Dicionário de Psicologia - RAÚL MESQUITA, FERNANDA DUARTE
217 pág.

Dicionário de Psicologia - RAÚL MESQUITA, FERNANDA DUARTE


DisciplinaPsicologia57.805 materiais425.425 seguidores
Pré-visualização50 páginas
behaviorista -- (adj., do ing. 
behaviourist), psicologia V. --@ behaviorismo. 
 behaviour -- (ing., na grafia americana, behavior) V. ---> comportamento. 
 Bender, teste gestaltista de -- Teste criado na década de 1930 por L. Bender, 
com o objectivo de detectar atrasos e estados regressivos nas 
crianças. Hoje em dia, usa-se para detectar anomalias cerebrais. 
Bender era um adepto da psicologia da ---> Gestalt, usando-a para 
criar este teste. Os resultados são interpretados com base na 
organização dos elementos copiados pela pessoa sujeita ao teste, 
uma vez que este consiste na cópia de nove desenhos. 
 benigno Com bom --> prognóstico. O oposto de maligno. 
 benzodiazepina -- Grupo de substâncias químicas que possuem propriedades 
de ---> ansiolítico, anticonvulsivo, ---> hipnótico e --- > sedativo. Os 
receptores específicos destas substâncias localizam-se no ---> córtex 
cerebral e no sistema ---> límbico que estão ligados à vida 
emocional. 
 Bernreuter, Questionário de Personalidade de ---> Teste de -> personalidade 
composto por 125 perguntas de resposta alternativa, permitindo 
avaliar seis tipos distintos de personalidade: neurótica, introvertida, 
auto-Suficiente, autoritária, confiante e sociável. 
 Bettelheim, Bruno -- Psicanalista norte-americano de origem austríaca 
(Viena 1903 - Washington 1990). Baseando-se nas experiências vividas nos 
campos de concentração de Dachau e Buchenwald, escreveu uma 
obra onde descreveu o conceito de situação extrema: Individual and 
Mass Behaviour in Extreme Situation (1940), que o general 
Eisenhower deu a ler a todos os oficiais da armada americana. 
Depois de emigrar para os EUA, dedicou-se ao estudo da psicologia 
infantil, criando uma teoria acerca da origem do -> autismo, 
atribuindo-a a um incidente na relação mãe/filho. Das suas 
restantes obras destacam-se: Diálogo com as Mães (1962), A 
Fortaleza Vazia (1969) e Psicanálise dos Contos de Fadas (1976). 
 bibliofobia -- Medo irracional ou, ainda, ódio a livros. 
 bilioso -- V. ---> humores, teoria dos. 
 Binet, Alfred -- Psicólogo francês (Nice 1857 - Paris 1911). Embora licenciado 
em Direito e doutorado em Ciências Naturais, A. Binet é hoje 
conhecido pelo trabalho que realizou na medição da ---> inteligência 
das crianças. É famosa a definição que propôs: «A inteligência é 
aquilo que o meu teste mede.,> As observações experimentais que 
efectuou em crianças deram origem a um trabalho que viria a 
realizar por encomenda do Ministério da Instrução Pública francês 
(1904); este trabalho consistia em colocar as crianças com atrasos 
de desenvolvimento em classes especiais mas, para isso, era 
necessário criar uma forma de as identificar. Assim, elaborou uma 
série de provas a fim de examinar em queidade as crianças normais 
as conseguiriam resolver. Em 1905, apresentou o resultado da sua 
investigação, levada a efeito com a colaboração de T. --@ Simon, que 
se celebrizou com o nome de escala --- > Binet-Simon. 
 Binet-Simon, escala -- Escala métrica de --> inteligência publicada por A * -> 
Binet e T. --> Simon na revista UAnneé Psychologique, em 1905, 
1908 e 1911. A experiência de Binet com crianças anormais levou-o 
a concluir que as condutas dos atrasados se pareciam com as de 
crianças mais jovens. Tais resultados sugeriram a Binet, em 
colaboração com Simon, a ideia de aferir escalas a partir das 
respostas de crianças normais, de diferentes grupos etários (3 - 13 
anos). A regra aceite era que se 60 - 90% das crianças passassem 
um determinado nível, esse nível era apropriado para o teste. Assim, 
as crianças que tinham resultados abaixo da média para a sua idade 
eram consideradas atrasadas. Esta escala permite medir a ---@ 
idade mental de uma criança, independentemente da idade 
cronológica. Em 1908, o teste foi revisto e as tarefas individuais 
escalonadas de acordo com a dificuldade e em função da idade em 
que a média das crianças as resolvesse. A última revisão apareceu 
em 1911. Representando uma contribuição importante para a ---> 
psicometria, esta escala conheceu uma notoriedade mundial e foi 
sujeita a numerosas adaptações, nomeadamente nos EUA. Uma das 
mais famosas adaptações foi realizada por L. ---> Terman da 
Universidade de Stanford, em 1917, ficando conhecida como escala 
de Stanford-Binet. Nesta revisão foi usada pela primeira vez a noção 
de ---> Qi (quociente de inteligência). Em França, R. Zazzo e os seus 
colaboradores publicaram, em 1966, uma revisão intitulada Nova 
Escala Métrica da Inteligênci a. 
 Binswanger, Ludwig -- Psiquiatra suíço (Kreuzlingen 1881 - id. 1966). 
Descreveu certas -> psicoses, nomeadamente a --@ mania. 
Influenciado pelas ideias dos filósofos Husserl e Heidegger, criou 
uma teoria, a Daseinsanalyse ou análise existencial, que teve muito 
sucesso nos países anglo-saxónicos. Das suas obras destacamos: 
Introdução à Análise Existencial (1947), Sonho e Existência (1954), 
Melancolia e Mania (1957), O Caso Suzan Urban (1957), Discursos, 
Percursos e Freud (ed. 
1970). 
 bio -- (do gr. bios, vida) Prefixo indicativo de vida. 
 
