A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
66 pág.
REVISÃO RESSONÂNCIA MAGNÉTICA

Pré-visualização | Página 1 de 2

TNR. DÉBORA RESENDE FAGUNDES 
REVISÃO 
RESSONÂNCIA MAGNÉTICA 
1. O QUE É RESSONÂNCIA 
MAGNÉTICA 
É um fenômeno físico de troca 
de energia entre força periódica 
(ondas eletromagnéticas) e 
corpos em movimento. 
Aplicado ao diagnóstico por Imagem: 
Troca de energia entre núcleos de 
átomos de hidrogênio com ondas 
eletromagnéticas provenientes e 
campos magnéticos. 
2. QUAIS FORAM OS PRINCIPAIS MENTORES 
DESSA INCRÍVEL TECNOLOGIA? 
Descobriu que 
Tempo T1 do 
tecido 
cancerígeno era 
maior que o T1 
de tecidos 
normais. A partir 
de então 
desenvolveu 
suas pesquisas 
no âmbito da 
RM. 
RAYMOND DAMADIAN 
PAUL C. foi um químico (EUA) Peter físico britânico 
PAUL LAUTERBUR PETER MANSFIELD 
3. QUAL A TECNOLOGIA 
EMPREGADA NESSE EXAME? 
 A imagem por ressonância Magnética (IRM) 
é, resumidamente, o resultado da interação 
do forte campo magnético produzido pelo 
equipamento com os prótons de hidrogênio 
do tecido humano, criando uma condição 
para que possamos enviar um pulso de 
radiofrequência e, após, coletar a 
radiofrequência modificada, através de uma 
bobina ou antena receptora. Este sinal 
codificado espacialmente por gradientes de 
campo magnético é coletado, processado e 
convertido numa imagem ou informação. 
 A imagem de RM baseia-
se no sinal proporcionado 
pelo núcleo de hidrogênio. 
 O sinal magnético do 
núcleo de H é bem 
superior ao de outros 
núcleos magnéticos 
O H é o átomo mais 
abundante no corpo 
humano principalmente 
devido à concentração 
de água. No corpo temos 
milhões e milhões de 
prótons. 
4. QUAIS OS PRINCÍPIOS FÍSICOS 
DA RESSONÂNCIA MAGNÉTICA? 
 
HIDROGÊNIO 
ALINHAMENTO 
PRECESSÃO 
EQUAÇÃO DE LARMOR 
TRANSFORMADA DE FOURIER 
DECAIMENTO LIVRE DE INDUÇÃO 
RELAXAÇÃO T1 E T2 
5. QUAIS AS PROPRIEDADES MAGNÉTICAS DO 
ÁTOMO DE HIDROGÊNIO 
 
PROPRIEDADE MAGNÉTICA DO 
NÚCLEO DE HIDROGÊNIO 
POSSUI 01 ELETRON DESEMPARELHADO FACILITANDO ASSIM 
SEU MOMENTO; 
POSSUI MOVIMENTO GIRATÓRIO EM TORNO DO SEU PRÓPRIO 
EIXO GERANDO UM PEQUENO CAMPO MAGNÉTICO; 
É O MAIS ABUNDANTE NO CORPO HUMANO COM CERCA DE 2/3 
DOS ÁTOMOS QUE COMPÕE O CORPO; 
POSSUI O MAIOR MOMENTO MAGNÉTICO; 
AS CARACTERÍSTICAS DE RESSONÂNCIA MAGNÉTICA SE DIFEREM 
BASTANTE ENTRE O HIDROGÊNIO PRESENTE NO TECIDO NORMAL E 
NO TECIDO PATOLÓGICO. 
Alinhamento 
 Quando os prótons não se encontram 
sob influencia de nenhum campo 
magnético exterior, o spin magnético 
de cada um deles está apontando para 
uma direção diferente de maneira que 
a soma vetorial de todos eles é igual a 
zero. 
 
Mtot = 0 
Alinhamento 
 Mtot = 0 
Alinhamento 
PROTONS EM ESTADO 
DE REPOUSO OU SEM 
AÇÃO DE CAMPO 
MAGNÉTICO EXTERNO 
X 
Y 
Z 
Soma 
Alinhamento 
X 
Y 
Z 
Soma 
MAGNETIZAÇÃO 
Alinhamento 
X 
Y 
Z 
Soma 
MAGNETIZAÇÃO 
Alinhamento 
X 
Y 
Z 
Soma 
MAGNETIZAÇÃO 
Alinhamento 
Alinhamento 
 
Alinhamento 
 Após posicionarmos o paciente no centro do 
magneto, os spins começam a sentir o efeito do 
campo magnético externo B0, e orientam-se em 
paralelo e antiparalelo. 
 
 
Mtot paralelo a 
B0 
Movimento de Precessão 
 Distorção do Spin Nuclear em resultado da ação 
do campo magnético externo. 
 
 Sob ação do campo magnético os prótons de 
hidrogênio irão precessar em uma freqüência 
determinada pela equação de Lamor 
 
 W = Freqüência de precessão 
 Y = Razão giromagnética 
 B0 = Campo magnético principal 
Movimento de Precessão 
Razão 
Giromagnética do 
Hidrogênio 42,58 
MHz/T 
spin 
B0 
spin 
B0 
B0 
B0 
B0 
B0 
B0 
B0 
B0 
B0 
B0 
B0 
B0 
B0 
B0 
B0 
B0 
B0 
B0 
B0 
B0 
6. QUAIS OS COMPONENTES BÁSICOS DE UM 
EQUIPAMENTO DE RESSONÂNCIA MAGNÉTICA 
Magneto Principal 
Bobinas Homogeneizadoras (SHIM COILS) 
Bobinas de Gradiente 
Bobinas de Radiofrequência 
Sistema de Computador e Processamento de Imagem 
7. QUAIS AS PRINCIPAIS QUESTÕES A SE 
ABORDAR EM UM QUESTIONÁRIO DE RM 
MODELO MODELO 
8. CONTRA INDICAÇÕES ABSOLUTAS EM 
RESSONANCIA MAGNÉTICA 
 MARCA-PASSO 
 NEURO ESTIMULADOR 
 IMPLANTE FERROMAGNÉTICO 
 CLIPES DE ANEURISMA – ANTERIOR A 1995 
 FRAGMENTO DE METAL 
 IMPLANTE COCLEAR 
9. DIFERENCIE MAGNETO SUPERCONDUTOR, 
RESISTIVO E PERMANENTE 
 Magnetos permanentes: São produzidos por 
uma liga de aluminio, niquel e cobalto, 
conhecido com Alnico. Sua principal 
vantagem é de que não necessitam de uma 
fonte de força, portanto ficam magnetizados 
permanentemente. 
 Magnetos de resistencia: A potencia desses 
magnetos depende da potencia elétrica 
induzida nos rolos de fio. 
 Magneto supercondutor: constituido por fios 
de nobio e titanio, resfriados por helio. 
Destaca-se os exames de extremidades muito utilizado em 
serviços de ortopedia. 
Possuem recursos limitados quanto a realização de 
exames; 
Baixa potência do campo magnético; 
Menor custo benefício; 
PERMANENTES 
Possuem campos de potência baixos entre 0,2t à 0,5t; 
O campo pode ser ligado ou desligado pelo operador; 
Não necessita de refrigeração por hélio; 
São alimentados por correntes elétricas; 
Resistivos 
 
 
• São alimentados por correntes elétricas; 
 
• Geram altos campos magnéticos; 
 
• São refrigerados por Hélio líquido; 
• Podem ser de 0.5t até 3.0t; 
• São magnetos de campo fechado; 
 
• São equipamentos mais caros. 
Supercondutores 
10. MEIO DE CONTRASTE 
GADOLÍNIO, O QUE É? 
 Contraste Paramagnético são 
substâncias que quando expostas 
alcançam um momento magnético 
significativo, afetando a resposta dos 
átomos de hidrogênio próximos do 
produto de contraste, aumentando a 
intensidade de sinal da imagem, 
melhorando, deste modo, a qualidade 
de imagem e acuidade diagnóstica 
diferencial. 
 
11. Cuidados e consequências em 
relação ao uso do Gadolínio 
 Este elemento não pode ser administrado na sua forma 
livre, pois é altamente tóxico, sendo utilizado sob a forma 
de quelato de Gd, pois tem boas propriedades 
farmacocinéticas, como Baixa toxicidade e Boa tolerância; 
 Contudo, não devem ser usados em doentes grávidas, 
pois os iões de Gd passam a barreira placentária, 
entrando na circulação fetal, podendo ser libertados, 
posteriormente, no líquido amniótico, permanecendo aí e 
transformando-se num elemento tóxico. 
 A curto prazo, as reações adversas podem ser: náuseas, 
vómitos, urticária, cefaléias. 
 Poderá ocorrer a fibrose sistémica nefrogénica (FSN) 
Esta condição patológica é associada apenas a 
doentes com insuficiência renal crónica (IRC), 
principalmente em estádios terminais e em diálise. 
 
12. O QUE SÃO BOBINAS DE 
RADIOFREQUÊNCIA E COMO CLASSIFICÁ-LAS 
 As bobinas ou antenas de RF são 
responsáveis pela transmissão e 
recebimento do sinal de RM. 
 O envio do pulso de RF (também chamado 
de campo B1) produz o desvio no vetor 
magnetização gerando a componente 
transversal da magnetização (xy) que irá 
ser detectada pela mesma bobina que 
gerou o pulso ou por uma outra bobina 
receptora específica. 
 
Volume 
 
Arranjo de 
fase 
 
Superfície 
13. Quantas são as Zonas de Segurança 
em um serviço de RM 
O American College of Radiology 
(ACR) estabelece quatro zonas de 
segurança em RM, cada uma com 
as suas restrições. Desta forma 
existem quatro zonas de segurança,