04. Teorias Estruturista e dos Sistemas
8 pág.

04. Teorias Estruturista e dos Sistemas


Disciplina<strong>administrativoii</strong>12 materiais3 seguidores
Pré-visualização1 página
TEORIA ESTRUTURISTA
FOCO: ESTRUTURA
Crítica às Teorias Clássicas e das Relações Humanas
A Teoria Estruturista veio como uma crítica tanto à Teoria Clássica quanto à Teoria das Relações Humanas.
Amitai Etzione
Um dos seus idealizadores foi o teórico Amitai Etzione.
1
Complexo de grupos sociais
Amitai considerava a organização como \u201cum complexo de grupos sociais cujos interesses podem ou não ser conflitantes\u201d.
Foco
Estrutura da organização.
Complementa as Teorias Clássica e Humana
Dessa maneira, essa teoria buscou \u201ccomplementar\u201d ou sintetizar as teorias anteriores (clássicas e humanas), pois acreditava que aquelas focavam apenas em partes do todo. É UMA SÍNTESE DA TEORIA CLÁSSICA E DA TEORIA DAS RELAÇÕES HUMANAS.
A organização é uma só estrutura
Dessa forma, a ideia principal foi considerar a organização em todos os aspectos como uma só estrutura.
2
Equilíbrio entre organização formal e informal
Assim, um aspecto importante foi a busca de uma análise tanto da organização formal (abordada na teoria clássica) quanto da informal (abordada na teoria da relações humanas). Dessa maneira, deveria existir um equilíbrio dessas duas visões.
Homem organizacional
Para os estruturistas o homem deveria desempenhar diversos papeis nas diversas organizações, pois a sociedade moderna seria uma sociedade de organizações. O homem dependeria dessas organizações para tudo e nestas cumpriria uma série de \u201cpapéis\u201d diferentes.
3
Modelo natural
Neste modelo, existe a noção de que a realidade é incerta e de que a organização é um conjunto de órgãos inter-relacionados e interdependentes. Assim, é um modelo que se preocupa com as \u201ctrocas\u201d com o ambiente externo, ou seja, é um modelo de SISTEMA ABERTO.
Modelo racional X Modelo natural
O autor Gouldner acabou trazendo outro conceito: as diferentes concepções das organizações. Para ele, existiriam o modelo racional e o modelo natural.
Modelo racional
Esse modelo seria baseado no CONTROLE e no PLANEJAMENTO. A ideia era a de um SISTEMA FECHADO, com pouca incerteza e preocupação para com o \u201cmundo externo\u201d à organização.
4
RESUMO
Teoria Estruturista
Principal autor
Amitai Etzione
Foco
ESTRUTURA. Para a Teoria Estruturista, a organização deveria ser pensada como um todo e não em partes (só as teorias anteriores). Essa organização seria um complexo de grupos sociais cujos interesses podem ou não ser conflitantes.
Equilíbrio entre a 
Teorias Clássica e 
de Relações Humanas
Deveria haver um equilíbrio entre a organização formal e informal, ou seja, entre a Teoria Clássica e a Teoria das Relações Humanas. É UMA SÍNTESE DAS TEORIAS CLÁSSICA E DAS RELAÇÕES HUMANAS.
Homem organizacional
(multi-organizacional \u2013
bombril)
Na visão da Teoria Estruturista, o homem deveria desempenhar diversos papeis nas diversas organizações. O homem dependeria dessas organizações para tudo e nelas cumpriria uma séria de papéis diferentes.
Modelo Racional
x
Modelo Natural
MODELO RACIONAL \u2013 controle, planejamento / SISTEMA FECHADO, pois NÃO considera as influências externas à organização.
MODELO NATURAL \u2013 órgãos inter-relacionados e interdependentes/ SISTEMA ABERTO, pois considera as influências externas à organização.
TEORIA DOS SISTEMAS
Ludwig Von Bertalanffy
A Teoria dos Sistemas na Administração \u2013 TGS \u2013 foi derivada do trabalho do biólogo Ludwig Von Bertalanffy. Ele buscou integrar todas as áreas do conhecimento.
5
Conceito de Sistema
Um sistema, de acordo com Bertalanffy, é um conjunto de unidades reciprocamente relacionadas para alcançar um propósito ou objetivo.
Sistema Aberto
Assim, a Teoria dos Sistemas acolheu o conceito no qual as organizações são sistemas abertos.
Soma das partes
Portanto, não podemos entender uma organização sem saber o contexto em que ela opera. Do mesmo modo, uma organização é a soma de suas partes (gerência de marketing, gerência de finanças, etc.) e uma área depende da outra \u2013 o conceito de interdependência.
Atualmente adota-se o Sistema Aberto
Atualmente, as organizações são vistas como sistemas abertos.
VISÃO SISTÊMICA
Um setor dependo do outro
De acordo com a Teoria dos Sistemas, não adianta nada uma área da empresa se sair muito bem (área de vendas, por exemplo) se outra está tendo dificuldades (produção, por exemplo). No caso citado, a empresa perderia os clientes por não conseguir cumprir as vendas efetuadas.
6
Visão do todo
Dessa forma, o administrador deve ter uma visão do todo! De como as áreas da organização interagem e quais são as interdependências.
TEORIA DOS SISTEMAS
As organizações são sistemas abertos
A organização é um sistema complexo, com parte inter-relacionadas
O administrador deve ter uma visão do todo
A organização está em constante interação com o meio ambiente
Principais conceitos da Teoria dos Sistemas
Entrada
Relaciona-se com tudo o que o sistema recebe do ambiente externo para poder funcionar.
7
Saída
É o que o sistema produz. Uma saída pode ser: energia, uma informação, um produto, etc.
Feedback
É o retorno sobre o que foi produzido, de modo que o sistema possa se corrigir ou modificar.
Caixa-preta
Relaciona-se com um sistema em que o \u201cinterior\u201d não é facilmente acessível (como o corpo humano, por exemplo). Assim, só temos acesso aos elementos de entrada e saída para sabermos como ele funciona.
Outros conceitos da Teoria dos Sistemas
8
Retroalimentação, controle dos resultados.
FEEDBACK
O todo é maior do que a soma das partes.
SINERGIA
Os objetivos podem ser alcançados de várias maneiras. Não existe apenas um único modo.
EQUIFINALIDADE
O sistema é um todo. Mudança em uma parte afeta as outras partes.
HOLISMO
O sistema busca o equilíbrio.
HOMEOSTASE
Tendência de qualquer sistema de se desintegrar.
ENTROPIA
Recarga de \u201cenergia\u201d e recursos no sistema, evitando a desintegração.
ENTROPIA NEGATIVA