biocibernética -- Estudo da importância em se estar consciente do nosso 
funcionamento biológico, como, por exemplo, da nossa -> tensão 
arterial, num determinado momento. A cibernética consiste no 
estudo do funcionamento de computadores e no estudo das ligações 
nervosas nos organismos vivos. Em sentido lato, é a ciência dos 
mecanismos de --> comunicação e de controlo nos computadores e 
nos seres vivos. Serve-se da utilização de computadores com o fim de 
ajudar as pessoas a tomarem consciência de certos factores 
biológicos. 
 biofeedback -- (iug@) (cf. --@ feedback) Técnica comportamental com fins 
terapêuticos, através da qual um indivíduo recebe informação sobre 
um aspecto das suas reacções fisiológicas involuntárias, o que lhe 
pode permitir um certo controlo voluntário sobre essas mesmas 
reacções. 
 biogenética, lei da -- Lei formulada por E. Haeckel segundo a qual a ---> 
ontogénese é uma curta recapitulação da -> filogénese. Esta lei teve 
muito sucesso para alguns psicólogos do princípio do séc. xx. Nos 
nossos dias é aceite, embora com alguma controvérsia, aplicada à 
psicologia do ---> desenvolvimento (por exemplo, estudo dos 
desenhos e jogos infantis). biologia -- Estudo dos seres vivos. 
 biotipologia -- V. --> Tipologia. 
 bissexual -- 1. ---> Hermafrodita, quer dizer, que apresenta características 
somáticas e psicológicas dos sexos feminino e masculino. 2. 
Indivíduo cujas preferências sexuais incluem pessoas de ambos os 
sexos. 
 Blaeky, teste de -- Teste ---> projectivo de orientação psicanalítica (v. --> 
psicanálise) para ser aplicado a crianças; consiste numa série de 
desenhos que representam uma «família de cães» em situações 
diversas, pedindo-se à criança que conte uma história sobre cada 
desenho. 
 Bleuler, Eugen -- Psiquiatra suíço (Zurique 1857 - id. 1939). Introduziu o 
termo ---> esquizofrenia para substituir o dedemência precoce 
utilizado até então. Dedicando-se ao estudo deste tipo de doença, 
separou sintomas psicopatológicos (auxiliando-se, para isso, da --
@psicanálise) das suas características anatomopatológicas. Usou 
pela primeira vez o termo ---> ambivalência para explicar os 
sentimentos paradoxais do esquizofrénico face a um mesmo obJecto. 
 bloqueio -- Comportamento caracterizado por uma recusa, uma incapacidade 
aparente e momentânea, em reagir a uma situação ou prosseguir 
uma aprendizagem. boa forma, lei da ou pregnância -- Princípio 
gestaltista segundo o qual a ---> percepção de objectos, como o 
círculo ou a esfera, se organiza sensorialmente de modo a que as