A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
23 pág.
BENEFICIOS DAS FRUTAS

Pré-visualização | Página 5 de 6

Brasília-DF, 2016.
 Albedo triturado em liquidificador
 Mistura da calda e albedo em processo de cura
 Geleia finalizada para teste sensorial 
Após esses procedimentos as geleias foram distribuídas aos participantes da pesquisa, com o preenchimento de um questionário (MOREIRA,2016).
6 CONSIDERAÇÕES FINAIS
 Para um bom funcionamento do organismo, a ingestão de frutas é fundamental por serem fontes energéticas para o corpo humano. Dessa forma, a concentração de açúcar na geleia faz com que as fibras solúveis tenham ação reguladora no estômago para o processo digestivo. Além disso, as geleias servem como alternativas eficazes para o café da manhã, pois, é nessa etapa do dia que elas atuam no sistema imunológico beneficiando o metabolismo energético do corpo. 
O aproveitamento de frutas se concilia ao bom funcionamento energético do corpo, como: a cascata de coagulação, quantidade de ferro nas células sanguíneas e principalmente a concentração de cálcio nas células para a produção de hormônios e problemas gastrointestinais. Desse modo, com a ação das indústrias alimentícias na sociedade poderá construir um pensamento consciente sobre o aproveitamento de frutas no país. 
Pectina é um coloide carregado negativamente no grupo carboxílico da molécula e confere característica de gel ao produto como geleia. Em união com a polpa da fruta, quantidades exatas de açúcar e ácido, a pectina contribui para que haja geleificação no momento em que acontece o resfriamento.
As frutas utilizadas para a fabricação de geleias devem ser maduras por apresentar seu melhor sabor, cor e aroma. Não é recomendado utilizar frutas verdes por ter maior teor de pró pectina, com isso, a pró pectina decompõe-se não fornecendo o gel desejado. Para o processamento de geleias são indicadas as frutas ricas em pectina e ácido; sendo algumas delas o abacaxi, acerola, maça e morango. Vale ressaltar que os benefícios desta são de extrema importância, auxiliando o bom funcionamento do organismo.
Alternativa para aproveitamento, processamento e consumo das frutas constitui a fabricação das geleias, que é um produto obtido pela cocção de frutas em pedaços ou inteiras, polpa ou sucos, acrescentando o açúcar até atingir uma consistência gelatinosa. É utilizado o calor para o crescimento da concentração de açúcar, alterando a pressão osmótica, para o aumento da duração dos produtos. As industrias usam isso como um dos meios de aproveitamento das frutas por resultar em um produto com benefícios nutricionais e agradável ao paladar.
Uma opção no modo de preparo das geleias é a adição de glicose ou açúcar invertido para fornecer brilho ao produto, para compensar deficiência no conteúdo natural de pectina ou acidez da fruta pode utilizar acidulantes e pectina. Cuidados especiais na manipulação dos alimentos deve ser redobrado por surgir problemas com saúde, por isso, higiene é fundamental para não ocorrer a contaminação das frutas.
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
ADITIVOS & INGREDIENTES. Propriedades Nutricionais Da Maçã Oferecem Benefícios À Saúde: Uma Alimentação Considerada Saudável É Uma Alimentação Equilibrada, Colorida, Rica Em Antioxidantes, Fibras E Sempre Com O Consumo De Alimentos Funcionais. 2016. Disponível em: <http://aditivosingredientes.com.br/upload_arquivos/201604/2016040979378001460640964.pdf>. Acesso em: 01 de maio, 2018.
AUDREY, A. Conheça os benefícios que as geleias de frutas trazem ao organismo. 2015. Disponível em: < https://www.bonde.com.br/saude/nutricao/conheca-os-beneficios-que-as-geleias-de-frutas-trazem-ao-organismo-356023.html>. Acesso em: 15 de abril, 2018.
BONDE. Conheça Os Benefícios Que As Geleias De Frutas Trazem Ao Organismo. 2015. Disponível em: <https://www.bonde.com.br/saude/nutricao/conheca-os-beneficios-que-as-geleias-de-frutas-trazem-ao-organismo-356023.html>. Acesso em: 30 de maio, 2018.
BRANDÃO et al. DESENVOLVIMENTO E ACEITABILIDADE DE GELEIA DE 
MARACUJÁ-DOCE. 2014. Disponível em: <http://www.ufrgs.br/sbctars-eventos/xxvcbcta/anais/files/876.pdf>. Acesso em: 27 de abril, 2018.
BRASIL. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Resolução - RDC ANVISA/MS nº 65, de 04 de outubro de 2007. Atribuição de aditivos alimentares, suas funções e seus limites máximos para geléias de frutas, vegetais, baixa caloria e mocotó. Diário Oficial da União. Brasília, DF, 4 out. 2007. Seção 1.
