zuckerberg. Contudo, é importante observarmos o fato de que foi ele 
quem conduziu a companhia ao sucesso. Quais características fizeram de Mark um 
líder de visão? Como ele conseguiu construir uma gigante de tecnologia a partir do 
zero? Como ele se tornou o mais jovem bilionário do mundo? 
Breve biografia de Zuckerberg 
Durante a época em que frequentava o colégio, Mark Zuckerberg se mostrou um 
ótimo aluno em ciências e estudos clássicos. Nesta época, ele já demonstrava sua 
habilidade em programação. O primeiro contato com as linguagens de computadores 
se deu durante a infância. No início dos anos 90, seu pai lhe ensinou a programar 
em uma linguagem chamada BASIC (Beginner’s All Purpouse Symbolic Instruction 
Code). 
Ainda antes de entrar na faculdade, ele escreveu um software chamado Synapse 
Media Player, que usava inteligência artificial para descobrir os hábitos e 
preferências musicais dos usuários. AOL e Microsoft tentaram comprar o software e 
contratar o garoto, mas ele optou por se dedicar aos estudos em Harvard. 
Na universidade, Mark estudou Ciências da Computação e também Psicologia. 
Durante o segundo ano, ele criou um site chamado Facemash. Era uma brincadeira 
com os estudantes da faculdade na qual as pessoas podiam votar nos alunos mais 
atraentes. Para conseguir as fotos e dados dos alunos, Mark hackeou o sistema da 
faculdade. 
Não demorou para o site sair do ar. Logo em seguida, ele criou o Facebook e o 
volume de trabalho exigiu dedicação exclusiva. Desse modo, ele não terminou a sua 
graduação. 
Não tenha medo de errar 
Algumas das características de Mark Zuckerberg estão espelhadas na cultura da 
empresa. No Facebook existe um lema representado pela expressão “Move Fast” ou 
“Mova-se Rápido”. Isso significa não ter medo de errar. Não espere por muito 
incentivo ao tentar fazer algo diferente. Apenas faça. É possível aprender muito com 
os erros. 
Tenha um objetivo grande e bem definido 
Mark sabe trabalhar com objetivos bem claros. Ao criar o Facebook, muitos dos seus 
colegas viam o site como um projeto de faculdade. Mark via como um projeto de 
alcance mundial. Provavelmente, poucos acreditaram nele naquela época. 
Hoje em dia, Mark lidera um projeto para universalizar o acesso à internet. Não há 
limites para os sonhos. Se ele atingir 10% desse plano, já terá feito um grande 
avanço. 
Saia da zona de conforto e faça aquilo que gosta 
Se Mark não gostasse de programar, ele teria criado a maior rede social do mundo? 
Certamente não. Fazer o que gosta é um pré-requisito para conseguir atingir o 
sucesso. 
Começar um negócio é uma atividade que exige muito trabalho e dedicação. É 
preciso abrir mão de muitas coisas para atingir o sucesso. Se isso não for algo que 
te faça muito feliz, não haverá motivação necessária pra continuar seguindo em 
frente e encarando os problemas. 
Tenha autoconfiança 
São vários os desafios que um empreendedor precisa enfrentar. Possuir 
autoconfiança é fundamental para superá-los. Tenha em mente que se existe uma 
oportunidade e você tem o preparo necessário, você é a pessoa ideal para 
conquistá-la. 
Coisas irão dar errado, planos precisarão ser revistos e as críticas chegarão por 
todos os lados. Não abaixar a cabeça e acreditar em si mesmo é o que fará com que 
você siga em frente e tenha sucesso em seus empreendimentos. 
 
Liderança por um líder 
 
Mark Zuckerberg e seu novo estilo de 
liderança 
22/02/2016| 
 
Não podemos assumir que o que era certo no passado, será o certo para sempre. 
Liderança também é assim. É uma ciência em constante evolução que acompanha os 
passos do ser humano. 
 
Quando vemos uma pessoa se destacando em algo, é comum observarmos para 
tentar aprender um pouco e ver o que ela está fazendo diferente. Mark Zuckerberg 
(fundador do Facebook) vem inovando bastante nos últimos anos com seu perfil de 
liderança bem “fora do convencional”, e podemos sim aprender com ele. 
 
Recentemente quando o Facebook implementou a ideia de transmissões ao vivo pelo 
o site, Zuckerberg mostrou o escritório de sua empresa e ficou claro que é um 
ambiente muito diferente do imaginado (pelo menos por mim). Vemos um ambiente 
aberto, sem paredes ou divisões, que acaba com a ideia de hierarquia e facilita muito 
a troca de informações e comunicação entre praticamente todas as pessoas no 
escritório. 
 
No vídeo, Mark Zuckerberg ressaltou que todos na empresa possuem uma mesa de 
trabalho. Não existe salas individuais para pessoas importantes na empresa, nem 
mesmo para ele. Suas roupas e seu jeito simples de se comportar não o diferencia 
nem dá um ar de superioridade com seus empregados. 
 
A ideia de transparência com seus empregados é algo realmente levado a sério. A 
sala de conferência da empresa, onde acontecem as principais reuniões e são 
apresentadas as ideias para o site é feita de vidro. Zuckerberg quer deixar visível para 
todos em seu escritório com quem ele está se reunindo, o que está acontecendo na 
empresa, próximos projetos, etc. 
 
Toda essa proximidade com seus empregados ajuda no ambiente de trabalho e deixa 
o local mais propício para uma boa performance de todos. O site Glassdoor.com fez 
uma pesquisa no ano passado em que pessoas avaliam como seus chefes conduzem 
suas empresas, e Mark Zuckerberg teve 95% de aprovação de seus funcionários. 
 
Essas informações mostram cada vez mais uma tendência da participação de todos 
da empresa através de sugestões e decisões importantes, ficando claro que os líderes 
de hoje precisam saber usar as pessoas em seu redor. 
 
Após leitura do texto, faça uma reflexão em grupo e responda as questões 
abaixo: 
1 – Trace um perfil desse líder, citando suas características mais marcantes. 
2 – A partir das teorias de liderança discutidas na aula, o que vocês 
identificam neste perfil que justifica o protagonista desse artigo ser 
considerado um líder de sucesso? 
3 – Esse perfil de líder é coerente ou adequado com o contexto atual e futuro 
de nossas organizações? Comente.