A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
11 pág.
Objetiva de Contabilidade Pública

Pré-visualização | Página 3 de 3

a pagar.
As despesas empenhadas e não pagas no encerramento do exercício financeiro devem ser 
inscritas em Restos a pagar. De acordo com o art. 36 da Lei nº 4.320/1964, Art. 36. 
Consideram-se Restos a Pagar as despesas empenhadas, mas não pagas até o dia 31 de 
dezembro, distinguindo-se as processadas das não processadas. Parágrafo único. Os empenhos 
que correm à conta de créditos com vigência plurienal, que não tenham sido liquidados, só 
serão computados como Restos a Pagar no último ano de vigência do crédito. 
Referência: Assumpção, Marcio José. Contabilidade Pública aplicada ao setor público. 
Curitiba: InterSaberes, 1ª edição 2013 (Série Gestão Pública) p.117.
D Depósitos (de diversas origens, retenções, cauções e garantias).
E Contas a receber.
Questão 12/12 - Contabilidade Pública (questão opcional)
De acordo com os conceitos abordados no livro base da disciplina, assinale a alternativa que 
contempla corretamente as lacunas da sentença a seguir: 
_________________: são aqueles que foram empenhados e que não foram liquidados nem, por 
consequência, pagos.
Nota: 0.0
A
Restos a pagar não processados.
Restos a pagar processados: são aqueles que passaram pelas fases do empenho e da liquidação, 
porém não foram pagos.
Restos a pagar não processados: são aqueles que foram empenhados e que não foram 
liquidados nem, por consequência, pagos. 
Referência: Assumpção, Marcio José. Contabilidade Pública aplicada ao setor público. 
Curitiba: InterSaberes, 1ª edição 2013 (Série Gestão Pública) p.118.
B Contas a pagar e não vinculadas.
C Recolhimento a pagar e lançadas.
D Restos a pagar processados.
E Detalhamentos processados.