CHEIN, D. Geleia de frutas: Você sabia que ela dá mais força e energia para o seu corpo?. 2014. Disponível em: <http://www.conquistesuavida.com.br/noticia/geleia-de-frutas-voce-sabia-que-ela-da-mais-forca-e-energia-para-o-seu-corpo_a5490/1>. Acesso em: 15 de abril de 2018.
CÓRDOVA, K. R. V.; GAMA, T. M. M. T. B.; WINTER, C. M. G.; NETO, G. K.; FREITAS, R. J. S. de. Características físico-químicas da casca do maracujá- amarelo (Passiflora edulis Flavicarpa Degener) obtida por secagem. Boletim do CEPPA, Curitiba, v. 23, n. 2, p. 221-230, 2005.
DICAS DE SAÚDE. Os 13 Benefícios da Acerola Para Saúde. 2014. Radio e Televisão Record S.A. Disponível em: <https://www.saudedica.com.br/os-beneficios-da-acerola-para-saude/>. Acesso em: 01 de maio de 2018.DRI, 2005, 62 Revista da Universidade Vale do Rio Verde, Três Corações, v. 12, n. 1, p. 57-69, jan./jul. 2014
FREITAS, C; MAIA, G; COSTA, J; FIGUEIREDO, R; SOUSA, P. Acerola: Produção, Composição, Aspectos Nutricionais E Produtos. 2006. Disponível em: <https://periodicos.ufpel.edu.br/ojs2/index.php/CAST/article/viewFile/4688/3521>. Acesso em: 01 de maio de 2018.
GAVA, A.J.; SILVA, C.A.B.; FRIAS, J.B.G. Tecnologia de Alimentos: Princípios e Aplicações. 2.ed. São Paulo: Nobel, 2008. 512p.
GONÇALVES, A.A.; ROHR, M. Desenvolvimento de balas mastigáveis adicionadas de inulina. Alimentos e Nutrição, v.20, n.3, p.471-478, 2009.
HERBÁRIO. Cultivo do Morango. 2005. Disponível em: <http://www.herbario.com.br/dataherb12/morango.htm>. Acesso em 01 de maio, 2018.
JACKIX, M. H. (1988). Doces, geleias e frutas em calda. Campinas, SP. Editora da Unicamp. 85p 
KROLOW, A. C.; AQUINI, D.; FONSECA, L. X. Sabor nativo: histórico e formulações dos produtos de um projeto inovador. Pelotas: Embrapa Clima Temperado, 2010. 25 p. – (Embrapa Clima Temperado. Documentos, 323).
LEITE, P. 14 Benefícios da Maçã – Para Que Serve e Propriedades. 2017. Disponível em: <http://www.mundoboaforma.com.br/14-beneficios-da-maca-para-que-serve-e-propriedades/#h2308oLlhgUKdljS.99>. Acesso em: 01 de maio, 2018.
MELO, K. T. Comportamento de seis cultivares de maracujazeiro azedo (Passiflora edulis Sims e Passiflora edulis Sims f. flavicarpa Deg.) em Vargem Bonita no Distrito Federal. Brasília: Univesridade de Brasília, 99p. Dissertação de Mestrado. 1999.
MOREIRA, K. ACEITABILIDADE DE GELEIA DESENVOLVIDA COM CASCA DE MARACUJÁ AMARELO (Passiflora edulis Sims). 2016. Disponível em: <http://bdm.unb.br/bitstream/10483/14986/1/2016_KarenCrystineDeAra%C3%BAjoMoreira_tcc.pdf>. Acesso em: 27 de abril, 2018.
OLIVEIRA, A; TAVARES, P; ALVES, A; GOMES, M; CIPOLLI, K. DESENVOLVIMENTO E CARACTERIZAÇÃO DE GELEIA DE CAMBUCI (Campomanesia phaea). 2013. Disponível em: <https://www.ciic.cnptia.embrapa.br/resumo2013/RE13255.pdf>. Acesso em: 10 de abril, 2018.
OLIVEIRA, L.F., NASCIMENTO M. R.F., BORGES, S. V., RIBEIRO, P.C.N, RUBACK, VR.,. Aproveitamento alternativo da casca do marsacujá amarelo (passiflora edulis F. Flaivcarpa). para a produção de doce em calda. Cien e Tecnol Aliment , 22, 259 - 262, 2002.
QUINATO É. E.; DEGÁSPARI, C. H.; VILELA, R. M. Aspectos Nutricionais E Funcionais Do Morango. 2007. Disponível em: <http://nutrigoldsaude.com.br/data/ac41946a9b.pdf>. Acesso em: 01 de maio, 2018.
RICHTER, A. Preparo artesanal de geléias e geleiadas. 2005. Disponível em: <http://www.agencia.cnptia.embrapa.br/Repositorio/geleiageleiada_000febll6k502wx5eo006u55tbqmihi5.pdf>. Acesso em: 10 de abril, 2018. 
SANTOS, C; COELHO, A; CARREIRO, S. Avaliação microbiológica de polpas de frutas congeladas. 2008. Disponível em: