A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
10 pág.
AV1   Sociedade Contemporânea

Pré-visualização | Página 2 de 3

http://ava.unicarioca.edu.br/graduacao/mod/quiz/attempt.php?attempt=1287500 5/10
 
Agora, avalie as afirmações a seguir:
1. Weber demonstrou a importância de levar-se em conta os princípios religiosos para compreender a ação social.
2. Weber afirmava que não há relação entre comportamento econômico e comportamento religioso.
3. Weber provou que princípios religiosos podem levar à transformação nos sistemas econômicos.
4. A religião não faz parte da concepção que os indivíduos têm de sua própria existência.
 
Assinale a opção que apresenta apenas afirmações corretas:
Escolha uma:
a. I e III
b. I, II e IV
c. I e IV
d. I, III e IV
e. I, II, III e IV
Questão 6
Ainda não respondida
Vale 1,00 ponto(s).
Remover rótulo
Analise o trecho a seguir:
“O preço médio do trabalho assalariado é o mínimo do salário de trabalho, isto é, a soma dos meios de subsistência que são
necessários para manter a vida do operário enquanto operário. Aquilo, portanto, de que o operário assalariado se apropria
mediante a sua atividade, é suficiente tão-somente para reproduzir a sua vida pura e simples. Nós não queremos de forma alguma
abolir essa apropriação pessoal dos produtos do trabalho para a reprodução da vida imediata, uma apropriação que não deixa
nenhum lucro líquido que poderia conferir poder sobre trabalho alheio. Queremos apenas suprimir o caráter miserável dessa
apropriação, na qual o operário vive apenas para multiplicar o capital, e vive tão-somente enquanto o requer o interesse da classe
dominante” (MARX; ENGELS, 2005, p. 10). 
MARX, Karl; ENGELS, Friedrich. O Manifesto do Partido Comunista. Tradução de Álvaro Pina. São Paulo: Boitempo Editorial,
2005.
03/10/2018 AV1 - Sociedade Contemporânea
http://ava.unicarioca.edu.br/graduacao/mod/quiz/attempt.php?attempt=1287500 6/10
 
O Manifesto do Partido Comunista, escrito por Marx e Engels, remete à luta da classe trabalhadora inglesa contra a burguesia
industrial. Sobre isso e o trecho anterior, podemos assinalar a seguinte opção:
Escolha uma:
a. A classe dominante seria a nobreza que possuía privilégios herdados da Idade Média.
b. Critica a atuação dos sindicatos que não defendem os interesses dos trabalhadores.
c. Defende a burguesia que é a principal força de trabalho e fonte de renda para as nações europeias.
d. Critica a exploração econômica da classe burguesa, que nada produz, mas vive do trabalho dos operários.
e. O trecho anterior explica uma situação hipotética, caso o operariado tomasse o poder.
Questão 7
Ainda não respondida
Vale 1,00 ponto(s).
Remover rótulo
Ao ir trabalhar na empresa da família na Inglaterra na década de 1840, Engels comoveu-se com a situação como os operários
ingleses viviam e começa a estudar uma maneira para que isso fosse superado. Em 1844, ele publica o livro “A situação da classe
trabalhadora inglesa” e escreveu o seguinte trecho:
“Na casa de trabalho de Shoreditch, em Londres, forçaram um homem a dormir na mesma cama em que se debatia um outro,
vitimado por violenta febre - e a cama estava tomada por insetos. Também em Londres, na casa de trabalho de Bethnal Green,
uma mulher então grávida de seis meses ficou trancada, com um filho de menos de dois anos, na sala de recepção de 28 de
fevereiro a 20 de março de 1844, sem ser acolhida formalmente no estabelecimento; na sala não havia cama nem instalações para
as necessidades fisiológicas; o marido foi trazido ao local e, quando pediu que liberassem a mulher, considerou-se uma insolência
seu pedido e ele foi punido com 24 horas de prisão a pão e água. Em setembro de 1844, na casa de trabalho de Slough, perto de
Windsor, um homem agonizava; sua mulher viajou para visitá-lo, chegou à meia-noite e não deixaram que o visse; só na manhã
seguinte obteve a permissão para vê-lo, nunca por mais de meia hora e sempre sob a vigilância de uma funcionária, que assistiu a
todas as visitas e jamais permitiu que a mulher, importunada todas as vezes, as prolongasse para além dos trinta minutos”
(ENGELS, 2008, p. 321). 
ENGELS, Friedrich. A Situação da Classe Trabalhadora Inglesa. Tradução de B. A. Schuman. São Paulo: Boitempo Editorial,
2008.
 
03/10/2018 AV1 - Sociedade Contemporânea
http://ava.unicarioca.edu.br/graduacao/mod/quiz/attempt.php?attempt=1287500 7/10
Ao analisar o trecho anterior e os conceitos desenvolvidos por Engels e Marx, podemos assinalar que:
Escolha uma:
a. Isto é a demonstração de uma sociedade injusta, regida pelo anarquismo, já que não há uma ordem na situação.
b. São exemplos de problemas advindos da preguiça da classe operária, que se recusava ao trabalho e à prosperidade
nacional.
c. É uma demonstração de força que o operariado possuía na época por conseguir fazer denúncias de maus-tratos no
trabalho.
d. São exemplos dos males da sociedade socialista, que oprimia os operários de tendências políticas liberais.
e. São exemplos da luta de classes e da mais-valia, que resultam da exploração econômica do operariado pela classe
burguesa.
Questão 8
Ainda não respondida
Vale 1,00 ponto(s).
Remover rótulo
Analise o trecho sobre o papel da Sociologia para Durkheim:
“Para Durkheim, a Sociologia é, assim, a ciência que se ocupa dos fatos sociais. A análise sociológica precisa, além do objeto, de
um método para abordá-lo de maneira científica, o que gera a necessidade de algumas regras metodológicas. A primeira dessas
regras propostas é que se trate o fato social como uma coisa” (OLIVEIRA, 2012, p. 296). 
OLIVEIRA, Eric Monné Fraga de. O papel da Sociologia, segundo Emile Durkheim e Max Weber. Pós – Revista Brasiliense de
Pós-Graduação em Ciências Sociais, Brasília, v. 11, 2012. Disponível em:
<http://periodicos.unb.br/index.php/revistapos/article/view/8664/6555>. Acesso em: 09 fev. 2017.
 
Assinale a opção correta:
Escolha uma:
a. O fato social é importante, uma vez que ele é o objeto de estudo da Sociologia e, por isso, deve ser tratado como coisa,
para que haja imparcialidade do pesquisador.
b. Por mais que Durkheim insista na cientificidade da Sociologia, esta não será, pois não há um objeto de estudo definido.
c. O fato social não é importante para a Sociologia, uma vez que ele deve ser tratado como coisa.
03/10/2018 AV1 - Sociedade Contemporânea
http://ava.unicarioca.edu.br/graduacao/mod/quiz/attempt.php?attempt=1287500 8/10
d. A falta de objetividade nos estudos sociológicos a impede de ser definida como ciência.
e. Assim como para outros teóricos, Durkheim acreditava que a Sociologia não tinha uma metodologia definida.
Questão 9
Ainda não respondida
Vale 1,00 ponto(s).
Remover rótulo
Leia com atenção o texto a seguir, de Fausto (2002, p. 38): 
 
“É difícil analisar a sociedade e os costumes indígenas, porque se lida com povos de cultura muito diferente da nossa e sobre a
qual existiram e ainda existem fortes preconceitos. Isso se reflete, em maior ou menor grau, nos relatos escritos por cronistas,
viajantes e padres, especialmente jesuítas. Existe nesses relatos uma diferenciação entre índios com qualidades positivas e índios
com qualidades negativas, de acordo com o maior ou menor grau de resistência oposto aos portugueses”.
FAUSTO, Bóris. História do Brasil. São Paulo: Edusp, 2002.
Sobre o texto, avalie as afirmativas a seguir:
I. O preconceito em relação aos índios nasceu com a chegada do colonizador, mas permanece até hoje. 
II. Os relatos de cronistas, viajantes e padres refletem de maneira neutra e isenta de julgamentos a cultura indígena. 
III. O julgamento dos cronistas sobre os índios variava em função de sua docilidade à vontade do colonizador. 
IV. A cultura dos povos pré-cabralinos era homogênea, apesar de falarem idiomas distintos.
Estão corretas as seguintes afirmativas:
Escolha uma:
a. I, III e IV.
b. I, II, III e IV.
c. Apenas I.
d. II e III.
e. I e III.
Questão 10
Ainda não respondida
Analise os dois