A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
9 pág.
Teìcnicas de pesquisa   TB1 Final

Pré-visualização | Página 1 de 2

UNIVERSIDADE VEIGA DE ALMEIDA
CURSO DE PUBLICIDADE
JULIANA OLIVEIRA – 20151102106
NATHALIA BARRETO - 20131102067
SABRYNA ENNES – 20141106234
													
VAMOS ÀS COMPRAS – NASCE UMA CIÊNCIA
PACO UNDERHILL
Disciplina: Técnicas de Pesquisa de Marketing
Prof.ª Alípia Ramos de Souza
								
RIO DE JANEIRO
2018.2
RESENHA DESCRITIVA
1- REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA
UNDERHILL, Paco. Vamos às compras: A ciência do consumo nos mercados globais. 2ª Edição. Rio de Janeiro: Campus, 2009.
2- APRESENTAÇÃO DO AUTOR
O escritor e psicólogo Paco Underhill nasceu nos Estados Unidos, no ano de 1950 e viveu em diversas cidades ao redor do mundo durante sua infância e juventude por ser filho de diplomata. Formado na instituição de ensino e de artes Vassar College e inspirado pelas metodologias do Urbanista William H. Whyte, tem como objeto de estudo o comportamento do consumidor e sua interação com o ambiente de compras. Em 1977, fundou em Nova York, a Envirosell, empresa de pesquisa e consultoria comportamental dos consumidores, a qual tem diversos clientes conhecidos mundialmente como Mc Donald’s e Starbucks. Palestrante em conferências, Universidades e Corporações, tem três obras publicadas, no qual, seu primeiro livro (WhyWeBuy: The Science of Shopping) foi um best-seller reconhecido internacionalmente, publicado em 27 idiomas.
3 – PERSPECTIVA TEÓRICA
O autor no livro em questão aborda uma visão antropológica sobre o consumo, através do método de pesquisa utilizado pelo autor ser a observação, que lhe permitiu entender e descrever como os consumidores se movimentam e o grau de atenção que empregam no processo de escolha de produtos dentro das lojas. Apresenta análises sobre o comportamento do consumidor e como essa ciência, diferente das outras não surgiu através de estudos, mas sim de percepção do dia a dia e como na prática as coisas funcionam. Irá nos contextualizar sob as situações econômicas base de suas análises e como conclusão apresenta teses sobre as razões e decisões de compra por exemplo do consumidor. Portanto usa de teorias psicológicas e econômicas para compreender o suposto comportamento, inclusive aborda mesmo que não nomeando de forma clara e descritiva a teoria dos 4p’s do marketing, pois está implícito nesse processo de desejo e razão que leva alguém a consumir algo.
4 – BREVE SÍNTESE DA OBRA
	O livro é escrito por um autor que como já abordado é um CEO de uma empresa que monitora o comportamento do consumidor na hora da decisão de compra, através de análises comportamentais e observações Paco Underhill apresenta em seu livro o resultado dessa análise, o que num mundo extremamente capitalista em que empresas são rodeadas por concorrentes, precisam sempre estar por dentro daquilo que vem a fazer diferença na hora da compra. Principalmente pelo fato de os consumidores estarem cada vez mais exigentes, é necessário para as empresas compreender qual fator é destaque e possível de investimento para conseguir estimular o consumo e alavancar suas vendas. 
	Em síntese o livro irá analisar os fatores que até então poderiam ser imperceptíveis, mas na verdade na hora da compra fazem a diferença. Compreender como a decisão da efetivação da compra será feita, fatores como tato, reconhecimento do produto fazem a diferença, ou o vendedor faz sua abordagem, até mesmo o ambiente. Além de todos esses fatores ligados diretamente ao produto, também analisa os padrões de segmentos, sejam estruturados por sexo como a diferença do homem e mulher na hora da compra, ou por idade, como a diferença entre crianças, adultos e idosos, e assim por diante. Um relato sobre a evolução da cultura do consumo, sobre a guerra que envolve comerciantes, profissionais de marketing e clientes cada vez mais informados. 
5 – TESES DESENVOLVIDAS NA OBRA
	Em seu capítulo 1 – Nasce uma ciência- Paco Underhill começa explicando como se deu suas bases para as análises aplicadas, ou seja, o próprio no do capítulo podemos entender que ele irá abordar uma ‘’nova ciência’’, a Ciência da Compra. Seus conhecimentos são voltados para as atitudes dos compradores e baseados numa análise de mais de 20 anos de observação e coleta de dados, ou seja, além de sua vasta experiências com pesquisas, o mesmo ainda é dono de uma empresa que basicamente aprimora e profissionaliza todo esse processo desde a coleta de dados até a apresentação de resultados. Essa coleta de dados ele aponta como ser algo fundamental em seu processo de análise, afinal se bem executada os dados obtidos são valiosos, servem de pesquisa para compreender outros âmbitos envolvidos nessa coleta de dados. 
	Assim, Paco cria uma equipe bem estruturada seja de pessoas, mas também de matérias, com câmeras de boa qualidade, na posição correta e assim temos um mapa das áreas de compra sendo estudados minuciosamente. As pessoas envolvidas na observação dos consumidores, não são qualquer uma, são pesquisadores, chamados de ‘’monitores’’ que observam e registram com uma atenção e máximo poder descritivo todas as ações, feições ou qualquer elemento que esteja ali envolvido no ambiente de compra pelo consumidor. Ele analisa para onde ela se locomove, quando, o que pega, a quantidade que pega, enfim tudo que naquele ambiente e seus fatores internos e externos estejam afetando a decisão de compra de um determinado tipo de consumidor.
	Além das análises por câmeras, os monitores também realizam pesquisas com os consumidores após os mesmos saírem da loja. Os dados recolhidos sejam pela observação e as pesquisas feitas com os consumidores são inseridas em um banco de dados e tabulados de diversas maneiras, lembrando que esses dados levarão a resultados de diferentes perfis de consumidores. 
	Após os dados recolhidos e analisados chegam-se a resultados, os dados precisam estar muito corretos e detalhados para que o resultado não seja afetado. Mas Paco aponta que nesse processo inicial de análise a questão do fator ambiente é indispensável, não só pelas condições que estejam o ambiente, mas como as coisas estão estruturadas nele. Inclusive Paco afirma que uma boa loja é aquela que expõe o máximo seus produtos para o máximo de consumidores por um período mais longo de tempo, ou seja, o ideal é que os produtos estejam no nosso campo de visão para que nos leve a consumi-lo.
6 – REFLEXÃO SOBRE A OBRA
	Após a leitura do capítulo 1 do livro algumas reflexões poderam ser feitas. Primeiramente Paco Underhill abordou uma questão que já está presente no nosso cotidiano durante milhões de anos, que é a compra de algum produto e as análises feitas pelo mesmo, através de pesquisa possibilitaram um relatório de resultados únicos. E por mais que quando realmente publicado já houvesse uma preocupação com a questão abordada, hoje no mundo contemporâneo, o tema abordado em seu livro se tornou de extrema importância para qualquer um que tenha interesse em ter uma empresa, ser dono de algum negócio, ou até mesmo para os empregados desses que muitas vezes trabalham com metas e comissões, sendo assim todos aqueles que participam do comércio de um produto e então logicamente visam ter lucro com a venda do mesmo.
	Hoje temos uma sociedade desenvolvida, em que o consumidor presente nela está em constante mudança e assim as estratégias de marketing envolvidas precisam também sempre estar se adaptando aos novos perfis de consumidores que vem surgindo ou apenas se modernizando, com diferentes desejos, vontades, razões, entre outros. Sendo assim, se faz necessário que as empresas se estruturem e montem novas estratégias para esses novos consumidores. 
Na verdade, vai além de estruturar apenas estratégias de compra, com a leitura do capítulo do livro podemos compreender a preocupação em relação ao comportamento dos consumidores e as consequências que vários outros fatores envolvidos no poder de decisão de compra podem vir a afetar a venda de um produto. Num mundo que há necessidade de vender, há também a necessidade de comprar, assim sendo essa preocupação passou a ser de todas